Booktailors
info@booktailors.com

Travessa das Pedras Negras

N.º 1, 3.º Dto.

1100-404 Lisboa
(+351) 213 461 266

Facebook Booktailors
Twitter Booktailors

FourSquare Booktailors



Facebook Bookoffice


Editoras Nacionais
Livrarias Nacionais
Livrarias on-line
Editoras Brasileiras
Imprensa Brasileira
Blogosfera Brasileira
Eventos no Brasil
Imprensa Internacional

Associações e Institutos de Investigação
Feiras internacionais
Seg, 30/Jun/08
Seg, 30/Jun/08

José Rodrigues dos Santos irá participar num debate na Assembleia da República sobre a crise do petróleo. O autor será orador e moderador do primeiro painel da 2ª Conferência Internacional sobre Alterações Climáticas e Segurança Energética, que vai decorrer na Sala do Senado na manhã do dia 1 de Julho.

Mais desenvolvimentos no DN.

Etiquetas:

por Booktailors às 20:22 | comentar | partilhar

Seg, 30/Jun/08
Este Português Suave deu-lhe prazer?
Muito prazer. Teve um arranque difícil, porque estive demasiado tempo sem escrever (...) Este teria sido o último a escolher, mas numa conversa muito esclarecedora com o António Lobato Faria, que além de ser o meu editor enquanto Oficina do Livro, apoia-me, orienta, esclarece e ajuda. Fez-me decidir pelo projecto no qual tinha investido menos.
(...)
A Margarida foi "comprada" pela Leya...
O contrato ainda não foi assinado. A Leya assinou um contrato de promessa de compra e venda para a aquisição das editoras que fazem parte do grupo, mas ainda não aconteceu.

Mas aceita essa transferência?
Sim, onde estiver o António [Lobato Faria] eu estarei. O António é a Oficina do Livro e a Oficina do Livro é o António. Há uma coisa muito importante, é que em Portugal há editores que não sabem de gestão e há gestores que não sabem de edição, e ele sabe muito das duas coisas.

E o grupo Leya vai continuar a tratá-la bem?
Não terá outro remédio. É do interesse deles.

O que acha desta concentração de editoras?
Acho que é bom para negociar as margens com a distribuição, desde que os autores sejam respeitados e os editores percebam que os primeiros clientes são os autores e não os números.

E isso acontecerá?
Não sei. Não faço previsões, não sou a Maya. Tive um contacto breve com eles, disse-lhes o que é que pensava do mercado editorial. Tem muitos segredos e se pensarmos que há dez anos era um mercado que praticamente não existia...»

Excertos da entrevista de MRP ao DN, página 2 e 3 do suplemento GENTE. A entrevista foi conduzida por João Céu e Silva. A foto é retirado do site da Oficina do Livro.


por Booktailors às 16:58 | comentar | ver comentários (3) | partilhar

Seg, 30/Jun/08
«"Fernando Pessoa tem mais valor do que a PT enquanto produto de exportação. Como valor cultural. A PT foi para o Brasil porque lá falam a língua de Pessoa. Uma vai às costas da outra. Não foi o Pessoa que foi às costas da PT. Ele foi por si, sozinho, traduzido, para muitos países."»

No DN de Sábado passado, um rescaldo do encontro na Casa Fernando Pessoa da passada quinta-feira. Aqui.


por Booktailors às 12:46 | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Seg, 30/Jun/08
Guilherme Valente dirigiu ao DN uma carta. Nesta carta, o editor deixava clara a admiração pelo escritor António Lobo Antunes. Mas sem deixar de frisar que jamais aliciaria um autor com laços a uma editora concorrente. Aqui fica o registo dessa carta, publicada na página 9 do passado dia 28 de Junho no DN.

«Julgo compreender a razão do equívoco, mas como factos são factos, devo esclarecer que nunca fiz qualquer proposta ao escritor António Lobo Antunes que, no entanto, obviamente, muito admiro e cujas obras a Gradiva teria uma honra enorme em ter publicado.

Há anos, tive o gosto e o benefício de conhecer pessoalmente António Lobo Antunes e ele teve a atenção de me manifestar o apreço (num tom comparativo, diria a minha vaidade...) pelo que a Gradiva fez e é. Há meses, quando ele tornou público considerar a hipótese de não transitar para o Grupo Leya, contactei-o, e disse-lhe, naturalmente, por ser verdadeira o meu interesse mas também pela atenção e elegância que (me) merece, que se um dia decidisse mudar de editora gostaria que antes de qualquer decisão conversasse também comigo.

Quanto recentemente nos cruzámos na Feira do Livro, comunicou-me que tinha recebido propostas, convidando-me a fazer a da Gradiva. Repeti o que na outra ocasião, pelas mesmas razões, lhe dissera, ou seja, que a Gradiva nunca apresentou propostas a autores exclusivos de outras editoras e que só se ele se decidisse um dia sair da editora onde estivesse a ser editado, a Gradiva teria, então, o maior gosto em fazer-lhe uma proposta.

Continuamos, portanto, a não ceder à selva que aí está. E sendo a Gradiva o que é e como é, não resisto à vaidade de supor, aliás, que quando fazemos uma proposta a um autor ela é seguramente irrecusável.

Guilherme Valente»


por Booktailors às 11:18 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Seg, 30/Jun/08
A Rede Minas de Televisão, emissora pública do governo de Minas Gerais, irá realizar um conjunto de programas que têm por mote a entrevista a sete autores portugueses e um espanhol.

O projecto“Imagem da Palavra” parte de uma pesquisa da Editora Língua Geral. Este estudo demonstrou que existe um largo desconhecimento do público brasileiro em relação aos autores portugueses contemporâneos.


“Quando se fala de autores ibero-americanos no Brasil, o brasileiro se lembra de José Saramago, Fernando Pessoa e mais um ou dois nomes, referiu Cristina Magalhães - produtora do programa.

Estão confirmadas entrevistas a Lídia Jorge, Gonçalo Tavares, Margarida Rebelo Pinto, Jorge Reis-Sá e Antônio Lobo Antunes.


por Booktailors às 10:30 | comentar | partilhar

Seg, 30/Jun/08
O famoso agente literário Andrew Wylie, conhecido como «the Jackal», acaba de capturar mais três nomes sonantes para a sua listagem de autores: Chinua Achebe, Roberto Bolaño (cuja principal obra se prepara para ser publicada em Portugal) e Vladimir Nabokov foram retirados de outros agentes e passaram agora a figurar na sua lista, juntamente com outros nomes importantes como Philip Roth, Saul Bellow, Norman Mailer, Salman Rushdie ou Martin Amis.

The realçar que foi anunciado recentemente que o filho de Nabokov estaria a preparar uma edição póstuma de um original não publicado do seu pai (O Original de Laura).

Etiquetas:

por Booktailors às 10:29 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Seg, 30/Jun/08
O Portal Domínio Público (governo do Brasil), com um acervo de textos superior a 74.000 títulos, anuncia que já teve para cima de 7,5 milhões de downloads.

Entre eles encontramos os principais clássicos: de Camões, Camilo ou Eça a Machado de Assis, Kafka, Shakespear, Dante, Cervantes, etc.

(Via JAF Twitter)


por Booktailors às 10:23 | comentar | partilhar

Seg, 30/Jun/08
«Abrimos uma loja no nosso site, para vender as t-shirts com o conto de Rhys Hughes "Postalapocalíptica". Rhys acompanha-nos desde o início e nada mais justo do que lhe dedicarmos a primeira do que queremos que seja uma colecção de t-shirts alusivas ao nosso trabalho. A t-shirt é da marca B&C, de cor Areia (em tamanhos S, M, L e XL) e o motivo é serigrafado (e não estampado) a 2 cores.»
Retirado do blog da Livros de Areia.


por Booktailors às 00:56 | comentar | partilhar

Dom, 29/Jun/08
Dom, 29/Jun/08
A Festa de Paraty contará com várias participações portuguesas. Inês Pedrosa falará de literatura feminina, Francisco José Viegas (LER) e Patrícia Reis (Egoísta) analisarão a importância das revistas literárias.

Mais desenvolvimentos aqui.


por Booktailors às 14:22 | comentar | partilhar

Dom, 29/Jun/08

Por ocasião do 120º aniversário do nascimento de Fernando Pessoa, que se assinala a 13 de Junho, a Casa Fernando Pessoa promove um ciclo de conferências, sempre às quartas-feiras, pelas 18h30, seguidas de debate, que se estenderá até à primeira semana do mês seguinte. O programa intitula-se "Fernando Pessoa, O Guardador de Papéis" e conta com a organização de Jerónimo Pizarro. Sessão do dia 11.06.2008: Obra-Vida (Moderador: Patricio Ferrari)Rita PatrícioPessoa e ShakespeareManuel Gusmão O modernismo de Pessoa


5.ª Quarta: 02.07.2008


Edição
(Moderador: Jerónimo Pizarro)
Ana Freitas
Pessoa, escritor de policiais
José Barreto
Pessoa e Fátima. A prosa política e religiosa

Etiquetas: ,

por Booktailors às 01:12 | comentar | partilhar

Sáb, 28/Jun/08
Sáb, 28/Jun/08
Luís Cristóvão comenta as recentes declarações de António Lobo Antunes. Relembre-se que este autor avançou que permanecerá na Dom Quixote.

«Não sei se cite, se comente. Toda a notícia parece saída de uma realidade paralela à qual os comuns mortais não têm acesso.

A peça de João Céu e Silva, no DN, tem, na verdade, excertos hilariantes.

Como este:
Os argumentos e as promessas do Grupo Leya acalmaram o escritor e este manter-se-á na editora em que publicou quase toda a sua obra. Para dizer sim, teve garantias de que a Dom Quixote voltaria a ter o prestígio dos tempos de Snu Abecasis e que o "lixo literário" desaparecerá da

Ou este:
"agrada-me a promessa de que a Dom Quixote volte a ser a editora de referência que era no tempo da Snu Abecasis, quando as pessoas compravam os seus livros porque tinham essa chancela, como era o meu caso. Estou convicto de que o querem fazer e espero que revitalizem as colecções que ela criou, como os Cadernos de Poesia e os Cadernos Dom Quixote, e que aquilo que eu acho que é o lixo editorial - é necessário publicar porque traz dinheiro - seja feito noutras chancelas do grupo" [Lobo Antunes dixit]

Sugiro agora o exercício de trocar o nome Lobo Antunes por José Saramago, ver qual a editora da qual já se registaram mais saídas desde que pertence ao Grupo Leya(-me, por favor!) e perceber qual é o património editorial que está prestes a ser deitado ao lixo.

Quem acertar, ganha um abraço ou uma palmada nas costas (escolhe o freguês).»


por Booktailors às 10:20 | comentar | ver comentários (3) | partilhar

Sáb, 28/Jun/08
O LERblog começa a desvendar a próxima capa da revista, a número 71... Aceitam-se apostas.

Etiquetas:

por Booktailors às 10:13 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Sáb, 28/Jun/08
Blindness, de Fernando Meirelles - filme inspirado na obra Ensaio sobre a Cegueira, de José Saramago- estreia a 13 de Novembro.


por Booktailors às 09:53 | comentar | partilhar

Sex, 27/Jun/08
Sex, 27/Jun/08
Retirado daqui.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 13:51 | comentar | partilhar

Sex, 27/Jun/08
Decidimos abrir mais um curso de Marketing do Livro. Desta feita, e a pedido de algumas pessoas, ao fim-de-semana.

O Curso decorrerá entre as 18h30 e as 21h30 do dia 1de Agosto (sexta-feira), e entre as 9h e as 18h, com intervalo para almoço, nos dias 2 e 3 de Agosto (Sábado e Domingo).

Os valores e conteúdos programáticos, como pode ser visto abaixo, mantém-se na sua íntegra.

Objectivo: O Curso de Marketing do Livro pretende apresentar as noções essenciais da disciplina do Marketing, fazendo-se a devida ponte com o sector do livro.Far-se-á uma análise do negócio editorial português, analisando-se os seus principais protagonistas e como se delineam estratégias de produto, preço, distribuição e comunicação para impactar o público-final. Analisar-se-ão diferentes estudos de caso do sector do livro, com ênfase no mercado português, tendo em conta os pontos acima.

Formadores: Paulo Ferreira e Nuno Seabra Lopes.
Paulo Ferreira é Consultor Editorial da Booktailors – Consultores Editoriais, sendo pós-graduado em Edição pela Universidade Católica Portuguesa. Durante mais de cinco anos desenvolver uma carreira de publicitário enquanto gestor de contas. Organizou diversos volumes, tendo sido coordenador editorial de revistas periódicas.

Nuno Seabra Lopes é Consultor Editorial da Booktailors – Consultores Editoriais, sendo mestre em Estudos Editoriais. É especialista convidado na Especialização para Técnicos Editorias da FLUL. Tem experiência editorial em várias editoras livreiras de média e grande dimensão, distinguindo-se em funções de coordenação e edição executiva.Dados técnicos:


AULA 1: CONCEITOS-BASE DE MARKETING. SUA APLICAÇÃO AO MERCADO DO LIVRO.

1. Conceitos-base. Definição, caracterização, estratégias, objectivos:
1.1 Mercado
1.2 Marketing
1.3 Marca
1.4 Posicionamento
1.5 Segmentação
1.6 Naming


AULA 2: ANÁLISE DE AMBIENTE. O NEGÓCIO DO LIVRO EM PORTUGAL

2. Caracterização do Negócio do Livro
2.1 O carácter livre do mercado do livro
2.2 Valor de Mercado. A ausência de estatísticas
2.3 As fusões, aquisições e a constituição de grandes grupos editoriais
2.4 Concentração dos pontos de venda
2.5 Alteração do perfil de leitor

3. Protagonistas: casas de edição.
3.1 Os grandes grupos de edição
3.2 As PME – Pequenas e médias editoras
3.3 As imprints. As editoras de nichos.

4. Os canais de vendas (Retalho tradicional, Livrarias online, Grandes Superfícies, Armazéns e cadeiras de livrarias, Canais emergentes,…)


AULA 3: O PRODUTO

5 Conceitos-base
5.1 Carácter prototípico do livro
5.2 Canibalização do mercado e pouca permanência de produtos no ponto de venda
5.3 Carácter não concorrencial / de substituição do produto
5.4 Necessidades de diferenciação
5.5 Necessidades de referenciação ou permanência a factores centrais
5.6 Carácter charneira do produto
5.7 Papel social do Livro
5.8 Características intrínsecas do livro

6. Planeamento e projecção do produto

6.1 Mercado-potencial/alvo
6.2 Factores centrais de motivação
6.3 Abordagens à estratégia de produto:
6.3.1 Produto
6.3.2 Colecção
6.3.3. Marca

6.4 Observação e análise
6.4.1 Ideias ofensivas
6.4.2 Ideias defensivas
6.4.3 Estratégias tradicionais
6.4.4 Estratégias dependentes

7. Gestão do produto
7.1 Ciclos de vida
7.2 Rentabilidade


AULA 4: O PREÇO

8. A Cadeia de valor na formação do preço

9. Lei do Preço Fixo do Livro. O caso português

10. O Preço de Venda ao Público, o Desconto Médio
10.1 Noções base: PVP, Desconto Médio, papel da editora e restantes agentes face ao mercado;
10.2 Estrutura de consignação e seu impacto na política de preço


11. Estabelecimento do preço
11.1 Valor real
11.2 Estrutura de Custos
11.3 Valor Percebido
11.4 Valor de Mercado

12. Estratégias de valorização do produto livro
12.1 Avaliação da qualidade;
12.2 O Marketing-mix como estratégia de valorização;
12.3 Tipologia de valorizações face ao perfil de editora / público.

13. Preço Médio de Venda ao Público
13.1 A competitividade
13.2 A gestão do preço na vida do produto

AULA 5: A DISTRIBUIÇÃO

14. Tendências da distribuição em Portugal (A configuração do layout de produtos no ponto-de-venda, Os saldos e as feiras do livro, A política de descontos, Os novos canais de vendas,...)

15. Os modelos de distribuição
15.1 Própria
15.2 Delegada
15.3 Mista

16. Caracterização dos principais canais de venda
16.1 As livrarias tradicionais
16.1.1 Caracterização.
16.1.2 Críticas comuns
16.1.3 Boas práticas

16.2 Armazéns e cadeias de livrarias. Caracterização.
16.3 As grandes superfícies. Caracterização.
16.4 As livrarias online. Caracterização.
16.5 Os canais emergentes.

17. Protagonistas. As distribuidoras. A força de vendas das editoras

18. Contributos para uma boa gestão.


AULA 6: A COMUNICAÇÃO

19. Caracterização da comunicação editorial ( o investimento neste elo da cadeia de valor; os meios de comunicação social; a necessidade de falar com público-final e as bases de dados de leitores;; a noção de marca na comunicação editorial;

20. As ferramentas e instrumentos de comunicação dos editores

21. Os meios de comunicação social tradicionais
21.1. Imprensa
21.2 Rádios
21.3 Televisão

22) Os novos meios comunicação social
22.1 Blogosfera
22.2 Comunidades sociais
22.3 Os wikis
22.4 Outros.

N.º de sessões: 3.

Datas: 01, 02, 03 de Agosto

Horário: 01.08.2008, 6f - das 18h30 às 21h30. Nos dias 01 e 02 de agosto: das 9h às 18h30, com intervalo para coffee break e almoço.

Total de horas: 18 horas.

Preço: 225,00 euros.

Descontos: 10% para todos os ex-alunos e estudantes.

Para pré-inscrição, por favor envie CV (com a referência: MKT 3) para: info@booktailors.com. A formação decorrerá no Bookoffice - Rua Nova do Almada, 59 - 3.º, Lisboa.


por Booktailors às 11:59 | comentar | partilhar

Sex, 27/Jun/08

Nélson de Matos foi consultado por Sara Belo Luís para participar no artigo publicado ontem na VISÃO, dedicado ao mercado do livro.

1. Como ser editor independente num mercado concentrado, de grandes grupos editoriais?

Não é fácil, de facto. O mundo não está feito para os independentes... só para os dependentes...Os riscos do trabalho nestas circunstâncias de isolamento e independência são maiores do que parecem. Um manhã acordamos e já nos compraram tudo em volta, podemos ficar cercados... como aconteceu com alguns editores e autores ultimamente... de súbito já não estavam no mesmo sítio que no dia anterior... é a precariedade total, como agora se diz relativamente aos restantes trabalhadores... O mundo está a ser transformado nisso, na precariedade total... só a propriedade do capital se mantém estável... desculpe-me a linguagem.

2. Que "nicho" de mercado pretendem as Edições Nelson de Matos ocupar?

O da Literatura de qualidade (nos termos mais amplos), a ficção, a poesia, os autores clássicos e contemporâneos, os novos, os modernos e os clássicos. A Literatura, enfim. A História moderna e contemporânea, os textos de intervenção, algumas biografias. Perdoe-me não estar para aqui a falar disso em voz alta.

3. Qual é a viabilidade económica de uma editora independente? É possível ganhar dinheiro, indo além do hobby, do prazer de editar?

Sim, é possível sustentar esta opção com tranquilidade, se se for suficientemente maduro para se ser capaz de a gerir cuidadosamente. No projecto em que estou envolvido, a questão mais interessante coloca-se ao nível do controlo sobre o crescimento.


por Booktailors às 11:34 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Sex, 27/Jun/08

Etiquetas:

por Booktailors às 11:09 | comentar | partilhar

Sex, 27/Jun/08
«Diz que disse - a Editorial Verbo é o próximo alvo do Grupo Leya. E parece que não vão ficar por aqui. Dentro de momentos, as livrarias...»

Via 1979, de Luis Cristóvão.

Entretanto, a Editorial Verbo veio desmentir categoricamente essa possibilidade, afirmando estar «completamente afastada».

Como também já era do conhecimento geral, do Dr. João Sousa Alvim passou a ser o novo administrador-delegado da Editorial Verbo desde 30 de Maio.


por Booktailors às 10:54 | comentar | ver comentários (3) | partilhar

Sex, 27/Jun/08
António Lobo Antunes, em declarações ao DN, garante que se manterá na Dom Quixote.

Para ler aqui.


por Booktailors às 10:51 | comentar | ver comentários (3) | partilhar

Sex, 27/Jun/08
Excertos do último encontro LER na Bertrand do Chiado, que contou com as presenças de Paulo Nogueira, Rui Zink e Ricardo Araújo Pereira. A moderação do tema (A literatura portuguesa tem sentido de humor?) ficou a cargo de Carlos Vaz Marques.




por Booktailors às 09:29 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Sex, 27/Jun/08


Parabéns Pó dos Livros
.


por Booktailors às 08:02 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Sex, 27/Jun/08
«A IV Edição da Feira do Livro Usado terá lugar na Azambuja, no pátio da Biblioteca Municipal, nos dias 27 e 28 de Junho, apresentando várias centenas de livros disponíveis pelo preço simbólico de 20 cêntimos»

Mais desenvolvimentos no Diário Digital.

Etiquetas:

por Booktailors às 00:20 | comentar | partilhar

Qui, 26/Jun/08
Qui, 26/Jun/08
Conforme anteriormente anunciado, a Visão publicou hoje um artigo de 5 páginas dedicado ao mercado do livro. Esta peça conta com testemunhos de diversas personalidades, como José Afonso Furtado, Paulo Teixeira Pinto, Margarida Lorena, Miguel Marti, Vasco Teixeira, Sofia Monteiro, Nélson de Matos ou os Booktailors.

A peça é assinada por Sara Belo Luis e pode ser encontrada entre as páginas 58 e 63.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 21:14 | comentar | partilhar

Qui, 26/Jun/08
«O Prémio Nacional Literário Conto Infantil Matilde Rosa Araújo foi atribuído a Elisabete Nunes pela narrativa «Psst, psst, cima ou baixo? A Trofa no grande livro dos relatos secretos das pestanas», anunciou hoje o júri.»

Mais desenvolvimentos no Diário Digital.


por Booktailors às 20:04 | comentar | partilhar

Qui, 26/Jun/08
Luís Caetano (Antena 2), avançou ontem no programa Última Edição que, a partir de Setembro, Francisco José Viegas é o novo responsável editorial da Quetzal, editora que vai apostar forte nos autores portugueses, da América Latina e do Mediterrâneo.

FJV permanecerá como director da Revista Ler.

Faz-se correcção por anteriormente se ter veiculado que a informação teria sido dada pelo próprio FJV.

As nossas desculpas aos leitores e a todos os visados.


por Booktailors às 16:03 | comentar | partilhar

Qui, 26/Jun/08
Não é fácil vencer um príncipe, muito menos um em tão boa forma física, por isso obviamente que estamos a falar do Prémio Príncipe das Astúrias (desculpem-me, fui ontem assistir ao ensaio da peça do S. Luiz - de Pedro Mexia e Ricardo Araújo Pereira, e ainda estou com resquícios do texto).

A vencedora do Booker Prize vê-se assim galardoada com mais um prémio de elevado valor, justificando o facto pelo qual José Luís Peixoto está sempre a elogiá-la.

Há quem diga que existe um percurso para o Nobel que passa por ganhar este prémio, dois anos depois o Prémio Kafka e, finalmente, 2 anos após esse prémio, o Nobel.

Veremos se em 2012 ela ganha...
(nsl)


por Booktailors às 16:00 | comentar | partilhar

Qui, 26/Jun/08
Not all books need to be networked books. There will still be a place for that deeply immersive, solitary reading I hope in the future. But publishers had better be the ones defining what the shape of a ‘networked book’ should be nonetheless, because if they are not someone else sure as hell will be.

Sara Lloyd, Manifesto.

---

Relembramos que se encontram abertas as inscrições para a Oficina de Pontuação e Marketing do Livro II.


por Booktailors às 14:20 | comentar | partilhar

Qui, 26/Jun/08
O José Mário Silva acedeu a uma entrevista por e-mail para o Blogtailors. O leitmotiv é o seu livro Efeito Borboleta e outras histórias, mas as perguntas são todas elas dentro do espírito deste blog: a edição de livros propriamente dita. É a primeira experiência do género, mas pretendemos repeti-la, assim os editores e autores o desejem.

Efeito Borboleta e outras histórias sai pela Oficina do Livro, grupo que foi recentemente adquirido pelo Grupo LeYa. Quais lhe parecem as grandes vantagens/desvantagens de publicar num grande grupo?
Antes do mais, convém dizer que a notícia sobre o interesse do Grupo LeYa em adquirir a Oficina do Livro (e as outras editoras então controladas pela Explorer Investments) surgiu no início de Maio, numa altura em que a edição de Efeito Borboleta já estava em marcha. As vantagens de publicar num grande grupo são óbvias: garantia de que os livros são bem distribuídos; visibilidade nas livrarias; mais hipóteses de conseguir vendas razoáveis. As desvantagens são menos óbvias: o risco de diluição num catálogo enorme; a exigência implícita de bons resultados comerciais; o estar à mercê da lógica capitalista (que vê na literatura um produto como outro qualquer). Também por isto, não me imagino a publicar exclusivamente em grandes editoras de grandes grupos.

Como autor, qual lhe parece ser a importância de ter um bom editor, no sentido anglo-saxónico do termo?

Ter um bom editor é fundamental. Alguém que ame os nossos textos tanto como nós e seja capaz de sugerir alterações, emendas, melhoramentos. Alguém que não tenha medo de apontar o dedo quando é preciso apontar o dedo. Alguém que nos defenda da nossa involuntária cegueira. Alguém que trabalhe, página a página, com a obsessão do ourives. Repito: ter um bom editor é fundamental. E eu tive. Chama-se Marcelo Teixeira. É também fundamental ter um bom revisor. E eu tive. Chama-se Manuel Dias.

A Oficina do Livro sempre imprimiu uma grande importância à elaboração das capas, princípio ao qual não foge o seu livro. Qual lhe parece ser a importância das capas no processo de compra dos livros?
Enorme. As capas são o equivalente do rosto humano. Podem atrair ou afastar o leitor. No meu caso, prefiro a sobriedade à francesa (com a depuração levada ao extremo), mas também sei que essas capas se perdem nos expositores multi-coloridos das livrarias actuais. Não creio que isso venha a acontecer com a bela sobrecapa do Efeito Borboleta, que para mim evoca os tempos em que estudei Biologia (não deixando de respeitar a linha gráfica da Oficina do Livro).

Tem dinamizado algumas acções de marketing no seu blog, de forma a promover o seu livro. Qual lhe parece ser a importância da blogosfera para a promoção das obras?
A blogosfera vai ser um veículo cada vez mais importante para a promoção dos livros, até porque permite uma interactividade em tempo real com os leitores, além de fenómenos de natureza viral que chegam a milhares de destinatários com uma rapidez e precisão que os métodos tradicionais de marketing não alcançam. Depois há o extraordinário efeito democratizador de tudo isto, porque passa a ser fácil montar uma campanha eficaz com pouquíssimo dinheiro. As editoras pequenas, desde que tenham criatividade e engenho, podem conseguir pequenos milagres. E já há alguns casos de estudo recentes no nosso país. O que mais me impressionou foi a série de acções promocionais em torno do livro Caravana, de Rui Manuel Amaral, editado pela Angelus Novus.

O jornalista cultural José Mário Silva influenciou o autor José Mário Silva, isto é, escreveu alguma frase a pensar que iria agradar à crítica?
Não. É verdade que os dois habitam o mesmo corpo, mas mal se conhecem. E ainda bem, porque o primeiro seria naturalmente implacável com o segundo. Aliás, o segundo só escreve quando o primeiro está a olhar para outro lado.

Qual lhe parece ser a importância, hoje em dia, da crítica literária para o processo de escolha dos livros por parte dos leitores?

Infelizmente, muito pouca.



O lançamento da obra decorrerá na sexta-feira, na Casa Fernando Pessoa, pelas 18h30. A obra será apresentada por António Mega Ferreira.


por Booktailors às 12:04 | comentar | partilhar

Qui, 26/Jun/08
Nos dias 1 e 2 de Julho de 2008, irá ter lugar no auditório do Arquivo Nacional Torre do Tombo o colóquio dedicado ao tema da digitalização, com a participação de especialistas de Portugal, França, Espanha e Alemanha.

Ronald Schild, director da MVB Marketing-und Verlagsservice des Buchhandels GmbH, irá apresentar o projecto LIBREKA da Associação Alemã dos Editores e Livreiros, enquanto que a perspectiva da comunidade científica, dedicada aos serviços de apoio ao fluxo de trabalho científico da Max Planck Digital Library, será apresentada por Malte Dreyer, director do Departamento de Investigação da sociedade Max Planck. O colóquio é organizado pelo Instituto Franco-Português, pelo Instituto Cervantes de Lisboa e pelo Goethe-Institut Portugal em colaboração com a Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas. A participação é gratuita, mediante inscrição prévia.

Inscrição por escrito ou por email para:

APBAD:apbad@apbad.pt
Goethe-Institut Portugal:
biblioteca@lissabon.goethe.org

Mais informações em
http://www.goethe.de/ins/pt/lis/prj/iek/dib/ptindex.htm (português)
http://www.goethe.de/ins/pt/lis/prj/iek/dib/deindex.htm (deutsch)


por Booktailors às 10:20 | comentar | partilhar

Qui, 26/Jun/08
«... Na altura, percebi que as pessoas gostavam dos meus livros. Em 1999, vendi 70,000 exemplares sem ninguém saber quem eu era. Estamos a falar destes números numa altura em que o mercado estava um pouco agonizante. Percebi que tinha de construir uma imagem, peguei na minha vertente publicitária e disse: 'Agora como é que a construo? Não vou construir uma imagem discreta, porque não sou discreta. Sou mainstream'.

Pop?
Sim, pop. E as pessoas têm de ter a inteligência e a capacidade de transformar os seus defeitos em qualidades. Sempre fui muito transparente e sincera. Isso prejudicou-me várias vezes na vida, mas também faz com que as pessoas acreditem em mim e nos meus livros.
(...)
Quando entro numa loja de bairro ou me perguntam se sou escritora ou então dizem-me: 'Olá Margarida' - é um fenómeno de empatia, uma ligação afectiva que tem mais a ver com o conteúdo dos meus livros, porque as pessoas se identificam com eles. Depois, isso é complementado com a imagem de uma mulher independente, divorciada, que trabalha e cria um filho sozinha. É evidente que essa imagem foi construída e pensada, mas é profundamente sincera. Sou completamente transparente»

Margarida Rebelo Pinto, Tabu, p. 29-30, 21.06.2008. Entrevista conduzida por Vladimiro Nunes.

Alguns breves comentários:

1. Este tipo de postura foi sempre o que mais admirei em Margarida Rebelo Pinto (MRP). A transparência, o facto de não ter problema algum em assumir-se como pop ou mainstream, num meio que nem sempre fica bem dizer tais coisas. É verdade que a própria MRP sabe que proferir declarações deste tipo só contribuem para reforçar a sua empatia e posicionamento face ao seu público. Mas ainda assim assumi-lo é ter a noção de que será ostracizada do círculo literário mais restrito. Se MRP se preocupa com isso ou não, já é outra questão. E o facto de mais ninguém querer ocupar aquele espaço ainda outra.

2. Por muito que isto choque algumas pessoas, fazem falta mais Margaridas à literatura portuguesa. Uma, dez, cem. Para de uma vez desmistificar o que é um livro; para de uma vez por todas, entendermos que o livro é um produto industrial que se rege por ciclos de vida e regras / componentes de mercado adjacentes a outros segmentos. Que o livro compete com todas as indústrias culturais e de entretenimento e que nestas áreas não existem pruridos em ser-se pop ou mainstream.

3. Seguindo a máxima de Manuel Alberto Valente, "publicar o que dá para o que não dá", é certo que faz falta a cada editora uma MRP. Todos aqueles que a criticam, e não são poucos, deveriam lembrar-se disso mais vezes.

(pf)


por Booktailors às 08:17 | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Qua, 25/Jun/08
Qua, 25/Jun/08
«Desde Abril que o Gabinete de Estudos Olisiponenses, com sede no Palácio do Beau Séjour, na Estrada de Benfica, disponibiliza na sua página na Internet um livro, que se pode descarregar em formato PDF, por mês. Os livros são, naturalmente, sobre olisipografia». (Via Assim Mesmo, de Helder Guégués).


por Booktailors às 18:20 | comentar | partilhar

Qua, 25/Jun/08
Um óptimo sinal. As livrarias independentes, numa união de esforços, estão a fazer uso das suas ferramentas de comunicação para comunicar as acções dos seus colegas. Veja-se o caso da Trama, que fala da Pó dos Livros, da Pó dos Livros que fala da Livraria Letra 12.

Parabéns pela iniciativa.

Etiquetas:

por Booktailors às 16:34 | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Qua, 25/Jun/08

«The Telegraph is reporting that Amazon.co.uk is preparing to launch its DRM free Amazon MP3 service in 2008 in the UK. This will clearly go head to head with iTunes, HMV and Play.com. The DRM free and Amazon pricing will appeal to many and increase the movement towards a DRM free market.»

Martyn Daniels no seu Brave New World fala dos caminhos que a Amazon está a trilhar, que passa pelos livros mas também pela música, pelo video...

Para ler aqui.


por Booktailors às 15:29 | comentar | partilhar

Qua, 25/Jun/08
Não percam na próxima edição da revista Visão uma reportagem de Sara Belo Luís sobre o Mercado do Livro.

São 5 páginas bem documentadas, com perfis e cronologia dos actuais grupos.

De realçar que a peça surge na secção de Economia.


por Booktailors às 12:30 | comentar | partilhar

Qua, 25/Jun/08
Christopher Ciccone, mais conhecido pelos amigos como o irmão da estrela-cantora Madonna, irá publicar a biografia da sua irmã.

O livro, a ser publicado na próxima semana pela Simon & Schuster, chama-se Life with My Sister Madonna e promete dar que falar.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 11:00 | comentar | partilhar

Qua, 25/Jun/08
Para quem segue este mundo do livro, a crise dos Clubes do Livro já não é uma novidade.

Para quem segue o mercado inglês, o fenómeno «Richard and Judy Book Club» também não é novidade e é apontado como um caminho (bom?, mau?) a seguir na reconversão do modelo.

Para isso, no entanto, é necessário compreender o fenómeno, e nada melhor que esta pequena reportagem para isso.

How the Richard & Judy Book Club has shaken publishing

---

Relembramos que se encontram abertas as inscrições para a Oficina de Pontuação e Marketing do Livro II.

Etiquetas:

por Booktailors às 09:07 | comentar | partilhar

Ter, 24/Jun/08
Ter, 24/Jun/08

Miguel Pais do Amaral (MPA) adquiriu uma posição de 20% no capital da AirPlus TV Portugal.

Esta empresa concorre a licência de pay-tv de TDT (Televisão Digital Terrestre). A holding Quifel Holdings, da qual MPA é CEO, justifica o investimento com o “facto de acreditar no projecto da AirPlus TV para desenvolver a Televisão Digital Terrestre em Portugal e, designadamente, na sua aposta em novos canais portugueses com conteúdos nacionais de qualidade e diferenciados da oferta actual”.

Etiquetas:

por Booktailors às 21:32 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Ter, 24/Jun/08
«A Biblioteca Nacional (BN) vai colocar amanhã online uma importante colecção de 29 cadernos de Fernando Pessoa, que incluem manuscritos de poemas em português e inglês, além de uma grande quantidade de textos e apontamentos de natureza muito diversa, de listagens de livros e notas de leitura a projectos de obras ou horóscopos.»

Mais desenvolvimentos no Público.

Etiquetas:

por Booktailors às 18:27 | comentar | partilhar

Ter, 24/Jun/08
«O escritor e eurodeputado do PSD Vasco Graça Moura foi distinguido pelo Governo francês com o grau de Oficial da Ordem das Artes e das Letras pela sua “contribuição para a divulgação da cultura francesa no mundo”.»

Mais desenvolvimentos no Público.


por Booktailors às 18:26 | comentar | partilhar

Ter, 24/Jun/08
Mais do que capital criativo, é com orgulho que vejo que o pensamento crítico e científico português também começa a ser reconhecido lá fora.

Filipe Duarte Santos, o autor da obra Que Futuro? Ciência, Tecnologia, Desenvolvimento e Ambiente, da Gradiva, irá ser publicado pela prestigiada editora de ciência Springer.


por Booktailors às 17:53 | comentar | partilhar

Ter, 24/Jun/08
Navegar numa e-livraria, como quem se passeia por uma verdadeira.



Retirado daqui.


por Booktailors às 16:25 | comentar | partilhar

Ter, 24/Jun/08
«A Portugália Editora, fundada em 1942, vai ser [hoje] relançada oficialmente na terça-feira em Lisboa, apresentando-se num novo grupo editorial que inclui ainda a livraria Buchholz e a editora Sá da Costa.»

Mais desenvolvimentos no Diário Digital.


por Booktailors às 15:56 | comentar | partilhar

Ter, 24/Jun/08
O fenómeno e a discussão não são só por cá.

Nos Estados Unidos o referencial The Wall Street Journal abordou o assunto.

«
[...]
In a book industry flooded with titles and facing sluggish sales, a growing number of authors are going to dramatic lengths to attract attention. The latest tactic: producing and starring in zany videos aimed at the YouTube audience.
[...]
Some authors and publishers have even recruited star power for the videos. Oscar-nominated filmmaker Alfonso Cuarón ("Children of Men") agreed to direct the trailer for his friend Naomi Klein's latest book, "The Shock Doctrine: The Rise of Disaster Capitalism," for a few thousand dollars, part of the promotion budget that her publisher, Penguin UK,
[...]
Mike Vogel, a star of the horror movie "Cloverfield," appeared in one of four trailers made for the chick-lit title "Celebutantes" by Amanda Goldberg and Ruthanna Khalighi Hopper.
[...]
"In some cases, we don't even expect it to increase sales at all," says Carolyn K. Reidy, president and CEO of Simon & Schuster, which has doubled its investment in video content since it started making trailers last year. "It's almost a gift to the audience, and hopefully it makes them buy the next book."
[...]
In March, the Barnes & Noble Web site launched "B and N Studio," a channel devoted to book trailers and original book-related content[...]»

Mas o melhor é lerem vocês mesmo o artigo.

Etiquetas:

por Booktailors às 14:00 | comentar | partilhar

Ter, 24/Jun/08
Devido a vários pedidos por parte das editoras, a organização dos PE LER Booktailors decidiu alargar o prazo de candidaturas até ao dia 31 de Julho.

Assim, todos os interessados em participar poderão apresentar as suas candidaturas até esta data.


por Booktailors às 12:20 | comentar | partilhar

Ter, 24/Jun/08
O Poder na América é uma coisa séria.

Após termos visto de tudo naquela campanha, esta notícia nem é nada mais.

Meghan McCain, a filha e candidata não oficial a Primeira Filha, resolveu dar uma ajuda ao pai e aproveitou os seus dotes de ilustração (é formada em Artes) e escrita para publicar um livro infanto-juvenil cujo herói e personagem principal é o seu pai.

Acho, sinceramente, que estas pessoas deviam ler o último livro de Bill Bryson (A Vida e As Aventuras do Rapaz Relâmpago [Quetzal]) antes de se porem a fazer coisas destas.

Nsl

Etiquetas:

por Booktailors às 12:08 | comentar | partilhar

Ter, 24/Jun/08
Antero Braga, livreiro da Lello, no Porto, é entrevistado pela «Jornalismo Porto Net - JPN», publicação da Universidade do Porto.

Entre as frases mais interessantes destaque-se:

«[...]
livrarias take-away, tipo Fnac ou Bertrand, isso nós não somos. Somos uma livraria tradicional que tem qualquer coisa como 120 mil títulos disponíveis aos clientes
[...]
Um jornalista holandês comparou esta livraria a uma mulher muito bonita, por causa da beleza arquitectónica, mas uma mulher com uma grande alma, que é a grande quantidade de livros que tem para oferecer.
[...]
Sabe que ser um entre iguais é para pessoas e empresas vulgares. Podemos ser diferentes e rentáveis, tendo uma outra postura. É mais trabalhoso…
[...]»

Para ler aqui.

Etiquetas:

por Booktailors às 10:45 | comentar | partilhar

Ter, 24/Jun/08
Como valorizar (ainda mais) a marca Pessoa, é o tema proposto para o próximo Livros em Desassossego.

Com a presença do Ministro da Cultura (sempre de louvar), pretendem discutir o grande valor do nosso mais «promissor» autor: Fernando Pessoa.

«Nos 120 anos do nascimento de Fernando Pessoa, a famosa arca continua a ter segredos por revelar e o Ministro da Cultura declarou recentemente que “Pessoa, enquanto produto de exportação, talvez seja mais valioso que a PT”.

Na próxima edição dos Livros em Desassossego, já na próxima quinta-feira, vamos debater como valorizar (ainda mais) a marca Pessoa, agora que se anuncia o leilão de parte do espólio em poder da família do poeta.

Na mesa, para o debate, vão estar o Ministro José António Pinto Ribeiro, a sobrinha do poeta, Manuela Nogueira, o professor universitário António M. Feijó, o investigador Jerónimo Pizarro e o editor Manuel Rosa, que escolherá três livros publicados recentemente que gostaria de ter no catálogo da Assírio e Alvim.

A edição de Junho dos Livros em Desassossego realiza-se na próxima quinta-feira, dia 26, a partir das 21.30, na Casa Fernando Pessoa.

Carlos Vaz Marques modera a sessão.
A entrada é livre.»

Etiquetas: ,

por Booktailors às 10:00 | comentar | partilhar

Seg, 23/Jun/08
Seg, 23/Jun/08

Informamos todos os inscritos na formação em revisão 1, leccionada por Sérgio Coelho, que a aula de amanhã (terça-feira, dia 24 de Junho) será adiada para data a anunciar.

Quinta-feira as aulas irão retomar o seu curso normal.

Etiquetas:

por Booktailors às 17:01 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Seg, 23/Jun/08
Jorge Reis-Sá publica um post no seu Rua da Castela, intitulado "O magnífico Prémio LeYa", absolutamente demolidor para o Prémio Leya. Reproduzimos aqui esse post:

«O regulamento do Prémio Leya foi tornado público há alguns meses. No dia 16 deste mês terminaram os prazos para entrega dos trabalhos. Entre a sua publicação e a data a que escrevo não vi ninguém a dizer o que é de mais elementar justiça ser dito: o Prémio Leya é um embuste.

Direi porquê.Há duas razões fortíssimas para a minha afirmação: uma delas de carácter processual; outra de carácter substancial.

A processual: o júri não vai ler os originais. Quando alguém concorre a um prémio que tem como júris Manuel Alegre, Pepetela, José Carlos Seabra Pereira ou Nuno Júdice (e que certamente estão a ser pagos pelo seu trabalho, o que é justo) espera que esse júri leya os originais. Que o dinheiro que recebe seja para mais do que ler relatórios. O que nos informa o regulamento, no entanto, é que serão efectuados por uma comissão nomeada pela Leya relatórios a todas as obras. Dessas, essa comissão escolherá dez que voltará a ler e depois a voltar a efectuar outro relatório.

(Uma nota: não quero por em causa o processo, mas eu confio inteiramente no júri, pessoas cuja honestidade é pública e acima de qualquer suspeita, e sei que nunca abririam um envelope antes de se saber quem é o vencedor sob anonimato. Mas eu não sei quem é a comissão que vai ler os originais, pelo que não posso confiar neles.)

Pela comissão, só esses dez dos originais serão entregues ao júri. Dos restantes serão entregues relatórios. Alguém me explica como é possível fazer um relatório de um livro do Lobo Antunes? Do Saramago? Do Agualusa? Do Pepetela? Da Lídia Jorge? “Bem escrito, com uma trama de difícil compreensão, utilização de imagens muito conseguida, infelizmente só com um ponto final no fim de cada capítulo o que cansa” (Lobo Antunes); “Bem escrito, inovador devido ao uso das vírgulas e da oralidade assim provocada, metáfora das sociedades contemporâneas, há um cão que lambe lágrimas” (Saramago). É possível fazer de um escritor que tem um estilo tão próprio um relatório? Mais: e se a menina ou menino que está a ler não gostar do estilo? Do do Gonçalo M. Tavares, do do José Luís Peixoto, do do Jacinto Lucas Pires. O Nuno Júdice e o Pepetela não têm acesso ao livro que está “relatado”? Podem pedi-lo, pelos vistos, mas se aceitarem as recomendações da comissão, nem se darão ao trabalho de pedir o livro para lerem. Acho inadmíssivel tal coisa. Seja para os autores que concorrem, seja para a entidade que patrocina o prémio, seja para o próprio júri.

A questão substancial: o prémio tem o valor de aproximadamente, digamos, 5 000 euros. Sim, leu bem: 5 000 euros. Mil contos. Nem mais.

Notem a cláusula que institui os valores: 100 000 euros. Mas notem as seguintes: o premiado só receberá direitos de autor depois de vendidos 70 000 exemplares. Interessante, não é? Além de que cede os direitos para exploração (sendo exploração a palavra certa neste contexto) em todos os “suportes que existam ou venham a existir” durante vinte e cinco anos (Vinte e cinco! Um contrato de edição costuma ter 5 ou 10... Enfim...) Ora façamos umas contas: 70 000 vezes 10% de direitos vezes, suponhamos, 15 euros de preço de capa: 105 000 euros. Assim, o prémio é de 5 000 euros. Os outros 100 000 euros não são prémio: são um adiantamento por conta de direitos de autor.

Mas os escritores portugueses agradecem à Leya a instituição do maior Prémio de Adiantamento de Direitos de Autor em toda a área geográfica da língua portuguesa, decidido por um júri que irá ter acesso apenas aos que os meninos e meninas da comissão acharem mais giros. Obrigado, Leya. Obrigado. Mas claro: só concorre quem quer. Valha-nos isso.»

Etiquetas: , ,

por Booktailors às 16:18 | comentar | ver comentários (4) | partilhar

Seg, 23/Jun/08
O Top dos conglomerados foi actualizado (Livres Hebdo) e a tribuna encontra-se assim:

1.º Thompson
2.º Pearson
3.º Bertelsmann
4.º Reed Elsevier
5.º Wolters Kluwer

Nota: ainda não foi contabilizada a compra da Editis pela Planeta.

---

Relembramos que se encontram abertas as inscrições para a Oficina de Pontuação e Marketing do Livro II.

Etiquetas:

por Booktailors às 15:07 | comentar | partilhar

Seg, 23/Jun/08
Conto de José Mário Silva, intitulado "Cama", incluído na obra "Efeito Borboleta". Este conto foi disponibilizado no âmbito da campanha de marketing que este autor tem estado a levar a cabo, em conjunto com a editora Oficina do Livro, na blogosfera.

«
CAMA
Ela dormia sempre no lado direito da cama e ele dormia sempre no lado esquerdo. Ela tinha sonhos agradáveis. Ele, pesadelos.Decidiram trocar.Agora ela dorme sempre no lado esquerdo da cama e ele dorme sempre no lado direito. De manhã, não se lembram de nada.»


por Booktailors às 12:05 | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Seg, 23/Jun/08
De 40 passaram para 50 e são já uma realidade.

A LI - Livrarias Independentes aprovou por unanimidade a sua criação e, após a discussão de vários pontos relativos à sua actividade e relação com outros elos e agentes do mercado, decidiram criar grupos de trabalho para estudar/preparar uma série de iniciativas.

Foi igualmente eleita uma direcção provisória.

Já temos uma associação de livreiros independentes.

Etiquetas:

por Booktailors às 10:30 | comentar | ver comentários (8) | partilhar

Seg, 23/Jun/08
Existe, regra geral, um grande rigor com as traduções que se efectuam, com as revisões, com a paginação, com os materiais utilizados na reprodução gráfica. No entanto, a promoção é muitas vezes ignorada. Verdade seja dita, muitas vezes isso acontece porque restam poucas verbas para este elo da cadeia de valor. Gastar muito dinheiro na promoção poderá mesmo significar que o break even atinja valores irreais para o mercado português. É verdade que, inversamente, gastar pouco dinheiro na promoção quererá também dizer que o livro passará completamente despercebido, mas isso é outra conversa.

Face à necessidade de fazer bem e barato, os editores e responsáveis de marketing têm muitas vezes de puxar pela imaginação e recorrer a ferramentas e meios próximos do custo zero.

A Blogosfera é, já sabem, uma dessas ferramentas que não dispensamos. Que apoiamos, estimulamos. Por isso, é com agrado que vemos sempre campanhas efectuadas na blogosfera, como o caso de José Mário Silva que tem vindo a promover diversos concursos no seu blog, bem como convidar alguns bloggers para que publiquem excertos da sua obra, numa espécie de pré-publicação tradicional que se transfere para o ambiente digital.

Alguns blogs atingem já cifras na ordem dos milhares de visitantes por dia, pelo que é um meio que deve cada vez mais ser considerado pelos estrategas. Mais, estes milhares de visitantes são leitores dedicados que escolheram clicar no favorito ou escrever na barra do browser o endereço do blog. Não foi uma página de publicidade que surgiu no meio do jornal que compramos para ler notícias (não anúncios), ou de um mupi que olha para nós enquanto esperamos pelo autocarro (queremos apanhar o autocarro, não necessariamente saber de um produto que se abeira de nós).


por Booktailors às 10:04 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Seg, 23/Jun/08
O Mundo Digital avança a passos largos.

A última das novidades não se passa na NET, mas na utilização das novas tecnologias na gestão de produção e dos stocks.
E, pois claro, não se passa cá, pois o investimento necessário para isso é ainda elevado e nem toda a gente tem a ousadia da Byblos para inovar.

Se já conhecem a Espresso Book Machine, uma máquina de livros-a-pedido que imprime, monta e encapa livros de capa mole, com capas a 4/0 (cor), a uma média de 40 páginas por minuto (ou seja, um livro de 200 páginas sai quente e pronto em 5 minutos), então fiquem a saber que vem aí uma nova versão das mesma, possivelmente capaz de atingir o dobro da velocidade.

Mas essa não é novidade. A verdadeira novidade é que a rede de livrarias Blackwell, que serve o mercado universitário, acaba de anunciar um acordo de instalação dessas máquinas nas suas livrarias, de modo progressivo, até atingir toda a rede, composta por 60 pontos de venda.

Desse modo, os clientes universitários ficam com a possibilidade de aceder quase instantaneamente a uma universo de livros em ficheiro que poderão imprimir como bem entenderem (volume, selecção, separata, etc.) a preços reduzidos.

Uma boa forma de evitar as fotocópias, diríamos.

---

Relembramos que se encontram abertas as inscrições para a Oficina de Pontuação e para o curso de Marketing do Livro II.


por Booktailors às 09:00 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Seg, 23/Jun/08
David Ferreira, um ano após deixar a EMI, irá lançar a David Ferreira Investidas - uma editora de discos e livros. Ao nível dos livros, a prioridade será para o tratamento da obra do pai (David Mourão-Ferreira), estando previsto o lançamento de alguns inéditos.


por Booktailors às 01:19 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Dom, 22/Jun/08
Dom, 22/Jun/08
Não foi a primeira vez e não será a última, mas o sector ocasionalmente tem de se confrontar com estas situações.

Em Inglaterra, o conhecido (ou seja, mediático) psiquiatra Dr. Raj Persaud, autor da Bantam Press, foi acusado de plágio.

Tendo já admitido que aproveitou em parte o trabalho de outros investigadores, o autor não reconhece ter feito nada de grave e, tal como já ouvimos claramente por cá, desculpou-se com:
«a cutting and pasting error which meant some references had been omitted».

Etiquetas:

por Booktailors às 16:20 | comentar | partilhar

Dom, 22/Jun/08
«Quando alguém reserva o Pavilhão Atlântico para revelar um segredo a sete mil pessoas, acho estranho. Um segredo que se conta a muita gente é uma fofoca. Quem o faz não é um guru, é um linguarudo. Um bufo.
(...)
... vem no livro(...) o depoimento de um homem que estava farto de só receber contas e que visualizou cheques a chegarem à sua caixa de correio. Passado um tempo, foi isso que começou a acontecer. Das duas uma: ou está a omitir que entretanto arranjou um emprego (facto que, convenhamos, não é dispiciendo para explicar dinheiro a chegar); ou então os cheques que chegam são os seus próprios cheques, devolvidos por falta de provisão. É o que acontece a quem visualiza em vez de trabalhar».

Zé Diogo Quintela, hoje, na página 3 do P2.

Etiquetas:

por Booktailors às 11:43 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Dom, 22/Jun/08
Personagem fictícia ou verdadeira este Dr. Sousa Homem?

Para conferir na Pó dos Livros no dia 25, às 18h30.


por Booktailors às 10:20 | comentar | partilhar

Dom, 22/Jun/08
Por ocasião do 120º aniversário do nascimento de Fernando Pessoa, que se assinala a 13 de Junho, a Casa Fernando Pessoa promove um ciclo de conferências, sempre às quartas-feiras, pelas 18h30, seguidas de debate, que se estenderá até à primeira semana do mês seguinte. O programa intitula-se "Fernando Pessoa, O Guardador de Papéis" e conta com a organização de Jerónimo Pizarro. Sessão do dia 11.06.2008:Obra-Vida (Moderador: Patricio Ferrari)Rita PatrícioPessoa e ShakespeareManuel Gusmão O modernismo de Pessoa

4.ª Quarta: 18.06.2008
Biblioteca
(Moderador: António Cardiello)
Carla Gago
De Nietzsche...
Patricio Ferrari
...a Pessoa


</p>

---

Relembramos que se encontram abertas as inscrições para a Oficina de Pontuação e Marketing do Livro II.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 01:09 | comentar | partilhar

Dom, 22/Jun/08

Retirado daqui.


por Booktailors às 00:48 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Sáb, 21/Jun/08
Sáb, 21/Jun/08
Jorge, assim assina o remetente com a sugestiva linha de assunto "todos os livros ", e a mensagem inundou-nos todos os e-mails da consultora.

«Não importa qual , vc pede eu consigo, já tenho um acervo muito grande e estou sempre buscando mais, contate-me ,por mais raro que possa parecer sempre tenho como conseguir, diversas áreas , e assuntos variados , tb cursos , e coleções antigas;

msn , [e-mail]
»

Tenho saudades do tempo em que só nos sugeriam enchertos das partes anatómicas.

Etiquetas:

por Booktailors às 19:23 | comentar | partilhar

Sáb, 21/Jun/08
Arrancou hoje a 2ª série da colecção de "Clássicos da Literatura Portuguesa contados às crianças", do jornal SOL, com o cunho das Quasi Edições.

Esta série é composta por 12 volumes e conta com textos de Albano Martins (autor do volume As Pupilas do Senhor Reitor - uma oferta com o jornal de hoje), José Jorge Letria, Mafalda Ivo Cruz, Rosa Lobato Faria, João de Melo, Gonçalo M. Tavares, Manuel Jorge Marmelo, Fernando Pinto do Amaral, Ana Luísa Amaral, Eduardo Pitta, Francisco José Viegas e António Torrado.


por Booktailors às 16:11 | comentar | partilhar

Sáb, 21/Jun/08
A acompanhar de perto o Diga Cultura, que pretende condensar num só local toda a informação relevante sobre várias áreas da cultura, nomeadamente da literatura.


por Booktailors às 14:40 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Sáb, 21/Jun/08
«Estou um bocado confusa. Confesso que prefiro o livro e o DVD.
(...)
«"Eu já as as aplico [as receitas milagrosas da obra] no dia-a-dia. Só trabalho duas horas por dia e ganho dois mil euros por mês", explica o vendedor de uma empresa multinível, que veio de Alverca, num monovolume que sonha em comprar um Mercedes. "Quer um cartão meu?", pergunta à primeira oportunidade.
(...)
Há um ano era uma mulher devastada pelo fim de uma relação amorosa. Hoje sou uma pessoa confiante porque me 'agarrei' ao livro. E já não quero saber do careca que me deu com os pés
(...)
"O Segredo é mais importante do que a Bíblia. É ele que nos revela a Verdade e não a Igreja Católica", exclama a ex-freira de uma ordem franciscana, que traz sempre o livro na mala. "Cheguei a ler passagens aos passageiros do comboio. (...) Estou rendida.»

Retirado do Expresso de hoje, página 27 do 1º caderno, no qual se publica uma pseudo-reportagem sobre a conferência de Bob Proctor no Pavilhão Atlântico, ao qual acorreram 10,000 pessoas.


por Booktailors às 12:12 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Sáb, 21/Jun/08
Many, many publishers are still nowhere near even managing the basics, of systematically creating and storing and ‘seeding’ sample chapters, excerpts, audio or video author interviews, schedules of author appearances, links to media coverage, featured material on social networking sites and rich bibliographic material.

Sara Lloyd, Manifesto


por Booktailors às 12:00 | comentar | partilhar

Sáb, 21/Jun/08

Retirado daqui.

---

Relembramos que se encontram abertas as inscrições para a Oficina de Pontuação e Marketing do Livro II.


por Booktailors às 09:49 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Sex, 20/Jun/08
Sex, 20/Jun/08
Corre o rumor que a Byblos estará a passar por sérias dificuldades, havendo já quem jure a pés juntos que o fecho está para breve. Contactada pelo Blogtailors, a administração da Byblos negou peremptoriamente este cenário.


por Booktailors às 19:03 | comentar | ver comentários (5) | partilhar

Sex, 20/Jun/08
Hugo Xavier, da Cavalo de Ferro, colocou um comentário grande e abrangente, introduzindo muitas informações de interesse.

Passamos assim a alertar todos os leitores interessados a revisitar a caixa de comentários de Sobre as Devoluções.

Etiquetas:

por Booktailors às 17:19 | comentar | partilhar

Sex, 20/Jun/08
Reproduzimos aqui o mais recente comunicado da LeYa, com o título "Ordem de arresto e desactivação do site Clube dos Livros Escolares leva clube a adoptar nova denominação", referente ao assunto do título e que tem vindo a ser largamente debatido no blogtailors:

«Na sequência do pedido de providência cautelar interposto pela Texto Editores contra Luís Miguel Gonçalves e a empresa Livro Verde, detentora do site Clube dos Livros Escolares, o referido clube, numa permanente fuga à justiça e no desrespeito pela ordem do Tribunal de Sintra, deslocou-se, pela segunda vez, para um novo endereço na Internet e adoptou agora uma nova denominação a fim de continuar a operar.

O pedido de providência cautelar resultou da descoberta pela Texto Editores relativa a apropriação fraudulenta e utilização abusiva pelo Clube dos Livros Escolares de bases de dados que pertencem em exclusivo à editora. O pedido da Texto Editores foi provisoriamente deferido pelo tribunal de Sintra.

Esta terça-feira, dia 17 de Junho, funcionários judiciais e elementos da polícia, em cumprimento da ordem do tribunal, deslocaram-se às instalações do Clube dos Livros Escolares para realizar a apreensão das bases de dados e de todos os computadores e equipamento informático utilizados pelo Clube dos Livros Escolares, bem como para realizar a desactivação deste site.

O Clube dos Livros Escolares ludibriou a execução da ordem do Tribunal de Sintra, deslocando-se, pela segunda vez, para um novo endereço na Internet, onde se encontra a funcionar, e adoptando uma nova denominação, numa situação de evidente e grave desobediência e desrespeito à ordem judicial.

A Texto Editores confia que o cumprimento integral da decisão judicial virá a ser realizado, e que o sistema judicial não tolerará esta mais recente transgressão cometida pelo Clube dos Livros Escolares»

Etiquetas: ,

por Booktailors às 17:16 | comentar | ver comentários (13) | partilhar

Sex, 20/Jun/08
«Neste momento há a FNAC (numa lógica cada vez mais da alta rotação), a Bertrand (que continua a postura de há anos), a Sonae e hipers afins (para livros de altíssima rotação e não mais), a Almedina (de que espero uma lógica mais alternativa) e a inefável Civilização com as suas, agora descaracterizadas, marcas Leitura e Bulhosa. O que há mais do que isso divide-se em dois: as papelarias / livrarias - 487 280 no país - que fazem o seu negócio o livro escolar, o Equador ou o Paulo Coelho (tendo, por isso, mais a ver com a Sonae do que com livros - estranha esta constatação, não é?) e as livrarias ditas independentes.

Estas últimas vão formar uma associação. Boa. Óptima ideia. Porque precisam de um caminho unido que as possa impôr na concorrência aos grupos livreiros. De outra maneira, não haverá forma alguma de conseguirmos que os modelos concentracionais não acabem, como na biologia, com a diversidade. E todos sabemos, agora que nos entras pelos olhos mesmo que não queiramos as preocupações ambientais, como a diversidade é importante.»

Jorge Reis-Sá comenta a recente notícia de criação de uma associação de livreiros, adiantando que também as Quasi irão ter uma loja. Para ler aqui.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 17:04 | comentar | partilhar

Sex, 20/Jun/08
O Grupo LeYa revela os seus dados relativos à feira.

De realçar:

«[...]
A Leya participou neste evento com 15 pavilhões de formato diferente do tradicional e, volvidos os 23 dias de Feira, registou um aumento nas vendas de entre 10 e 15% face ao ano passado
[...]
«a Leya solicitou à empresa GfK Metris a realização de um estudo de investigação de mercado, com o objectivo global de avaliar, junto dos visitantes da Feira do Livro de Lisboa 2008, o impacto e opinião face aos novos pavilhões do grupo.
[...]

- 80% dos visitantes inquiridos da Feira do Livro já tinham visitado, à data do inquérito, a "Praça Leya";

- perto de 60% dos visitantes da Praça Leya afirmaram ter gostado ou gostado muito dos pavilhões e da organização do espaço.

- Cerca de 65% das pessoas que visitaram a Praça Leya gostaram da forma como os livros estavam expostos e da quantidade de livros disponíveis nos pavilhões da Leya.

- O estudo permitiu ainda apurar que, em média, cada visitante da Feira do Livro compra 5 a 6 livros.»

A amostra foi constituída por 433 entrevistas directas, com 15 e mais anos de idade, que visitaram o recinto da Feira do Livro de Lisboa nos dias 31 de Maio e 1 de Junho, entre as 17h e as 22h.
Ficou a cargo da GfK.

Dado o período a que diz respeito essa estatística ser muito reduzido, achamos essencial cruzar outros dados, de forma a observar um pouco as condicionantes deste inquérito.
Como o inquérito diz respeito à percepção da "Praça LeYa", juntamos o grosso da programação desse período nesse espaço:

- No dia 31 de Maio, às 21:30h, a Conferência-debate sobre o livro “O Segredo”, da Lua de Papel (Texto LeYa);
- No dia 1 de Junho, às 15:00, uma peça de teatro chamada "Os Miaus", uma adaptação livre do texto de "Os Maias", de Eça de Queirós, com texto de Sara Rodrigues e ilustrações de Cristiana Resina;
- No dia 1 de Junho, às 18:00 o lançamento do livro “Livro com Cheiro a Caramelo”, de Alice Vieira;
- Durante o fim-de-semana o Grupo LeYa conseguiu reunir 50 autores portugueses para sessões de autógrafos, entre eles António Lobo Antunes, Gonçalo M. Tavares, José Eduardo Agualusa, Nuno Júdice, Mário de Carvalho, Pepetela, Inês Pedrosa, Pedro Mexia, Rui Zink, Matilde Rosa Araújo e Alice Vieira.


por Booktailors às 15:27 | comentar | ver comentários (10) | partilhar

Sex, 20/Jun/08
Txetxu Barandiarán, no seu fenomenal Convalor, colocou um post importante e que também por cá se poderia discutir.

Txetxu começa por referir algo que também por cá era verdade, a inexistência de dados fiáveis até há poucos anos atrás.

Se bem que a edição em Espanha esteja mais avançada a este e a outros níveis, também nós nos defrontaremos proximamente com esta questão:

A GfK já fornece informações relativamente fiáveis (dentro de determinados limites e para determinados mercados e segmentos), assim como irão ser apresentados números mais fiáveis do sector do livro, segundo o anunciado a seu tempo pelo Governo.

Antes desta abundância de informação começar a chegar, é importante harmonizar critérios que permitam cruzar e trabalhar essa informação.


por Booktailors às 14:00 | comentar | partilhar

Sex, 20/Jun/08
Excertos do Perfil de Pais do Amaral, no Público/ Economia de hoje:

«[...]rodear-se de pessoas em quem confia, que desde os tempos da Media Capital o acompanham nos negócios onde está presente. Isaías Gomes Teixeira, que foi jornalista e administrador da Media Capital Outdoors, é hoje administrador e a principal "cara" para o exterior do negócio de Pais do Amaral nos livros;
[...]
outro "sócio misterioso" de longa data com quem mantém parcerias é o multimilionário Nicolas Berggruen, senhor de uma vasta fortuna e avesso a aparecimentos mediáticos, que o "The Wall Street Journal" apontava recentemente como estando a atravessar uma fase mais introspectiva, de investimentos de cariz social.
A Miguel Pais do Amaral, não lhe deu até agora para "investimentos que ajudem a melhorar a vida das pessoas" - isto citando Nicolas Berggruen
[...]
Além das editoras de livros reunidas sob a marca Leya, pelos quais o 2º conde de Alferrarede é actualmente mais conhecido, Pais do Amaral tem estado envolvido em investimentos ligados à energia, vinhos, turismo, imobiliário, finanças, retalho, tecnologias de informação...

"Business" em brasileiro
ASA, Caminho, Dom Quixote, Texto Editores e o grupo Oficina do Livro (que conta com cinco editoras) são apenas as marcas mais conhecidas do novo grupo Leya, que é também dono de empresas em Angola e Moçambique e está atento a oportunidades de entrada no Brasil. Em conjunto, as 15 marcas e editoras representadas atiram este negócio para uma facturação anual superior a 100 milhões de euros e transformaram rapidamente a Leya num dos maiores actores do mercado livreiro português.
[...]
Mas ao contrário do que sucede no mundo dos livros, onde a estratégia de rápido crescimento da Leya tem levantado polémica q.b., na energia a entrada está a fazer-se com "pezinhos de lã": com poucas notícias, sem anúncios de concretização, sociedades criadas no segredo dos deuses que mudam de nome e de sócios pouco tempo depois.
[...]
Nos azeites, Pais do Amaral registou em seu nome uma marca com evocações familiares: Castelo de Alferrarede. É nesta freguesia do concelho de Abrantes que gere uma propriedade herdada da família, que recebeu o título nobiliárquico durante o século XVIII, quando era rei D. José.
[...]»

Para mais informações, têm mesmo de ir ler o jornal.

Etiquetas:

por Booktailors às 12:55 | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Sex, 20/Jun/08
O Jornal Público, pois Isabel Coutinho acaba de anunciar que no Suplemento de Economia saiu um perfil de Miguel Pais do Amaral.

Etiquetas:

por Booktailors às 12:30 | comentar | partilhar

Sex, 20/Jun/08
Publishers would focus value around subject or genre expertise and intimate, direct market knowledge, providing editorial and marketing functions beyond the merely ‘technical’. [...] publishers would need to move back further into the territory of filter and editorial consultant and to refocus energies on their (oft forsaken) role as career nurturers for authors.
[...]
They would also need to develop brands around subject or genre niches so that their platforms are able to gain traction over those developed by competitors and to become far, far better at direct sales and marketing. Publishers will need to press further into the retail space, developing direct relationships with consumers of their content, if they are to become an effective bridge between authors and readers. Whatever shape the future holds, it looks like publishers won’t survive unless they regain some of the roles that over the years have been handed off to other partners in the distribution chain.


Sara Lloyd, Manifesto


por Booktailors às 11:30 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Sex, 20/Jun/08
Já sabemos que o Grupo Planeta comprou a Editis.

Mas sabemos também que os franceses são por natureza reivincidativos e, claro está, não poderiam perder a oportunidade para exigir parte do valor que os patrões ganharam com a venda.

A petição exigindo que 25% do valor líquido seja distribuído em bónus já foi entregue à direcção.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 09:00 | comentar | partilhar

Sex, 20/Jun/08
Não, ainda não são os Prémios de Edição LER Booktailors, mas uma versão mais restrita dos mesmos na Alemanha.



Trata-se da exposição dos prémios de design editorial que esteve patente na Biblioteca Orlando Ribeiro, em Telheiras, Lisboa.





Etiquetas:

por Booktailors às 06:00 | comentar | partilhar

Qui, 19/Jun/08
Qui, 19/Jun/08
Devido à elevada procura que o 1º Curso de Marketing do Livro teve, decidimos abrir um segundo curso, nos dias 15, 17, 22, 24, 29 e 31 de Julho (18h30-21h30). Como acrescento da informação veiculada neste post, publicamos o programa completo do curso (igual para os dois cursos).


AULA 1: CONCEITOS-BASE DE MARKETING. SUA APLICAÇÃO AO MERCADO DO LIVRO.

1. Conceitos-base. Definição, caracterização, estratégias, objectivos:
1.1 Mercado
1.2 Marketing
1.3 Marca
1.4 Posicionamento
1.5 Segmentação
1.6 Naming


AULA 2: ANÁLISE DE AMBIENTE. O NEGÓCIO DO LIVRO EM PORTUGAL

2. Caracterização do Negócio do Livro
2.1 O carácter livre do mercado do livro
2.2 Valor de Mercado. A ausência de estatísticas
2.3 As fusões, aquisições e a constituição de grandes grupos editoriais
2.4 Concentração dos pontos de venda
2.5 Alteração do perfil de leitor

3. Protagonistas: casas de edição.
3.1 Os grandes grupos de edição
3.2 As PME – Pequenas e médias editoras
3.3 As imprints. As editoras de nichos.

4. Os canais de vendas (Retalho tradicional, Livrarias online, Grandes Superfícies, Armazéns e cadeiras de livrarias, Canais emergentes,…)


AULA 3: O PRODUTO

5 Conceitos-base
5.1 Carácter prototípico do livro
5.2 Canibalização do mercado e pouca permanência de produtos no ponto de venda
5.3 Carácter não concorrencial / de substituição do produto
5.4 Necessidades de diferenciação
5.5 Necessidades de referenciação ou permanência a factores centrais
5.6 Carácter charneira do produto
5.7 Papel social do Livro
5.8 Características intrínsecas do livro

6. Planeamento e projecção do produto

6.1 Mercado-potencial/alvo
6.2 Factores centrais de motivação
6.3 Abordagens à estratégia de produto:
6.3.1 Produto
6.3.2 Colecção
6.3.3. Marca

6.4 Observação e análise
6.4.1 Ideias ofensivas
6.4.2 Ideias defensivas
6.4.3 Estratégias tradicionais
6.4.4 Estratégias dependentes

7. Gestão do produto
7.1 Ciclos de vida
7.2 Rentabilidade


AULA 4: O PREÇO

8. A Cadeia de valor na formação do preço

9. Lei do Preço Fixo do Livro. O caso português

10. O Preço de Venda ao Público, o Desconto Médio
10.1 Noções base: PVP, Desconto Médio, papel da editora e restantes agentes face ao mercado;
10.2 Estrutura de consignação e seu impacto na política de preço


11. Estabelecimento do preço
11.1 Valor real
11.2 Estrutura de Custos
11.3 Valor Percebido
11.4 Valor de Mercado

12. Estratégias de valorização do produto livro
12.1 Avaliação da qualidade;
12.2 O Marketing-mix como estratégia de valorização;
12.3 Tipologia de valorizações face ao perfil de editora / público.

13. Preço Médio de Venda ao Público
13.1 A competitividade
13.2 A gestão do preço na vida do produto

AULA 5: A DISTRIBUIÇÃO

14. Tendências da distribuição em Portugal (A configuração do layout de produtos no ponto-de-venda, Os saldos e as feiras do livro, A política de descontos, Os novos canais de vendas,...)

15. Os modelos de distribuição
15.1 Própria
15.2 Delegada
15.3 Mista

16. Caracterização dos principais canais de venda
16.1 As livrarias tradicionais
16.1.1 Caracterização.
16.1.2 Críticas comuns
16.1.3 Boas práticas

16.2 Armazéns e cadeias de livrarias. Caracterização.
16.3 As grandes superfícies. Caracterização.
16.4 As livrarias online. Caracterização.
16.5 Os canais emergentes.

17. Protagonistas. As distribuidoras. A força de vendas das editoras

18. Contributos para uma boa gestão.


AULA 6: A COMUNICAÇÃO

19. Caracterização da comunicação editorial ( o investimento neste elo da cadeia de valor; os meios de comunicação social; a necessidade de falar com público-final e as bases de dados de leitores;; a noção de marca na comunicação editorial;

20. As ferramentas e instrumentos de comunicação dos editores

21. Os meios de comunicação social tradicionais
21.1. Imprensa
21.2 Rádios
21.3 Televisão

22) Os novos meios comunicação social
22.1 Blogosfera
22.2 Comunidades sociais
22.3 Os wikis
22.4 Outros.

N.º de sessões: 6.

Datas: 15, 17, 22, 24, 29 e 31 de Julho

N.º horas/sessão: 3h.

Horário: pós-laboral (18:30-21:30).

Total de horas: 18 horas.

Preço: 225,00 euros.

Descontos: 10% para todos os ex-alunos e estudantes.

Para pré-inscrição, por favor envie CV (com a referência: MKT 2) para: info@booktailors.com. A formação decorrerá no Bookoffice - Rua Nova do Almada, 59 - 3.º, Lisboa.


por Booktailors às 17:49 | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Qui, 19/Jun/08
Na sequência da discussão que está a ser desenvolvida em torno do press da LeYa /Texto Editores, surgiu uma notícia de última hora, no Público, que envolve o tema e uma das personagens em discussão.

«Começa amanhã campanha para reutilização de livros escolares

A associação ENTRAJUDA lança amanhã, em conjunto com o Clube dos Livros e as livrarias Bertrand, uma campanha de recuperação de livros escolares usados para reutilização.

[...]

Os livros escolares reutilizáveis, ou seja, ainda em vigor e em bom estado, podem ter um valor equivalente a 20 por cento do preço do livro [...] os livros que se enquadrem nos requisitos de qualidade e validade e que possam ser reutilizados serão disponibilizados para venda online no site www.clubedoslivros.com ou através da Linha de Apoio 214 691 892, com 50 por cento de desconto sobre o preço de venda.»

Mais informações aqui.

Etiquetas:

por Booktailors às 17:39 | comentar | ver comentários (8) | partilhar

Qui, 19/Jun/08
«O surgimento da Booktailors tem uma importância no mundo editorial português que o tempo irá confirmar. São os primeiros consultores editoriais a estabelecerem um projecto profissional de parceria com as editoras, sempre atentos tanto ao mercado dos livros como aos livros sem mercado.»

Agradecemos ao Jorge Reis-Sá as palavras que nos dirige.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 17:32 | comentar | partilhar

Subscreva a nossa newsletter

* indicates required
Publicações Booktailors
Carlos da Veiga Ferreira: Os editores não se abatem, Sara Figueiredo Costa



PVP: 12 €. Oferta de portes (válido para território nacional).

Fernando Guedes: O decano dos editores portugueses, Sara Figueiredo Costa



PVP: 10,80 €. Preço com 10% de desconto e oferta de portes (válido para território nacional).

A Edição de Livros e a Gestão Estratégica, José Afonso Furtado



PVP: 16,99 €. 10% de desconto e oferta de portes.

Livreiros, ler aqui.

PROMOÇÃO BLOGTAILORS



Aproveite a oferta especial de dois livros Booktailors por 20 €.

Compre os livros Fernando Guedes: O decano dos editores portugueses, de Sara Figueiredo Costa e A Edição de Livros e a Gestão Estratégica, de José Afonso Furtado por 20 €. Portes incluídos (válido para território nacional).

Encomendas através do e-mail: encomendas@booktailors.com.

Clique nas imagens para saber mais.
Leitores
Acumulado (desde Setembro 2007):

3 000 000 visitas


Site Meter
arquivo

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Etiquetas

acordo ortográfico

adaptação

agenda do livro

amazon

apel

associativismo

autores

bd | ilustração

bertrand

bibliotecas

blogosfera

blogtailors

blogtailorsbr

bookoffice

booktailors

booktrailers

byblos

coleção protagonistas da edição

correntes d'escritas 2009

correntes d'escritas 2010

correntes d'escritas 2011

correntes d'escritas 2012

design editorial

dia do livro

direitos de autor

distribuição

divulgação

e-book

e-books

edição

editoras

editores

emprego

ensaio geral na ferin

entrevista

entrevistas booktailors

estado | política cultural

estatísticas e números

eventos

feira do livro de bolonha 2010

feira do livro de frankfurt 2008

feira do livro de frankfurt 2009

feira do livro de frankfurt 2010

feira do livro de frankfurt 2011

feira do livro de frankfurt 2013

feira do livro de lisboa

feira do livro de lisboa 2009

feira do livro de lisboa 2010

feira do livro do porto

feira do livro do porto 2009

feiras do livro

feiras internacionais

festivais

filbo 2013

fnac

formação

formação booktailors

fotografia | imagem

fusões e aquisições

google

homenagem

humor

ilustração | bd

imagens

imprensa

internacional

kindle

lev

leya

língua portuguesa

literatura

livrarias

livro escolar

livro infantil

livros

livros (audiolivro)

livros booktailors

london book fair

marketing do livro

mercado do livro

notícias

o livro e a era digital

óbito

opinião

opinião no blogtailors

os meus livros

poesia

polémicas

porto editora

prémios

prémios de edição ler booktailors

profissionais

promoção à leitura

revista ler

sítio web

sociologia e hábitos da leitura

tecnologia

top livros

twitter

vídeo

todas as tags