Booktailors
info@booktailors.com

Travessa das Pedras Negras

N.º 1, 3.º Dto.

1100-404 Lisboa
(+351) 213 461 266

Facebook Booktailors
Twitter Booktailors

FourSquare Booktailors



Facebook Bookoffice


Editoras Nacionais
Livrarias Nacionais
Livrarias on-line
Editoras Brasileiras
Imprensa Brasileira
Blogosfera Brasileira
Eventos no Brasil
Imprensa Internacional

Associações e Institutos de Investigação
Feiras internacionais
Ter, 24/Mar/15
Ter, 24/Mar/15

 

«Comemora-se hoje o centenário de Orpheu, cujo primeiro número terá saído da gráfica no dia 24 de Março de 1915. Como um grupo de rapazes de vinte e poucos anos, liderado por Pessoa e Sá-Carneiro, lançou o modernismo em Portugal e mudou para sempre a paisagem cultural e literária do país.» Ler no Público.

 

«Orpheu tinha a poesia e a irreverência de Fernando Pessoa, Almada e Mário de Sá-Carneiro. Dirigida por Luís de Montalvor e pelo brasileiro Ronaldo de Carvalho, Orpheu nasce do impulso e entusiasmo de Fernando Pessoa e Mário de Sá Carneiro; o mecenas foi o pai deste poeta precoce e tragicamente desaparecido, que já não estaria disposto a pagar a impressão do terceiro número tal fora o estremeção social e o escândalo provocado pelos dois anteriores.» Ler no Expresso

 

«"Há apenas duas coisas interessantes em Portugal - a paisagem e o Orpheu" escrevia Fernando Pessoa após o lançamento da revista em março de 1915. Dessa, da qual diria ainda ser "à prova de Portugal", comemora-se agora o centenário.» Ler no Diário de Notícias.

 

«A revista Orpheu abriu novos caminhos na literatura portuguesa, permitindo questionar o homem e os seus abismos e levar a limites desconhecidos a invenção da escrita e da palavra.» Opinião de António Valdemar no Público

 

«A Casa Fernando Pessoa, em Lisboa, vai assinalar o centenário da revista Orpheu, a partir de quarta-feira, com um programa aberto ao público, de caráter transversal, com artes plásticas, performances e leituras.» Ler no Diário Digital.

 


por Booktailors às 15:00 | comentar | partilhar

Seg, 16/Fev/15
Seg, 16/Fev/15

 

Hilary Mantel recebeu o título de dama pelo príncipe de Gales pelos seus serviços à literatura. A escritora de 62 anos foi homenageada durante uma cerimónia no Palácio de Buckingham. Saiba mais aqui.


por Booktailors às 15:00 | comentar | partilhar

Qua, 4/Fev/15
Qua, 4/Fev/15

 

«A poetisa, romancista e atriz Rosa Lobato de Faria foi homenagem esta segunda-feira na escola que tem o seu nome em Lisboa, numa cerimónia organizada pela autarquia da capital para assinalar os cinco anos sobre a sua morte.» Ler no Correio da Manhã.


por Booktailors às 15:30 | comentar | partilhar

Qua, 17/Dez/14
Qua, 17/Dez/14

 

«O Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, inaugura na terça-feira uma exposição em homenagem a Agustina Bessa-Luís, com 20 painéis ilustrados com textos e fotografia, sobre a vida e a obra da escritora. O diretor do museu, Antonio Carlos Sartini, refere, em comunicado divulgado hoje, que a mostra – organizada pelo museu, pelo Instituto Camões e pelo Consulado Geral de Portugal em São Paulo – é uma oportunidade para os brasileiros conhecerem a autora, que não é muito lida no Brasil.» Ler no Observador.


por Booktailors às 17:30 | comentar | partilhar

Qua, 10/Dez/14
Qua, 10/Dez/14

 

«A Casa dos Bicos, em Lisboa, sede da Fundação José Saramago (FJS), tem hoje entrada livre, celebrando o 16.º aniversário da entrega do Prémio Nobel da Literatura ao autor de Memorial do Convento.

 

Hoje, data em que também se assinala o Dia Internacional dos Direitos Humanos, efeméride à qual se associa a Fundação, "os visitantes receberão cópias do discurso proferido pelo escritor em Estocolmo", afirma em comunicado a FJS». Ler no Diário de Notícias, no Correio da Manhã, no Diário Digital, na RTP e na Renascença.


por Booktailors às 14:30 | comentar | partilhar

Ter, 9/Dez/14
Ter, 9/Dez/14

festa da poesia jpeg.jpg

 

9 de dezembro

 

9.30 | Estabelecimento Prisional do Porto | Recital de Poesia na Prisão

 

A prisão de Custoias é um dos locais escolhidos em Matosinhos para levar a palavra declamada. Nesta sessão, convidam-se os diseurs Isaque Ferreira e Rui Spranger a selecionarem alguns poemas e a declamá-los num recital de poesia na prisão.

 

Convidados: Isaque Ferreira e Rui Spranger.

-

Fique atento à próxima oferta de  formação da Booktailors relativa ao ano letivo 2015/2016.


por Booktailors às 09:00 | comentar | partilhar

Seg, 8/Dez/14
Seg, 8/Dez/14

festa da poesia jpeg.jpg

 

8 de dezembro

 

 

10.30 | Lar de Sant’Ana | Leitura de poesia por autores de Matosinhos no Lar de Sant’Ana

 

Nesta sessão, o Lar de Sant’Ana recebe autores naturais de Matosinhos para uma leitura de poemas e interação com a população idosa. Sob o mote geral deste dia, os escritores de Matosinhos são convidados a selecionar e ler poemas aos idosos e funcionários do Lar de Sant’Ana, criando uma sessão que visa a inclusão deste público na celebração da Festa da Poesia.

 

Convidados: Belmiro Galego, Joaquim Queirós e Pedro Azevedo

 

 

11.00 | Espaço Infanto-juvenil da Bibliteca Municipal Florbela Espanca | Todos a Rimar: oficina de rimas com Adélia Carvalho

 

Num dia de lazer para as famílias, estas são convidadas a participar na oficina de rimas dinamizada por Adélia Carvalho na Biblioteca Municipal Florbela Espanca. Uma atividade que visa despertar os mais novos para o interesse pela palavra escrita e falada.

 

 

18.30 | Auditório da Biblioteca Municipal Florbela Espanca | Poemas no Quarto Escuro

 

Apelando ao poder da palavra e potenciando esse poder pela via sensorial, quatro personalidades são convidadas a conceber um espetáculo, num ambiente totalmente escuro. Uma sessão que se pretende uma experiência sensorial da palavra, pensada especialmente para pessoas com necessidades especiais mas aberta a toda a comunidade.

 

Convidados: Adolfo Luxúria Canibal, Capicua, Daniel Jonas, Renato Filipe Cardoso

-

Fique atento à próxima oferta de  formação da Booktailors relativa ao ano letivo 2015/2016.


por Booktailors às 10:00 | comentar | partilhar

Dom, 7/Dez/14
Dom, 7/Dez/14

festa da poesia jpeg.jpg

  

7 de dezembro

 

 

21.30 | Biblioteca Municipal Florbela Espanca | Apresentação e leitura de poemas da antologia Cem Poemas para Salvar a Nossa Vida

 

A Câmara Municipal de Matosinhos apresenta a antologia Cem Poemas para Salvar a Nossa Vida, compilada especialmente para a Festa da Poesia. A apresentação da obra estará a cargo do editor e organizador da antologia Francisco José Viegas.

 

Convidados: Daniel Jonas, Francisco José Viegas, João Luís Barreto Guimarães.

 

 

22.15 | Biblioteca Municipal Florbela Espanca | Conversa: Poemas para Salvar a Vida

 

Depois da leitura de poemas da antologia Cem Poemas para Salvar a Nossa Vida, os poetas do Norte convidados para esta mesa conversam sobre a palavra como salvação dos homens. Poderá a poesia ser uma tábua de salvação em tempos como os que vivemos? Um diálogo em torno do mote para a celebração deste dia.

 

Convidados: Francisco José Viegas, João Luís Barreto Guimarães, Mário Cláudio.

Moderador: Tito Couto.

 

 

23.05 | Café da Praça | Sessão de poetry slam

 

A poesia tem sido o centro de uma tendência emergente nos centros urbanos: o poetry slam. Numa sessão que pretende dar a conhecer este novo uso da palavra, convidamos Alexandre Sá (vencedor do 1.º Poetry Slam de Matosinhos e 2.º classificado na competição nacional PortugalSLAM 2014) e os restantes finalistas do 1.º Poetry Slam de Matosinhos a conceber e apresentar um espetáculo original de poetry slam.

 

Convidados: Alexandre Sá, Cláudia Amorim, Figas de Saint-Piérre de La Buraque, Maria Filigrana.

-

Fique atento à próxima oferta de  formação da Booktailors relativa ao ano letivo 2015/2016.


por Booktailors às 09:00 | comentar | partilhar

Sáb, 6/Dez/14
Sáb, 6/Dez/14

festa da poesia jpeg.jpg

 

 

A Festa da Poesia, a ter lugar em Matosinhos, tem início já amanhã, dia 7 de dezembro. A edição de 2014, que decorrerá até 9 de dezembro, terá como tema principal os «Poemas para Salvar a Vida» e contará com as habituais leituras públicas e conversas acerca de odes, musas e versos.

 

O espetáculo «Poemas no Quarto Escuro» pretende dar primazia à palavra, onde nomes como Adolfo Luxúria Canibal, Capicua, Daniel Jonas e Renato Filipe Cardoso estarão em cena no auditório da Biblioteca Municipal Florbela Espanca com as luzes apagadas, de forma a apelar ao poder da palavra dita.

 

O evento conta ainda abordar a poetry slam, uma tendência emergente nos centros urbanos, através de um espetáculo com alguns dos mais representativos intérpretes nacionais.

 

A antologia Cem Poemas para Salvar a Nossa Vida, compilada especialmente para esta edição da Festa da Poesia, vai ser apresentada pelo seu editor e organizador, Francisco José Viegas. Daniel Jonas e João Luís Barreto Guimarães são os convidados que irão ler os poemas publicados nesta edição única. O debate que se seguirá conta com a participação de Mário Cláudio, em volta da Palavra e do seu papel na salvação da humanidade.

 

Esta iniciativa é um projeto da Câmara Municipal de Matosinhos, com a produção executiva da Booktailors, que pretende homenagear e celebrar os 84 anos sobre a morte de Florbela Espanca e os 120 anos do seu nascimento.

-

Fique atento à próxima oferta de  formação da Booktailors relativa ao ano letivo 2015/2016.


por Booktailors às 09:00 | comentar | partilhar

Sex, 5/Dez/14
Sex, 5/Dez/14

festa da poesia jpeg.jpg

 

A Festa da Poesia, iniciada em 2005, vai voltar a realizar-se em Matosinhos, de 7 a 9 de dezembro, para comemorar os 84 anos sobre a morte de Florbela Espanca.

 

Esta iniciativa é um projeto da Câmara Municipal de Matosinhos, com a produção executiva da Booktailors, que pretende homenagear e celebrar os poetas e a poesia em língua portuguesa.

 

A edição de 2014 terá como principal tema os «Poemas para Salvar a Vida» e contará com as habituais leituras públicas e conversas, contando ainda com  o espetáculo «Poemas no Quarto Escuro». O evento abordará ainda a tendência de poetry slam e será o palco para a apresentação da antologia Cem Poemas para Salvar a Nossa Vida.


por Booktailors às 18:00 | comentar | partilhar

Seg, 24/Nov/14
Seg, 24/Nov/14

 

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, irá homenagear os escritores Isabel Allende, Tom Brokaw e Marlo Thomas com a Medalha Presidencial da Liberdade. A cerimónia terá lugar no dia 24 de novembro. Saiba mais aqui.

-

A Booktailors já está a divulgar a sua oferta formativa para o 2.º semestre de 2014Curso de Revisão de Texto - nível inicial.


por Booktailors às 09:00 | comentar | partilhar

Sex, 14/Nov/14
Sex, 14/Nov/14

 

«Cerca de um mês depois de ter saído o seu Alabardas, Alabardas, Espingardas, Espingardas, trinta páginas de um romance que ficou por terminar, ficámos a saber que José Saramago vai ser homenageado em Washington (EUA), na Biblioteca do Congresso. O tributo ao Prémio Nobel é apenas uma das muitas iniciativas que compõem o programa do festival "Iberian Suite: Arts Remix Across Continents", uma mostra de criação contemporânea de Portugal e Espanha que terá lugar no John F. Kennedy Center for the Performing Arts, em Washington, entre os dias 3 e 24 de março de 2015.

 

Ainda nos livros e na literatura, há a referir a participação de Afonso Cruz, José Luís Peixoto, Gonçalo M. Tavares e Dulce Maria Cardoso, e ainda de Fernando Pessoa, que será evocado através das palavras dos admiradores e estudiosos da sua obra, como Richard Zenith, e através do retrato que Vhils (Alexandre Farto), o artista de rua, fará a partir de páginas dos seus livros nas paredes do Kennedy Center». Ler no Expresso.


por Booktailors às 16:00 | comentar | partilhar

Qui, 13/Nov/14
Qui, 13/Nov/14

 

«A editora dedica a trigésima edição do Porto de Encontro a Maria Alberta Menéres, homenageando a autora numa sessão que decorre no próximo domingo, às 17h00, na Casa das Artes, no Porto e que, moderada pelo jornalista Sérgio Almeida, conta com as participações de Fernando Pinto do Amaral, comissário do Plano Nacional de Leitura, do escritor António Torrado e de Eugénia Melo e Castro, que cantará algumas das canções do álbum que acompanha o livro. Na semana seguinte, também no domingo, 23, pelas 16h, a obra será apresentada em Lisboa, na Fundação Calouste Gulbenkian». Ler no Sol.

 

«A cantora e compositora Eugénia Melo e Castro, o escritorAntónio Torrado, o comissário do Plano Nacional de LeituraFernando Pinto do Amaral e a ilustradora Mariana Melo são os participantes da edição deste mês do ciclo de conversas com escritores Porto de Encontro, durante a qual vai ser homenageada a escritora Maria Alberta Menéres. A sessão está marcada para o dia 16 (domingo), às 17 horas, na Casa das Artes, no Porto». Ler no Babel.


por Booktailors às 15:30 | comentar | partilhar

Qua, 12/Nov/14
Qua, 12/Nov/14

 

O jornal Telegraph lançou a 2.ª edição do Prémio em Memória de Cassandra Jardine, no valor de 1275 euros. O vencedor será anunciado em fevereiro do próximo ano. Saiba mais aqui.


por Booktailors às 12:00 | comentar | partilhar

Sex, 24/Out/14
Sex, 24/Out/14

 

 «Inaugurada este mês, Duras Song tem como subtítulo Portrait d’une Écriture (Retrato de uma escrita), e apresenta-se, de facto, como mostra das expressões mais diversas com que Duras transformou a sua vida num acto permanente de escrita. O dispositivo simultaneamente cénico, narrativo e, digamos, performativo da exposição é um cubo, com um lado de fora e um lado de dentro, as duas dimensões que os responsáveis quiseram captar – e expor – da vida e da obra da autora de Barragem Contra o Pacífico.» Ler no Público.


por Booktailors às 12:12 | comentar | partilhar

Seg, 20/Out/14
Seg, 20/Out/14

 

«O inglês mais famoso do século XIX pode agora ser "visitado" em Londres, na primeira exposição (na capital inglesa) desde 1951. Estão prometidas fotografias, pinturas e artefactos originais.» Ler no Observador.


por Booktailors às 11:45 | comentar | partilhar

Ter, 14/Out/14
Ter, 14/Out/14

 

«Sessenta anos após a publicação de A Sibila, o romance que, segundo Eduardo Lourenço, marcou o fim da hegemonia do neo-realismo na ficção portuguesa, a Gulbenkian inaugura esta terça-feira o congresso internacional Ética e Política na Obra de Agustina Bessa-Luís, cujo segundo dia coincidirá com o 92.º aniversário da romancista.

 

Organizado pelo Círculo Literário Agustina Bessa-Luís, o encontro servirá ainda de palco à estreia mundial da ópera Três Mulheres com Máscara de Ferro, baseada num texto da autora, que será apresentada na sala polivalente do Centro de Arte Moderna da Gulbenkian. Produzida pelo Teatro Aberto, a ópera tem música de Eurico Carrapatoso, direcção musical de João Paulo Santos e encenação de João Lourenço.» Ler no Público.

 

«O presidente do Centro Nacional de Cultura, Guilherme d’Oliveira Martins faz a conferência de abertura do congresso, hoje às 09.30, depois de aberto oficialmente por Eduardo Marçal Grilo, administrador da FCG, e das comunicações de Mónica Baldaque e Isabel Pires de Lima, da direção do Círculo Literário Agustina Bessa-Luís.

 

O congresso, que decorre hoje e quarta-feira na FCG, inclui, entre outras, as participações do ex-ministro das Finanças, Miguel Cadilhe, do ex-Presidente da República, António Ramalho Eanes, e ainda dos escritores como Almeida Faria, Lídia Jorge, Gonçalo M. Tavares, Fernando Pinto do Amaral, Inês Pedrosa e Miguel Real.» Ler no iOnline.

 

«Antecipando o congresso, a Fundação publicou, em agosto último, Elogio do Inacabado, livro que reúne cinco inéditos de Agustina Bessa-Luís, provenientes da segunda metade da década de 1960.» Ler na RTP. Ver na RTP.

 

«Três Mulheres com Máscara de Ferro, ópera de Eurico Carrapatoso sobre inédito de Agustina, estreia-se esta noite na Gulbenkian, seguindo depois para o Teatro Aberto.» Ler no Diário de Notícias.

 

«As três protagonistas da ópera - Fanny Owen, Ema e Sibila -, provenientes de diferentes títulos da obra literária de Agustina, serão interpretadas pelas solistas Ana Ester Neves, Angélica Neto e Patrícia Quinta, respetivamente. A música foi composta para clarinete, violino, violoncelo e piano.» Ler no Diário Digital.

 

«"Resolvi não alterar uma única linha da prosa de Agustina Bessa-Luís. Digamos que foi um desafio que quis correr”, diz o compositor Eurico Carrapatoso, em entrevista à Renascença.» Ler na Renascença. Ver na Renascença.


por Booktailors às 10:39 | comentar | partilhar

Qua, 8/Out/14
Qua, 8/Out/14

 

«Um prémio com o nome Vasco Graça Moura foi criado pelo grupo Estoril-Sol, numa homenagem ao escritor, poeta e ensaísta falecido em abril último, disse à Lusa fonte daquele grupo empresarial.» Ler no Diário de Notícias.

 

«"O Prémio Vasco Graça Moura terá uma natureza muito abrangente, vocacionado para distinguir a Cidadania Cultural, em memória do homenageado, que desenvolveu uma invulgar e brilhante atividade intelectual em diferentes domínios", disse a mesma fonte.» Ler no Diário Digital e na Visão.

 

«Vasco Graça Moura presidiu, desde 2007, os júris dos prémios literários Fernando Namora e Revelação Agustina Bessa-Luís, também instituídos por aquele grupo.

 

Quanto ao júri do novo galardão, a mesma fonte adiantou à Lusa que "será o mesmo dos prémios literários", que é presidido por Guilherme D`Oliveira Martins, e do qual fazem parte Maria Alzira Seixo, José Manuel Mendes, Manuel Frias Martins, Maria Carlos Gil Loureiro, Liberto Cruz, João Lobo Antunes, Lima de Carvalho e Dinis de Abreu.

 

"O regulamento do prémio está a ser elaborado, devendo os pormenores serem divulgados antes do fim do ano", disse a mesma fonte.» Ler na RTP.


por Booktailors às 11:30 | comentar | partilhar

Seg, 6/Out/14
Seg, 6/Out/14

 

«Criado em 2008 pelo então presidente da Câmara de Penafiel, Alberto Silva Santos, o Escritaria, que este ano homenageou a romancista Lídia Jorge, é um festival literário com uma característica peculiar: tudo gira em volta de um só autor ou autora. E este tudo inclui não apenas a programação propriamente dita, mas todo o centro histórico da cidade, que por estes dias se encheu de textos, frases e fotografias da escritora, impressos nos mais diversos suportes e espalhados por ruas, paredes e montras de lojas.

 

Se a isto somarmos simpáticos grupos de estudantes a tocar e a cantar para a autora, artistas plásticos a pintar ao vivo grandes painéis alusivos a um algum aspecto da sua obra, e dezenas de comerciantes a vir cumprimentá-la à porta das lojas, com essa mesma gentileza simultaneamente calorosa e tímida que se imagina na recepção a alguma rainha, a impressão de conjunto pode ser um bocadinho avassaladora. “É preciso estofo para não se ficar vaidosa”, confessava esta sexta-feira Lídia Jorge ao actual presidente da Câmara de Penafiel, Antonino de Sousa, antes de iniciar o trajecto entre os Paços do Concelho e a Biblioteca Municipal, onde iria ser descerrada uma frase sua, para ficar para sempre como testemunho desta sua passagem pela cidade.» Ler no Público.

 

«A segunda sessão de conferências, no domingo à tarde, juntou Pierre Léglise-Costa, Karin von Schweder-Schreiner, Eunice Muñoz, Cucha Carvalheiro, João Céu e Silva, Mónica Baldaque e Mário de Carvalho. Particularmente interessantes foram as intervenções dos dois primeiros oradores, que permitiram avaliar o impacto internacional da obra de Lídia Jorge. Léglise-Costa começou por exibir um exemplar da revista Magazine Littéraire, que em 2013 incluiu a escritora portuguesa numa lista das "dez grandes vozes da literatura estrangeira", explicando depois o caminho percorrido até essa consagração, desde que a publicação dos livros de Lídia Jorge teve início em França, nos anos 80, com a sua tradução de Notícia da Cidade Silvestre.» Ler no Expresso.

 

«A escritora Lídia Jorge confessou hoje, no Festival Literário Escritaria, estar sob efeito de "um gigantesco embaraço", após os elogios à obra da romancista, em Penafiel, deixados por personalidades ligadas às letras.» Ler no Notícias ao Minuto e no Diário Digital.

 

«O Escritaria, que dura cinco dias, ficará ainda marcada pelo lançamento do conto O Organista, o novo livro de Lídia Jorge, que será apresentado sábado à noite no Museu Municipal de Penafiel.» Ler na Renascença. Ouvir na Renascença. Ver na RTP.

 

«A sétima edição tem a escritora Lídia Jorge como homenageada e as personagens dos seus livros ocupam as ruas e deixam as pessoas curiosas.» Ler no Diário de Notícias.

 

«A escritora Lídia Jorge defendeu esta tarde [5], no Escritaria, em Penafiel, onde está a ser homenageada, que "a cultura é uma porta fundamental" para se sair da crise.

 

"Neste momento de crise, toda a gente está a perceber que a cultura é uma porta fundamental para sairmos dela", disse, comentando ainda: "A cultura vive com o mínimo dos mínimos, mas sabemos que, a partir dela, multiplicando, faz os máximos dos máximos".» Ler no iOnline e no Diário Digital.

 

«O escritor Mário de Carvalho elogiou, durante a tarde deste domingo, no festival Escritaria, em Penafiel, a escrita de Lídia Jorge por ter, em 1980, introduzido "um toque invulgar" na produção literária portuguesa.

 

"Ela foi importante para uma geração de escritores que apareceu nessa altura", afirmou, dirigindo-se à romancista homenageada na edição deste ano daquele festival literário.» Ler no Correio da Manhã, no Diário Digital e na RTP.

 

«Os jornalistas José Carlos Vasconcelos e Armindo Mendes venceram o prémio carreira e o prémio de jornalismo Escritaria, respetivamente, foi hoje [4] anunciado.» Ler no Diário Digital e na RTP.


por Booktailors às 10:49 | comentar | partilhar

Qua, 24/Set/14
Qua, 24/Set/14

 

«A vila de Cascais comemora, de 3 a 5 de Outubro, o 450.º aniversário de William Shakespeare e traz até ao Centro Cultural de Cascais e à Casa das Histórias Paula Rego os académicos António Feijó, Maria Helena Serôdio, Mário Avelar, Mário Vieira de Carvalho, o encenador Carlos Avillez e Ana Padrão, Lara Beirão da Veiga e Valerie Bradley.» Ler no Jornal Hardmusica.

 

«A Fundação D. Luís I promove nos dias 3, 4 e 4 de Outubro, no auditório do Centro Cultural de Cascais e da Casa das Histórias Paula Rego, o ciclo "William Shakespeare na Cultura Portuguesa", em comemoração dos 450 anos do nascimento do dramaturgo.» Ler no Diário Digital.


por Booktailors às 11:15 | comentar | partilhar

Sex, 19/Set/14
Sex, 19/Set/14

 

«O centenário do escritor argentino Adolfo Bioy Casares (1914-1999) está a ser assinalado no seu país e em todo o mundo de língua espanhola. Em Espanha, a editora Alianza vai reeditar alguns dos seus títulos mais emblemáticos, como A Invenção de Morel (1940), estranha história de amor cujos protagonistas são um homem e uma mulher que vivem existências incompatíveis em espaços e tempos paralelos, ou A Guerra dos Porcos(1969), que relata um inexplicável surto de violência juvenil contra idosos num bairro de Buenos Aires.

 

Em Buenos Aires, um ciclo de conferências abordou ao longo dos últimos dias as várias facetas de Bioy Casares: o autor de literatura fantástica, de policiais e de ficção científica, e também o ensaísta ou o notável memorialista que também foi.» Ler no Público.


por Booktailors às 10:52 | comentar | partilhar

Sex, 19/Set/14

 

A Biblioteca Nacional de Portugal promove, pelas 18.30 do dia 22 de setembro, o «Encontro com Cortázar», no ano em que se assinalam os 100 anos do nascimento do escritor.

 

Carles Álvarez Garriga (filólogo e coeditor da obra de Julio Cortázar), Dulce María Zúñiga (diretora da Cátedra Julio Cortázar da Universidade de Guadalajara, México) e Nuno Júdice (poeta, ensaísta e professor da Universidade Nova de Lisboa) estarão na sessão, conduzida pelo jornalista Carlos Vaz Marques. José Rui Martins e Luísa Vieira, do Trigo Limpo Teatro ACERT, lerão fragmentos de Rayuela. Via Mundo Pessoa.

-

A Booktailors já está a divulgar a sua oferta formativa para o 2.º semestre de 2014:Escrevi uma história para crianças. Como posso melhorá-la? - nível inicial, Curso de Livro Infantil, Curso de Revisão de Texto - nível inicial, Curso de Produção e Orçamentação Gráfica, Curso de Gestão de Projetos Editoriais.


por Booktailors às 09:00 | comentar | partilhar

Seg, 8/Set/14
Seg, 8/Set/14

 

«Trezentas mil rolhas de cortiça vão ser utilizadas pelo artista albanês Saimir Strati, na construção de um mosaico gigante com o rosto de José Saramago, anunciou a organização do Festival Sete Sóis Sete Luas. 

 

Trata-se de um trabalho que o artista plástico está a realizar no Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor, em homenagem ao Festival e ao Prémio Nobel da Literatura 1998, que pretende incluir no Guiness como o maior mosaico do mundo elaborado com rolhas de cortiça, esclarece uma nota à imprensa do XXII Festival Sete Sóis Sete Luas.» Ler no iOnline, na RTP e no Diário Digital.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 11:30 | comentar | partilhar

Qua, 3/Set/14
Qua, 3/Set/14

 

«A poucos dias do início da Feira do Livro, o vereador da Cultura da Câmara do Porto, Paulo Cunha e Silva, revela que ao homenageado deste ano, Vasco Graça Moura, vai ser dedicada "simbolicamente, uma tília". E que, para o ano, a homenageada será Agustina Bessa-Luís.

 

Num texto que acompanha um dossier distribuído à imprensa, Cunha e Silva refere-se a Vasco Graça Moura, falecido este ano, como "uma figura que a cidade […] jamais poderá esquecer". O poeta, político e tradutor, vai ser figura central da primeira Feira do Livro organizada pela Câmara do Porto e, além da plantação da tília, o município pretende ainda lembrá-lo na edição do dia 11 de Setembro das Quintas de Leitura.

 

Assim, a partir das 22.00 daquele dia, no auditório da Biblioteca Municipal Ameida Garrett, irá decorrer uma sessão "com música e um cordão de leitura, em jeito de 'cadavre exquis'", na qual serão recordados alguns textos de Graça Moura. Estão previstos fados, sonatas e o som vibrante dos saxofones, evocações da figura do poeta e um cordão de leitura que conta já com "18 formandos dos Laboratórios de Leitura do Teatro Municipal do Campo Alegre", mas que poderá "ser engrossado por figuras públicas que se queiram associar à homenagem".» Ler no Público e no Viva Porto.


por Booktailors às 10:37 | comentar | partilhar

Ter, 26/Ago/14
Ter, 26/Ago/14

 

«A grande exposição Los Otros Cielos, que se inaugura nesta terça-feira no Museu Nacional de Belas Artes de Buenos Aires, é a mais ambiciosa das muitas iniciativas que estão a assinalar, um pouco por todo o mundo, o centenário do escritor argentino Julio Cortázar, autor de Histórias de Cronópios e de Famas (1962) e do romance experimental Rayuela (1963).» Ler no Público e aqui.

 

«Tradutor e professor na década de 40, o "Simão Bolivar do romance", como o descrevia Carlos Fuentes, foi afastado de funções pelos peronistas. Já a viver na Europa, a partir de onde trabalhou como tradutor para a UNESCO, e onde concebeu boa parte da sua obra, o mestre moderno das pequenas histórias manteve-se na linha da frente contra os abusos dos direitos humanos. Apoiou a revolução sandinista na Nicarágua, a revolução cubana de Castro, o governo de Allende no Chile.

 

Bestiário (1951), As Armas Secretas (1959), ou O Jogo do Mundo (1963) são algumas das obras que lhe garantem lugar na biblioteca da eternidade, sem condições ou dúvidas sobre a originalidade da criação, à distância dos tempos de criança, quando a mãe, espantada com a qualidade da prosa, lhe perguntou se os seus textos eram mesmo seus ou copiados. "Foi como uma revelação de morte. Descobri que no mundo nem tudo era confiança e inocência."» Ler no iOnline.


por Booktailors às 10:40 | comentar | partilhar

Sex, 1/Ago/14
Sex, 1/Ago/14

 

«A edição deste ano do Festival Literário Escritaria, em Penafiel, que se realiza em Outubro, vai homenagear a escritora Lídia Jorge, avançou à Lusa o presidente da câmara. "Ao longo de cinco dias, Penafiel vai ser a cidade de Lídia Jorge. É aqui que vai estar toda a sua vida e obra presentes", afirmou Antonino Sousa.

 

O autarca explicou que o festival literário vai manter o figurino de anos anteriores, "prestando tributo à vida e obra de escritores de língua portuguesa". Lídia Jorge sucede ao escritor Mário de Carvalho, que foi homenageado na edição de 2013.» Ler no Público.

 

«Teatro, arte de rua, momentos musicais, conferências e apresentação de livros são alguns momentos que constarão da programação, envolvendo toda a cidade, de 1 a 5 de outubro.» Ler no Diário Digital.

 

«Antonino Sousa recordou que Lídia Jorge tem "mais de 30 anos de escrita e uma vasta obra publicada em mais de 20 línguas, com imensas distinções em Portugal e no estrangeiro".» Ler na RTP.


por Booktailors às 10:31 | comentar | partilhar

Qua, 23/Jul/14
Qua, 23/Jul/14

 

«Com o auditório da Reitoria da Universidade Nova de Lisboa (UNL) cheio, Mario Vargas Llosa entrou vestido com um traje preto atrás de um cortejo académico composto por docentes da universidade, enquanto o coro desta instituição cantava. Pouco depois, o reitor colocava ao Prémio Nobel da Literatura 2010 uma insígnia azul e Mario Vargas Llosa tornava-se doutorhonoris causa da UNL.»

 

«Para o Prémio Nobel da Literatura 2010, o escritor não é um mero produtor de entretenimento. "A função do escritor não acaba em escrever bem. Há um compromisso cívico de defesa dos direitos humanos", afirmou e acrescentou que aquele que escreve deve opor-se a tudo o que ameaça estes direitos, como as ditaduras.» Ler no Público.

 

«O escritor Mario Vargas Llosa alertou hoje [ontem, 22] para os perigos da "sociedade do espetáculo" que vivemos e para a ditadura da tecnologia, tendo defendido uma literatura que "mantenha o espírito crítico, sem a qual desapareceria a liberdade".» Ler no Diário Digital, no iOnline, no Sol e na RTP.

 

«[...] Mario Vargas Llosa apontou a corrupção como "uma grande ameaça à democracia, que está a minar as suas fundações" e para a qual "há uma tolerância que é extremamente perigosa".» Ler no Diário Digital e na RTP. Ver na RTP.

 

«"O fascínio do contar contamina o leitor." As palavras são de Nuno Júdice, o poeta e professor que propôs o nome do autor peruano. Depois de vários discursos e até momentos de música, proporcionados pelo coro, aconteceu o momento formal, em que o reitor da universidade entregou o grau de doutor a Mario Vargas Llosa. Quando lhe foi dada a palavra, agradeceu a homenagem e destacou a responsabilidade intelectual e cívica, a sua e das universidades por todo o mundo. Viajou ainda no tempo e no espaço, mais precisamente a Londres, ao recordar o período em que se cruzou com José Cardoso Pires (1925-1998), que se tornou um amigo, e as leituras de Fernando Pessoa, que não seriam possíveis sem a influência do autor português.» Ler no iOnline.

 

«É com a frescura de quem acabou de escrever uma peça de teatro intitulada Os Contos da Peste, que deverá levar à cena em Madrid no final do ano, que Mário Vargas Llosa admite nunca ter tido o drama da página em branco.

 

Aos 78 anos, o Prémio Nobel da Literatura confessa que lhe faltam anos de vida para escrever tudo o que quer. Sentado na Universidade Nova de Lisboa, onde recebeu o doutoramento honoris causa, Vargas Llosa disse que tem "muitos mais projectos para escrever do que tempo para os escrever".

 

"O que me acontece é que cada livro me ocupa muito tempo. Depois os projectos acumulam-se. Tenho mais projectos que aquilo que vou viver, mesmo que viva muitos anos", admitiu.» Ler na Renascença.

 

«Apadrinhada pelo presidente do Conselho da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Francisco Pinto Balsemão, a cerimónia juntou muitas personalidades do mundo da cultura e da política, entre as quais Mário Soares; Eduardo Lourenço; Pilar del Río; o Secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier; os escritores Lídia Jorge, Inês Pedrosa e Mário de Carvalho; os editores Carlos da Veiga Ferreira e Francisco José Viegas (responsável pela edição dos últimos livros de Llosa, na Quetzal); o artista plástico José de Guimarães; e muitos representantes do corpo diplomático.» Ler no Expresso.

 

«Mario Vargas Llosa é a 90.ª personalidade a ser galardoada com o título de Doutor Honoris Causa pela Nova de Lisboa, juntando-se a nomes como Paul Krugman, José Azeredo Perdigão e Mário Soares, presente na cerimónia. Para o escritor, é mais uma distinção a juntar às várias que recebeu durante a sua carreira, como o Prémio Cervantes, de 1994, e o Nobel da Literatura, de 2010.» Ler no Correio da Manhã.


por Booktailors às 10:27 | comentar | partilhar

Ter, 22/Jul/14
Ter, 22/Jul/14

 

«Mario Vargas Llosa, de 78 anos, é o escritor peruano que ajudou a "renovar o romance", diz Nuno Júdice, que propôs este ano que o prémio Nobel da Literatura de 2010 recebesse o grau de doutor honoris causa pela Universidade Nova de Lisboa (UNL). Esta terça-feira às 18.00, na Reitoria desta universidade, recebe a distinção enquanto passa férias em Portugal.

 

A ideia de propor o autor de Tia Júlia e o Escrevedor (1977, editado pela Dom Quixote) ou O Herói Discreto (2013, pela Quetzal) para este título surgiu no início deste ano, o que mostra que todo o processo de decisão foi bastante rápido. Nessa altura, a Casa da América Latina (CAL) e a Fundação Saramago souberam que o escritor estaria de férias em Lisboa por volta de Julho, conta Nuno Júdice ao PÚBLICO. "Ele tem uma vida naturalmente muito ocupada e é raro vir cá. Era uma oportunidade. Quando me disseram, propus logo ao reitor [António Rendas], que se mostrou muito interessado."» Ler no Público. Ver na RTP.

 

«"A atribuição do título justifica-se pela relevância da obra no contexto da literatura ibero-americana, reconhecida, em 1994, pelo Prémio Cervantes, e, num plano mundial, pelo Nobel da Literatura, recebido em 2010", e pelo facto de a estas distinções se juntarem ainda os prémios PEN/Nabokov, Príncipe das Astúrias e Grinzane Cavour, afirma em comunicado a Casa da América Latina (CAL).» Ler no iOnline.

 

«"Tendo como cenário, nos primeiros romances, o Peru e o espaço social em que decorre a primeira fase da sua vida, tratando questões ligadas à iniciação e maturação do homem, Vargas Llosa criou personagens que ficam inscritas na História literária dos séculos XX e XXI", afirma Nuno Júdice.» Ler no Sol.

 

«Em declarações à Lusa, o poeta Nuno Júdice, professor naquela instituição e que foi o proponente do título, realçou o grande escritor e homem de cultura que Llosa é, e também a sua "intervenção permanente em termos políticos, nos seus artigos sobre vários acontecimentos das últimas décadas no mundo, [que] tem denunciado situações muito complicadas, desde o que se passa no mundo árabe até outras situações de ditaduras".

 

A cerimónia, às 18.00, no auditório da Reitoria, no campus de Campolide, é presidida pelo reitor da Universidade, António Rendas, e conta com a presença do poeta e professor do Departamento de Línguas, Culturas e Literaturas da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Nuno Júdice, sendo o ato apadrinhado pelo doutor honoris causa Francisco Pinto Balsemão.» Ler no Diário Digital.


por Booktailors às 10:23 | comentar | partilhar

Seg, 21/Jul/14
Seg, 21/Jul/14

 

«Um dos grandes escritores sul-americanos, com uma intervenção polémica, mas frontal, sobre o mundo, é como o poeta Nuno Júdice vê o escritor Mario Vargas Llosa, que na terça-feira recebe o doutoramento honoris causa na Universidade Nova de Lisboa.

 

A distinção foi proposta por Nuno Júdice, enquanto professor de Línguas, Culturas e Literaturas da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova, assim que teve conhecimento da deslocação a Portugal do Nobel da Literatura 2010.

 

"Achei que seria oportuno prestar-lhe uma homenagem e fiz a proposta ao Conselho Científico da faculdade", disse à agência Lusa, acrescentando que foi de imediato aceite pela instituição e pelo escritor.» Ler no Diário Digital.


por Booktailors às 13:00 | comentar | partilhar

Sex, 11/Jul/14
Sex, 11/Jul/14

 

O histórico editor da Caminho, Zeferino Coelho, vai ser homenageado pelo concelho de Paredes.

 

Por decisão da Câmara Municipal de Paredes, Zeferino Coelho será distinguido com a Medalha de Ouro do concelho, numa cerimónia a decorrer no dia 21 de julho.

 

Zeferino Coelho nasceu em  notabilizou-se pela sua longa carreira na Editorial Caminho, tendo sido o editor, a título de exemplo, de José Saramago, desde a entrada do autor na editora, em 1979.

 

No passado dia 6 de junho, o editor foi homenageado na Feira do Livro de Lisboa, onde recebeu uma medalha de Mérito Cultural da Câmara Municipal de Lisboa pelos 45 anos de atividade editorial (na fotografia).

-

A Formação Booktailors regressa no segundo semestre. Esteja atento ao Blogtailors. A decorrer: Curso de Revisão de Texto, nível intermédio.


por Booktailors às 09:00 | comentar | partilhar

Qua, 9/Jul/14
Qua, 9/Jul/14

 

«O escritor peruano Mário Vargas Llosa, de 78 anos, autor do romance Conversa n'A Catedral, vai receber o grau de doutor Honoris Causa, pela Universidade Nova de Lisboa, no próximo dia 22, foi hoje [ontem] divulgado.

 

"A atribuição do título justifica-se pela relevância da obra no contexto da literatura ibero-americana, reconhecida, em 1994, pelo Prémio Cervantes, e, num plano mundial, pelo Nobel da Literatura, recebido em 2010", e pelo facto de a estas distinções se juntarem ainda os prémios PEN/Nabokov, Príncipe das Astúrias e Grinzane Cavour, afirma em comunicado a Casa da América Latina (CAL).

 

A proposta de doutoramento Honoris Causa foi apresentada pelo escritor Nuno Júdice, docente do Departamento de Línguas, Culturas e Literaturas da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas daquela universidade, segundo o qual, os romances de Llosa "são imprescindíveis para conhecermos a História do continente sul-americano", lê-se no mesmo comunicado.» Ler no Sol.

 

«A cerimónia de doutoramento Honoris Causa, que conta com o apoio da CAL, realiza-se no dia 22, às 18.00, no Auditório da Reitoria da Universidade Nova, no campus de Campolide, em Lisboa.» Ler na RTP.

 

«O doutoramento Honoris Causa da universidade portuguesa vai juntar-se a outros que o autor de A Tia Júlia e o Escrevedor tem recebido ao longo da sua carreira de várias universidades, entre elas a de Yale, em 1994, a Universidade de Israel, em 1998, de Harvard, no ano seguinte, a de Lima, em 2001, a de Oxford, em 2003, a Universidade Europeia de Madrid, em 2005, e a da Sorbonne, em Paris, em 2005.» Ler no iOnline.


por Booktailors às 12:00 | comentar | partilhar

Seg, 7/Jul/14
Seg, 7/Jul/14

 

«Teresa Belo (viúva do escritor), Alice Vieira, Leonor Xavier, Medeiros Ferreira, António Feijó, Fernando Pinto do Amaral, António Saraiva Dias ou Luís Miguel Cintra recordam as suas vivências com o escritor. Desenham um retrato fascinante de Ruy Belo, o homem, que em ocasiões sociais deixava de ser o académico, o pensador, o poeta para ser apenas "um tipo porreiro que escrevia uns versos" e gostava de jogar futebol.» Ler no Público.


por Booktailors às 10:49 | comentar | partilhar

Sex, 4/Jul/14
Sex, 4/Jul/14

 

«O restauro do velho bungalow de três quartos onde o escritor nasceu em 1903, e que chegou a correr risco de demolição, foi agora iniciado, segundo noticia o jornal The Guardian.» Ler no Público.


por Booktailors às 15:25 | comentar | partilhar

Qui, 3/Jul/14
Qui, 3/Jul/14

 

«Com a presença de poucos populares, Sophia de Mello Breyner Andresen é a décima primeira figura nacional a ser sepultada na Igreja de Santa Engrácia.»

 

«Na cerimónia, os discursos foram intervalados pela actuação da Companhia Nacional de Bailado – executou duetos do Lago dos Cisnes e de Orpheu e Eurídice –, pelo Coro do Teatro Nacional São Carlos que cantou o Magnificat de Bach e por uma gravação de 1957 em que a poeta lê poemas como Dia ou Soneto à Maneira de Camões. Nos três discursos, citou-se a mesma frase de Sophia: "Aquele que vê o espantoso esplendor do mundo é logicamente levado a ver o espantoso sofrimento do mundo".» Ler no Público e no Sol.

 

«A primeira mulher portuguesa a receber o Prémio Camões, o mais importante da língua portuguesa, morreu há dez anos. Foi trasladada esta quarta-feira para o Panteão.» Ler no Expresso.

 


«"Eu rezo com palavras de Sophia", disse o Patriarca de Lisboa no início da homilia, acrescentando que a poesia de Sophia "é de luz que se trata, luz solar e esplendorosa, luz surpreendente, intensa demais para o olhar de quaisquer".» Ler na Renascença, no Jornal de Notícias, no Sol e na RTP. Ver na RTP.

 

«O antigo Presidente da República Ramalho Eanes lembrou (...) a forma como Sophia de Mello Breyner Andresen falou da "dignidade essencial do Homem" na sua obra literária e na sua "ação cívica e política".» Ler no Diário Digital e no Sol.

 

«A presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, lembrou (...) Sophia de Mello Breyner Andresen como poeta mas também "nos caminhos da política feita com alma", na luta contra a ditadura do Estado Novo e como deputada constituinte.» Ler no Diário Digital e na RTP.

 

«O Presidente da República, Cavaco Silva, lembrou (...) o "génio literário" e a "grandeza cívica e humana" de Sophia de Mello Breyner Andresen, descrevendo-a como "inteira na escrita e na coragem da defesa da justiça e da liberdade".» Ler no Diário Digital, no Diário de Notícias, no Jornal de Notícias, no Sol e na RTP. Ler e ver na Renascença. Ver na RTP.

 

«"A concessão das honras de Panteão Nacional a Sophia de Mello Breyner Andresen faz da sua memória um símbolo coletivo", afirmou (...) José Manuel dos Santos, no elogio fúnebre à poetisa, na sua trasladação para este o monumento nacional.» Ler no Diário Digital, no Sol e na RTP.

 

«Presentes na cerimónia estiveram também, o primeiro-ministro, Passos Coelho, vários deputados e políticos e a família - o filho, Miguel Sousa Tavares, as filhas, os netos e os bisnetos.» Ler no Correio da Manhã.

 

«Sophia de Mello Breyner Andresen é a segunda mulher a ter honras de Panteão Nacional, como forma de homenagear "a escritora universal, a mulher digna, a cidadã corajosa, a portuguesa insigne", e de evocar o seu exemplo de "fidelidade aos valores da liberdade e da justiça", conforme se lê no projeto de resolução da Assembleia da República.» Ler no Correio da Manhã.

 

«A poeta - como se designava a si própria, de preferência a "poetisa" - assumia que a sua escrita estava concebida para transformar o mundo. Mas, como o mundo da ditadura salazarista não dava mostras de cair perante as trombetas da poesia, a escritora lançou mão dos meios mais clássicos da acção política. Empenhou-se então na solidariedade com os presos políticos e nos momentos cimeiros da oposição antifascista.» Ler e ver na RTP.

 

«Começou a escrever para crianças quando os filhos tiveram sarampo e foi por aí que todo o país a conheceu.» Ler no Observador.

 

«"Há poucos itinerários poéticos em língua portuguesa tão impregnados de positividade original, tão de raiz, canto ao rés de uma realidade aceite como esplendor efémero e eterno e por isso tão isentos de polemismo e intrínseca negatividade, como o de Sophia de Mello Breyner". [Eduardo Lourenço]» Ler no Sol.

 

«A reedição da obra de Sophia em prosa está, desde 2012, a cargo do grupo Porto Editora; desde 2013, também a da poesia, sob a chancela da Assírio & Alvim. Neste âmbito, sairão, em Setembro próximo, Livro Sexto (pref. de Gustavo Rubim), Geografia (pref. Frederico Lourenço) e Dual (pref. Eduardo Lourenço). A Porto Editora "não equaciona" a edição de obras antes publicadas pela Caminho e actualmente indisponíveis, como Obra Poética (primeira reunião da poesia num só volume) ou Fotobiografia: Uma Vida de Poeta (org. Paula Mourão e Teresa Amado). Doado pela família em 2010, o espólio da escritora encontra-se depositado na Biblioteca Nacional.» Ler no Sol.

 

«O Expresso recupera na íntegra um artigo de opinião escrito por Sophia de Mello Breyner no semanário a 12 de julho de 1975. Foi publicado durante o IV Governo Provisório e era dirigido ao então ministro da Comunicação Social, Jorge Correia Jesuíno, que disse que as artes não eram favoráveis aos períodos revolucionários.» Ler no Expresso.

 

«Os mais diversos quadrantes políticos e culturais renderam-se à prosa e poesia de Sofia de Mello Breyner. Prestaram homenagem àquela que é a maior poetisa portuguesa dos nossos tempos e das maiores de sempre em Portugal. À mulher da liberdade : "…Hoje, noite de Abril, sem lua/ A minha rua /É outra rua…".» Leia a opinião de Alberto Pinto Nogueira no Público.

 

«Nada contra a pantheonização (palavra bárbara, que nem um h consegue salvar) de Sophia de Mello Breyner Andresen, mas a cerimónia não deve ser poupada a uma reclamação: exceptuando o discurso de José Manuel dos Santos, com a sua dose equilibrada de justeza e de tom enfático adequado à circunstância, tudo o resto decorreu por conta do demónio do kitsch.» Leia a opinião de António Guerreiro no Público.


por Booktailors às 11:13 | comentar | partilhar

Qua, 2/Jul/14
Qua, 2/Jul/14

 

«Após uma cerimónia na qual nada será deixado ao acaso, e cujo programa está cheio de pequenos e grandes simbolismos, os restos mortais de Sophia serão esta quarta-feira depositados na Igreja de Santa Engrácia. Uma escolha que honra o Panteão.» Ler no Público.

 

«O Anjo de Timor foi um conto escrito pela escritora no Natal, em exclusivo para a Renascença, no Natal de 1991. Nesse ano, a campanha de Natal da Renascença reverteu a favor de Timor. (...) Renascença recupera-o a propósito da trasladação da escritora para o Panteão Nacional, que acontece esta quarta-feira.» Ouvir na Renascença.

 

«Nasceu no Porto, morreu em Lisboa. É um dos maiores nomes da literatura portuguesa do século XX. O corpo de Sophia de Mello Breyner será trasladado para o Panteão Nacional esta quarta-feira.» Veja a cronologia na Renascença.

 

«O escritor José Manuel dos Santos apresentou a proposta e, em fevereiro passado, foi aprovada por unanimidade na Assembleia da República. Desde 1974, Sophia de Mello Breyner Andresen é a quinta personalidade que é trasladada para o Panteão Nacional. O antigo assessor cultural de Mário Soares e Jorge Sampaio pede aos portugueses que saiam à rua esta tarde.» Ler e ouvir na RTP.

 

«O social-democrata Mota Amaral e Jerónimo de Sousa, líder do PCP, trocam memórias da Assembleia Constituinte, que Sophia de Mello Breyner Andresen integrou como deputada. Além de escritora, exerceu uma intensa atividade política.» Ouvir na RTP.

 

«Guilherme d'Oliveira Martins, actual presidente do Centro Nacional de Cultura e amigo de Sophia, lembra o trabalho da escritora na instituição a que também presidiu, em 1965.

Sophia fez um pouco de tudo enquanto foi presidente do Centro Nacional de Cultura, mas costumava de dizer que não gostava de participar em colóquios, conta. "Tinha uma relação muito contida com as palavras. A palavra que nós encontramos em Sophia é a palavra certa".» Ler e ver na Renascença.

 

«A urna com os restos mortais de Sophia de Mello Breyner Andresen sai, pelas 16.30, do Cemitério de Carnide, seguindo o cortejo fúnebre para a Capela do Rato, onde, pelas 17.15, é rezada uma missa pelo patriarca Manuel Clemente e pelo padre Tolentino de Mendonça, com a presença da família.» Ler no Diário de Notícias e no Sol. Ver na RTP. Ouvir na RTP.

 

«Escutado o Hino Nacional pelo Coro do Teatro Nacional de S. Carlos, José Manuel dos Santos, membro da Academia Nacional de Belas Artes, faz a evocação da poetisa, seguindo-se uma atuação da Companhia Nacional de Bailado, que voltará a ter outra, entre o discurso da presidente da Assembleia da República e o do Chefe de Estado, ao qual se seguirá a difusão de uma gravação, de 1957, de uma leitura de poemas por Sophia de Mello Breyner Andresen.» Ler no Jornal de Notícias e no Observador.

 

«Sophia de Mello Breyner Andresen vai repousar, no Panteão nacional, na sala em que se encontram os restos mortais do general Humberto Delgado e do escritor Aquilino Ribeiro.» Ler na Renascença.

 

«"Eu rezo com palavras de Sophia", disse, a abrir a homilia, Manuel Clemente, patriarca de Lisboa que acrescentou que a poesia de Sophia "é de luz que se trata, luz solar e esplendorosa, luz surpreendente, intensa demais para o olhar de quaisquer"». Ler no Diário Digital.


por Booktailors às 10:47 | comentar | partilhar

Ter, 1/Jul/14
Ter, 1/Jul/14

 

Assinalando-se amanhã o décimo aniversário da morte de Sophia de Mello Breyner, a Rádio Renascença  vai homenagear a autora com a transmissão de um som exclusivo. Ao longo do dia, a rádio vai retransmitir excertos de O Anjo de Timor, um conto escrito e gravado por Sophia de Mello Breyner em 1991 para a campanha de natal da Renascença «Timor precisa de nós».

 

A diretora de programação da Rádio Renascença, Dina Isabel, explica que «o conto é um inédito dos arquivos da Rádio», que «na década de 90 (...) fez vários programas especiais, espetáculos e campanhas a favor do povo de Timor, uma causa muito acarinhada pela Sophia.»

 

A cerimónia de trasladação de Sophia de Mello Breyner decorre amanhã, tendo início pelas 16.30.


por Booktailors às 17:30 | comentar | partilhar

Ter, 1/Jul/14

 

«Sophia de Mello Breyner será amanhã trasladada para o Panteão Nacional. Dez anos após a sua morte a família preferia que a obra da poeta voltasse aos currículos escolares.»

 

«Em declarações ao DN, Maria Andresen, filha da poeta, mostrou-se cética em relação a esta trasladação: "Retiraram a poesia da minha mãe dos currículos escolares para lá colocarem poetas menores, considero mesmo que há uma tentativa subterrânea para a obliterarem. Ainda recentemente um poeta português foi galardoado com o prémio Rainha Sofia e não houve por parte dos media uma única referência ao facto de a minha mãe ter sido a primeira portuguesa e a primeira mulher a recebê-lo..."» Ler no Diário de Notícias.


por Booktailors às 12:00 | comentar | partilhar

Seg, 30/Jun/14
Seg, 30/Jun/14

 

«A cerimónia de trasladação da poetisa Sophia de Mello Breyner Andresen, do cemitério de Carnide para o Panteão Nacional, em Lisboa, tem início às 16.30 de quarta-feira e inclui "uma missa de caráter privado", na capela do Rato.» Ler no Diário Digital e na RTP.

 

«A missa, à qual assiste a família, é celebrada às 17.30 pelo patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, na capela da calçada Bento da Rocha Cabral, saindo depois o cortejo, pelas 18.15, em direção à Assembleia da República,atravessando o largo do Rato, para seguir depois pela rua de S. Bento.» Ler no Jornal de Notícias.

 

«Está previsto o cortejo chegar ao Panteão Nacional pelas 19.00, onde José Manuel dos Santos, da Academia Nacional de Belas Artes, fará o elogio fúnebre, seguindo-se as intervenções do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, e da presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves.

 

Ainda na escadaria do Panteão estão previstas atuações da Companhia Nacional de Bailado e do Coro do Teatro Nacional de São Carlos, e a difusão de uma gravação de 1957, de uma leitura de poemas por Sophia de Mello Breyner Andresen.» Ler no Diário de Notícias, no Sol e no Observador.

 

«A escritora Sophia de Mello Breyner Andresen, cuja trasladação do corpo para o Panteão Nacional se realiza na quarta-feira, é "uma das grandes referências cívicas" de Portugal, afirmou o presidente do PEN Clube Português, Casimiro de Brito.» Ler no Diário Digital e na RTP.


por Booktailors às 11:00 | comentar | partilhar

Qui, 26/Jun/14
Qui, 26/Jun/14

 

«O escritor Miguel Sousa Tavares disse, na noite de quarta-feira [ontem], que a melhor homenagem que se pode prestar hoje a Sophia de Mello Breyner Andresen é o reconhecimento de que a sua obra continua "deslumbrantemente atual".» Ler no Diário Digital.

 

«O jornalista, filho da poetisa, afirmou que, perante um país "onde a seleção nacional vale mais do que a língua" e que é caracterizado pelo "novo-riquismo" e pela "piroseira literária", "a melhor homenagem que se pode fazer à escrita de Sophia, dez anos após a sua morte, é reconhecer que ela continua deslumbrantemente atual".» Ler no iOnline.

 

«(...) [N]uma noite com a participação de vários membros da família e de especialistas literários, Miguel Sousa Tavares sublinhou que Sophia de Mello Breyner Andresen é uma autora "que não precisa nem de crítica nem de explicações" e que, por esse motivo, sempre pôde "dispensar da crítica, pois foi direta ao coração dos leitores, onde conquistou um espaço indestrutível".» Ler na RTP.


por Booktailors às 11:00 | comentar | partilhar

Qua, 25/Jun/14
Qua, 25/Jun/14

 

«A escritora Sophia de Mello Breyner Andresen vai ser homenageada hoje, num Porto de Encontro, na Casa da Música, que conta com lotação esgotada, segundo a organizadora da iniciativa, a Porto Editora.

 

A sessão vai iniciar-se às 21.30, com moderação do jornalista Sérgio Almeida e participação de familiares - os filhos Maria Andresen e Miguel Sousa Tavares e a sobrinha Teresa Andresen - do professor de literatura Carlos Mendes de Sousa e do ator e encenador Luís Miguel Cintra.» Ler no iOnline e no Jornal de Notícias.

 

«Numa altura em que se aproxima o marco dos dez anos passados sobre a morte de Sophia de Mello Breyner, com a sua trasladação para o Panteão Nacional, Paulo Gonçalves afirma que a iniciativa de hoje concretiza aquilo que a Porto Editora decidiu fazer, "a partir do momento em que os direitos da obra passaram para a responsabilidade do grupo".» Ler na RTP.

 

«A sessão conta ainda com performances do Balleteatro e leitura de poemas por Luís Miguel Cintra, Luísa Cruz, Dora Rodrigues e João Paulo Sousa.» Ler no Diário de Notícias, no Sol e no Diário Digital.


por Booktailors às 12:00 | comentar | partilhar

Qua, 18/Jun/14
Qua, 18/Jun/14

 

«Sophia de Mello Breyner Andresen vai ser alvo de uma grande homenagem na Casa da Música, no Porto, já no próximo dia 25, às 21.30 horas.

 

Inserida no "Porto de Encontro", ciclo de conversas com escritores promovido pela Porto Editora, a sessão coincide praticamente com o décimo aniversário da morte da autora - a 2 de julho - e ocorre a poucos dias da trasladação para o Panteão Nacional.» Ler no Jornal de Notícias.

 

«O corpo da escritora Sophia de Mello Breyner Andresen, que é trasladado no dia 2 de julho para o Panteão Nacional, ficará na sala em que se encontram o general Humberto Delgado e o escritor Aquilino Ribeiro.» Ler no Diário de Notícias.

 

«A diretora do Panteão Nacional, Isabel de Melo, disse à Lusa que o programa da trasladação está a ser definido pela respetiva comissão de trabalho com a família da poetisa, cujo corpo "ficará numa arca tumular na mesma sala onde estão o general Humberto Delgado e o escritor Aquilino Ribeiro".» Ler no Diário Digital.

 

«Na resolução aprovada, os deputados afirmaram que a trasladação é uma forma de homenagear "a escritora universal, a mulher digna, a cidadã corajosa, a portuguesa insigne" e evocar "o seu exemplo de fidelidade aos valores da liberdade e da justiça".» Ler no Público.

 

«O cortejo sairá do Cemitério de Carnide, em Lisboa, em direcção ao Panteão Nacional, passando pela Capela do Rato, onde será celebrada uma missa, e pela Assembleia da República. 

No Panteão Nacional, está prevista uma actuação da Companhia Nacional de Bailado e do Coro do Teatro Nacional de São Carlos. José Manuel dos Santos, director cultural da Fundação EDP e amigo da família da escritora, irá discursar na cerimónia.» Ler na Renascença 
e no Observador.

 

«A 02 de julho completam-se precisamente dez anos sobre a morte da autora de, entre outras obras, O Cristo Cigano, Coral e O Búzio de Cós.» Ler na RTP e no Sol.


por Booktailors às 13:30 | comentar | partilhar

Ter, 17/Jun/14
Ter, 17/Jun/14

 

Amanhã, dia 18, a Fundação José Saramago celebra quatro anos passados sobre a morte do único escritor português distinguido com o Prémio Nobel da Literatura, com entrada livre na fundação entre as 10.00 e as 18.00. O programa das comemorações começa já hoje com a antestreia no Cinema São Jorge, pelas 21.30, do filme Enemy, de Denis Villeneuve, baseado no romance O Homem Duplicado.

 

A revista Blimunda, disponível em linha mensalmente, terá uma edição especial em papel disponível a partir de amanhã na loja da Fundação José Saramago, e será distribuída nas livrarias a partir do dia 27.

 

No dia 20 de junho, pelas 18.30, a fundação recebe a Festcineamazônia, com a exibição de um filme e a realização de um debate com escritores.


por Booktailors às 18:30 | comentar | partilhar

Ter, 17/Jun/14

 

«A ideia parte de uma promessa de José da Cruz Santos, editor da Modo de Ler, feita aquando da morte do poeta e escritor Vasco Graça Moura, no final de abril.

 

Assim, esta terça-feira, a partir das 17.45, nas instalações do Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto-IVDP, o tradutor dos sonetos de Shakespeare será o alvo de todas as atenções durante a homenagem promovida pela editora.»

 

«Para setembro, e de modo a dar continuidade à promessa feita, a Modo de Ler já se encontra a planear nova sessão de homenagem.» Ler no Expresso.

 

«Organizada pela editora Modo de Ler - Centro Literário Marinho, a homenagem complementa-se com declamações de Ana Luísa Amaral, Helga Moreira, Inês Lourenço, Isabel Ponce de Leão, Maria João Reynaud, Rosa Alice Branco e Sofia Lourenço.» Ler no Jornal de Notícias.


por Booktailors às 11:00 | comentar | partilhar

Sex, 6/Jun/14
Sex, 6/Jun/14

 

«45 anos de edição de Zeferino Coelho foi o pretexto para juntar esta tarde na Feira do Livro de Lisboa algumas dezenas de autores, editores e amigos que acompanharam o rosto da Editorial Caminho na sua luta pela literatura.

 

Uma festa surpresa que contou com Gonçalo M. Tavares, Daniel Sampaio, Isabel Alçada e Ana Maria Magalhães e o historiador António Borges Coelho, entre os muitos escritores que marcaram presença, bem como Luandino Vieira, Mia Couto, Ondjaki e Germano de Almeida. Autores representativos do universo da língua portuguesa e que foram editados ou descobertos por Zeferino Coelho ao longo das últimas quatro décadas e meia de profissão.» Ler no Diário de Notícias.


por Booktailors às 12:00 | comentar | partilhar

Qua, 14/Mai/14
Qua, 14/Mai/14

 

«Muros do bairro da Graça, em Lisboa, estão a ser pintados com obras de arte que homenageiam figuras da literatura nacional, visam a requalificação do espaço público e vão criar um percurso de arte urbana nesta zona da cidade.» Ler no iOnline.

 

«Segundo fonte da Galeria de Arte Urbana (GAU), da Câmara Municipal de Lisboa, os desenhos e poemas que estão a surgir em paredes da Graça fazem parte do projeto "Fachadas cheias de Graça", da autoria da associação sem fins lucrativos EBANO.

 

"As fachadas degradadas serão transformadas em páginas públicas, fragmentos de crónicas da comunidade, memória dos seus artistas e poetas, das suas vivências presentes e passadas, deixando à etnografia e, portanto, à comunidade voz protagonista na narrativa destas histórias coletivas”, pode ler-se na página da EBANO na Internet.» Ler no Diário Digital.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 15:00 | comentar | partilhar

Seg, 28/Abr/14
Seg, 28/Abr/14

 

«O município de Bogotá vai distribuir 100 mil exemplares de três contos do escritor colombiano Gabriel García Márquez na edição de maio de um programa de promoção da leitura, informaram, esta quinta-feira, fontes oficiais.

 

Os contos vão ser distribuídos designadamente pelas bibliotecas e escolas públicas da capital da Colômbia, indicou a secretária da Cultura e Desporto, Clarisa Ruiz, em declarações aos jornalistas.» Ler no iOnline.

 

«Esta iniciativa é uma "homenagem que Bogotá presta a este grande escritor", afirmou a mesma responsável, acrescentando que vão ser realizadas atividades paralelas, como tertúlias ou oficinas de escrita criativa.» Ler no Diário Digital.
«Escritores e artistas cubanos prestaram, esta sexta-feira [25], em Havana, uma homenagem póstuma ao Nobel da Literatura Gabriel García Márquez.» Ler no Diário Digital.


por Booktailors às 12:00 | comentar | partilhar

Sex, 25/Abr/14
Sex, 25/Abr/14

 

-

Conheça a oferta formativa da Booktailors no 1.º semestre de 2014Curso de Produção e Orçamentação GráficaEscrevi uma história para crianças – como posso melhorá-la?Curso de Revisão de Texto — nível intermédioOficina de Preparação de Original em Ambiente Digital, Curso de Livro Infantil.

Etiquetas: , ,

por Booktailors às 09:00 | comentar | partilhar

Qui, 24/Abr/14
Qui, 24/Abr/14

 

«O centenário de nascimento do poeta, cientista e crítico José Blanc de Portugal é assinalado pela Biblioteca Nacional, a partir de hoje, com uma exposição na Sala de Referência da instituição, em Lisboa.» Ler no Diário Digital.


por Booktailors às 15:30 | comentar | partilhar

Qui, 10/Abr/14
Qui, 10/Abr/14

 

 

A partir de hoje, 10 de abril, o fotógrafo João Francisco Vilhena expõe, na ilha de Lanzarote, 29 imagens que ilustram a vida de José Saramago. A exposição está patente até 14 de maio na sala de exposições Charco de San Ginés, em Arrecife, Lanzarote.

 

Parte da mesma exposição estará no LeV -  Festival Literatura em Viagem, em Matosinhos, entre 9 e 11 de maio, um festival produzido pela Booktailors – Consultores Editoriais. No dia 10 de junho, a exposição é inaugurada em Barcelona. Resultado deste trabalho fotográfico, o livro Lanzarote, a Janela de Saramago será  apresentado ainda no mês de maio, em Portugal.

 

A exposição Lanzarote, a Janela de Saramago é constituída por imagens captadas em 1998, ano da atribuição do prémio Nobel de Literatura ao escritor, e em 2013, quando João Francisco Vilhena volta a Lanzarote e percorre os lugares onde retratou o escritor.

 

«Depois de fotografar José Saramago em Lanzarote, fiquei com a ideia de um dia voltar, com mais calma, e ampliar de alguma maneira aquele trabalho. Achava que nos Cadernos de Lanzarote havia muitas leituras a serem feitas. Mas o tempo foi passando, se calhar eu também ainda não estava preparado, e foi só em 2012 que retomei a esse projeto», explica o fotógrafo, em comunicado da Fundação José Saramago.

 

Nesta exposição, Vilhena junta fotografias a preto e branco, expostas em Estocolmo na entrega do prémio Nobel a José Saramago, a fotografias inéditas do escritor em Lanzarote. A estas, juntam-se algumas fotografias mais recentes, tiradas após a morte do escritor, que dialogam com excertos dos Cadernos de Lanzarote, diários de José Saramago escritos entre 1993 e 1997.

-

Conheça a oferta formativa da Booktailors no 1.º semestre de 2014Oficina sobre o novo Acordo OrtográficoEscrevi um livro. E agora? — Estratégias para ver o seu livro publicadoCurso de Produção e Orçamentação GráficaEscrevi uma história para crianças – como posso melhorá-la?Curso de Revisão de Texto — nível intermédioOficina de Preparação de Original em Ambiente Digital, Curso de Livro Infantil.


por Booktailors às 09:00 | comentar | partilhar

Qui, 27/Mar/14
Qui, 27/Mar/14

«Com o objectivo de dinamizar a nova ficção portuguesa, a Estoril-Sol volta a instituir o Prémio Literário Revelação Agustina Bessa-Luís, em homenagem à grande escritora.

Trata-se de uma iniciativa que, desde o seu lançamento no âmbito das comemorações do 50º aniversário da Estoril-Sol, encontrou um eco assinalável junto dos autores mais jovens, contribuindo para a sua descoberta e projecção.»

«De acordo como regulamento, o romance terá de ser inédito e de autor português, sem qualquer obra publicada no género e com idade não superior a 35 anos.» Ler no Diário Digital.


por Booktailors às 11:00 | comentar | partilhar

Qui, 27/Mar/14

«A Literarte – Associação Internacional de Escritores e Artistas, com sede no Brasil, está em Lisboa para homenagear mais de 100 personalidades ligadas à arte, à literatura e à cultura lusófona, na cerimónia de tomada de posse do Núcleo Académico de Letras e Artes de Lisboa, que irá decorrer na quinta-feira, dia 27 [hoje], na sede da CPLP, pelas 15.00.» Ler no Diário Digital.


por Booktailors às 10:30 | comentar | partilhar

Qua, 12/Mar/14
Qua, 12/Mar/14

Poesia em Pessoa é o nome da iniciativa da entidade para celebrar o Dia Mundial da Poesia. O evento pretende juntar a população no Largo de São Carlos, em Lisboa, pelas 15.00 do dia 22 de março. Segue-se um espectáculo no Teatro da Trindade, que homenageará Fernando Pessoa. Via Mundo Pessoa

Etiquetas: ,

por Booktailors às 10:00 | comentar | partilhar

Qui, 6/Mar/14
Qui, 6/Mar/14

 

«Os restos mortais da escritora Sophia de Mello Breyner Andresen vão ter honras de Panteão Nacional, de acordo com uma resolução publicada hoje em Diário da República.» Ler no Diário Digital e na RTP.

 

«A resolução da Assembleia da República revela também que será constituído um grupo de trabalho, composto por representantes de cada grupo parlamentar para determinar a data, definir e orientar o programa de trasladação, em articulação com as demais entidades públicas envolvidas.» Ler no Diário de Notícias.


por Booktailors às 10:45 | comentar | partilhar

Qua, 5/Mar/14
Qua, 5/Mar/14
(C) Paulo Sousa Coelho

 

«A Universidade do Porto vai distinguir o escritor portuense Vasco Graça Moura com o título de Doutor Honoris Causa em reconhecimento da "elevada qualidade e prestígio – nacional e internacional – da sua obra literária e do seu contributo para a promoção da cultura portuguesa", informou esta terça-feira a instituição (...)». Ler no Diário Digital.

 

«No agradecimento pela atribuição do título de doutor honoris causa pela Universidade do Porto, Vasco Graça Moura optou por fazer o elogio público da importância das ciências sociais e humanas.» Ler no Expresso.


por Booktailors às 11:00 | comentar | partilhar

Sex, 21/Fev/14
Sex, 21/Fev/14

 

«A Assembleia da República aprovou na tarde desta quinta-feira, por unanimidade, a concessão de honras de Panteão Nacional aos restos mortais de Sophia de Mello Breyner Andresen, assinalando os dez anos da morte da escritora e os quarenta anos do 25 de Abril.

 

No projecto de resolução lê-se que a concessão de honras de Panteão Nacional a Sophia de Mello Breyner Andresen é uma forma de homenagear "a escritora universal, a mulher digna, a cidadã corajosa, a portuguesa insigne" e uma evocação do seu exemplo de "fidelidade aos valores da liberdade e da justiça".» Ler no Público, no Jornal de Notícias, na RTP e no Sol.

 

«Segundo o diploma será agora constituído um grupo de trabalho, composto por representantes de cada grupo parlamentar com "a incumbência de determinar a data, definir e orientar o programa da trasladação, em articulação com as demais entidades públicas envolvidas".» Ler no Diário Digital.

 

«"Tenho um grande orgulho por esta iniciativa", disse a presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves.» Ler no Diário de Notícias.

 

«A escritora Sophia de Mello Breyner Andresen, cuja trasladação do corpo para o Panteão Nacional foi votada esta quinta-feira por unanimidade, pelo Parlamento, é "uma das grandes referências cívicas" de Portugal, afirmou o presidente do Clube Pen Português, Casimiro de Brito.

 

"Sophia foi a maior poetisa do século XX e vai ficar para sempre na literatura portuguesa. Além disso, é o exemplo cívico e de qualidade humana", disse à Lusa Casimiro de Brito, acrescentando que a sua opinião é "consensual" no meio literário e na sociedade portuguesa.» Ler no Jornal de Notícias e na RTP.


por Booktailors às 10:48 | comentar | partilhar

Qua, 19/Fev/14
Qua, 19/Fev/14

 

«Os partidos com assento parlamentar assinaram um projeto de resolução conjunto, que deu hoje [ontem] entrada no parlamento, para avançar com o processo de trasladação da escritora Sophia de Mello Breyner Andresen para o Panteão Nacional.» Ler no Diário Digital.

 

«A intenção é homenagear "a escritora universal, a mulher digna, a cidadã corajosa, a portuguesa insigne" e evocar "o seu exemplo de fidelidade aos valores da liberdade e da justiça", lê-se no projeto de resolução.

 

A decisão da Assembleia da República acontece, refere o documento, no ano em que se assinalam "os dez anos da morte de Sophia de Mello Breyner Andresen e se celebram os quarenta anos do 25 de Abril".» Ler na RTP.


por Booktailors às 11:30 | comentar | partilhar

Qui, 6/Fev/14
Qui, 6/Fev/14

 

A casa do autor de Três Homens num Barco em Bloomsbury vai ser distinguida com uma placa, num tributo organizado pela Marchmont Association. Ler aqui.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 11:00 | comentar | partilhar

Qua, 5/Fev/14
Qua, 5/Fev/14

«Paulina Chiziane e Ungulani Ba Ka Khosa foram hoje condecorados pelo Estado português, em Maputo, num ato de reconhecimento do mérito e da obra dos dois escritores moçambicanos, e que pretende reforçar as relações entre Moçambique e Portugal.

Feita à medida do formato televisivo, uma vez que foi organizada e transmitida pela televisão estatal portuguesa, a cerimónia oficializou a condecoração dos dois autores moçambicanos com o grau de Grande Oficial da Ordem Infante D. Henrique, que o Presidente português, Aníbal Cavaco Silva, lhes atribuiu, no final do último ano.» Ler na RTP.


por Booktailors às 11:30 | comentar | partilhar

Ter, 28/Jan/14
Ter, 28/Jan/14

 

«Junto ao palco do auditório, com a plateia quase sem lugares, Vasco Graça Moura, 72 anos, está de pé e enfrenta uma longa fila de cumprimentos. Comentários de circunstância, beijos, abraços, felicitações e palavras de encorajamento neste momento em que luta contra o cancro. Na homenagem que a Gulbenkian fez esta sexta-feira ao poeta, tradutor, ensaísta e presidente do Centro Cultural de Belém compareceram amigos, colaboradores, antigos presidentes da República, pintores, artistas ou simples admiradores.» Ler no Público.

 

«Homem maior da cultura portuguesa, intelectual e virtuoso das letras foram alguns dos elogios feitos a Vasco Graça Moura no dia em que foi condecorado com a Grã-Cruz da Ordem de Santiago da Espada.» Ler e ver na Renascença.

 

«A homenagem ao escritor, poeta e tradutor realizar-se-á esta sexta-feira, no Auditório 2 da Fundação Calouste Gulbenkian, a partir das 14.30.

 

Serão vários os nomes ilustres das letras que esta sexta-feira se reunirão na Fundação Calouste Gulbenkian para um colóquio onde se vai homenagear Vasco Graça Moura, escritor, poeta, tradutor e atual presidente do Centro Cultural de Belém.

 

A abertura do colóquio será dada pelo comissário da homenagem, Eduardo Lourenço, e pelo presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, Artur Santos Silva.

 

Realizar-se-ão depois duas sessões (a primeira às 15.00 e a segunda às 16.15), onde estarão presentes diversos nomes ligados à literatura, que falarão sobre a obra de Vasco Graça Moura.» Ler no Diário de Notícias.

 

«A sessão terminará com uma sessão de fados, por Ana Sofia Varela.

 

Vasco Graça Moura, desde janeiro de 2012 presidente da Fundação Centro Cultural de Belém, celebrou no ano passado 50 anos de vida literária dedicada ao romance, poesia, ensaio, crónicas, diários e traduções.

 

Licenciado em Direito pela Universidade de Lisboa, chegou a exercer advocacia, foi Secretário de Estado em dois governos provisórios, esteve na administração da RTP, na Imprensa Nacional – Casa da Moeda e na Comissão para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses.» Ler no Correio da Manhã.

 

«O colóquio tem início previsto às 14.30, e vai contar com a presença do homenageado, do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, e do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho.

 

Serão realizados dois painéis, antecedidos das intervenções do ensaísta Eduardo Lourenço, comissário da homenagem, e Artur Santos Silva, presidente da Fundação Calouste Gulbenkian.» Ler no Diário Digital.

 

«Vasco Graça Moura, desde janeiro de 2012 presidente da Fundação Centro Cultural de Belém, celebrou no ano passado 50 anos de vida literária dedicada ao romance, poesia, ensaio, crónicas, diários e traduções.» Ler no iOnline e  no Sol.


por Booktailors às 10:30 | comentar | partilhar

Qua, 22/Jan/14
Qua, 22/Jan/14

Comemora-se em 2014 o centenário de dois dos mais importantes escritores hispânicos do século XX. Em curso, estão reedições de livros e homenagens no México e na Argentina. Ler aqui.


por Booktailors às 12:00 | comentar | partilhar

Seg, 13/Jan/14
Seg, 13/Jan/14

A autora vai receber uma homenagem na cidade onde viveu durante 30 anos. Ler aqui.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 12:00 | comentar | partilhar

Seg, 13/Jan/14
 © Luís Barra/Global Imagens

 

«A TSF apurou que, ainda antes de Eusébio, a poetisa Sophia de Mello Breyner será trasladada para o Panteão Nacional». Ler na TSF.

 

«Os filhos da escritora Sophia de Mello Breyner Andresen (1919-2004) consideram que a proposta da Assembleia da República para a trasladação da poetisa para o Panteão Nacional é "uma homenagem importante".

 

Este ano cumprem-se dez anos da morte da escritora, a 02 de julho, uma das datas possíveis para a trasladação, disse à agência Lusa Maria Andresen, uma das filhas da escritora». Ler no Diário de Notícias.

 

«O jornalista Miguel Sousa Tavares, filho da poetisa, disse à TSF que a família se sentiu honrada com a distinção e que, pessoalmente, gostaria que a cerimónia acontecesse no dia 25 de Abril». Ler no iOnline.

 

«Os primeiros apelos para que a poetisa fosse transladada terão surgido em 2013, escreve a TSF. O assunto, tratado em segredo, viu chegar o acordo entre todos os partidos na última sessão legislativa de 2013». Ler na TVI24.

 

«A homenagem é apoiada por várias personalidades ligadas ao mundo da literatura. Francisco José Viegas diz que "o lugar de Sophia de Mello Breyner não é apenas no Panteão mas no coração e na memória dos seus leitores, todos nós". Já Zeferino Coelho, que durante anos foi o editor da escritora, considera que esta é "uma distinção merecida" e "o reconhecimento do papel de Sophia na literatura portuguesa". Opinião diferente tem Lídia Jorge, que defende que o Panteão "não traz nada aos escritores". "A Sophia está nos livros dela, na terra e no mar, não num sítio escuro e cheio de mármore".» Ler no Correio da Manhã.

 

«A decisão foi discretamente acordada entre os diversos grupos parlamentares ainda no final de 2013.» Ver na RTP.


por Booktailors às 11:00 | comentar | partilhar

Seg, 13/Jan/14

 

A escritora foi condecorada com a maior honra do governo francês, a Légion d'Honneur. Ler aqui.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 10:00 | comentar | partilhar

Seg, 16/Dez/13
Seg, 16/Dez/13


«A Universidade de Aveiro (UA) atribui ao professor o doutoramento Honoris Causa na cerimónia comemorativa dos 40 anos da instituição, a 16 de dezembro. Algo que considera inesperado, mas "bonito" e criador de um vínculo mais forte à UA». Ler na RTP Açores, aqui e aqui, e aqui.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 12:15 | comentar | partilhar

Seg, 9/Dez/13
Seg, 9/Dez/13

«Vinte artistas nacionais e o espanhol Patxi Andión interpretam poemas de Fernando Pessoa, celebrando os 125 anos do nascimento do poeta, num álbum intitulado O Fado e a Alma Portuguesa». Ler no Diário Digital.

«Entre as 21 vozes escolhidas contam-se ainda as de Rodrigo Costa Félix, Patrícia Rodrigues, António Zambujo, Pedro Moutinho, Cristina Branco, Helder Moutinho, Maria Ana Bobone e Kátia Guerreiro». Ler no iOnline e no Sol.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 15:30 | comentar | partilhar

Seg, 9/Dez/13

«Uma escultura de Cristina Maria, intitulada Pilar, em homenagem ao escritor José Saramago, é hoje [dia 7, sábado], ao final da tarde, inaugurada no Centrum 7Sóis 7Luas, em Pontedera, no centro da Itália». Ler no Diário Digital.

«A escultura, em pedra calcário vidraço e ferro, com um metro de altura, "abre em duas folhas nas quais constam duas frases de Saramago: 'Difícil não é viver com as pessoas, difícil é compreendê-las' e 'o silêncio ainda é o melhor aplauso'", disse à Lusa Cristina Maria». Ler no Diário de Notícias.

«Segundo a escultora, estas duas frases "mostram um pouco da personalidade, escrita e irreverência" de José Saramago, que recebeu o Prémio Nobel da Literatura há 15 anos». Ler na Renascença.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 11:45 | comentar | partilhar

Sex, 29/Nov/13
Sex, 29/Nov/13

 

Um número especial da revista Vértice será lançado no próximo dia 3 de dezembro, às 18.30, na Casa dos Bicos. O número é patrocinado pela Câmara Municipal do Barreiro e resulta do projeto Oficina Saramago, que, entre novembro de 2011 e novembro de 2012, foi dinamizado por várias entidades do Barreiro e pretendeu homenagear o escritor. Saiba mais aqui.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 10:00 | comentar | partilhar

Qui, 28/Nov/13
Qui, 28/Nov/13

 

«A 30 de Novembro, a partir das 19.30, o Ateneu Comercial do Porto presta homenagem a Mia Couto, o consagrado escritor de expressão portuguesa, atribuindo-lhe o grau de Sócio Honorário e Medalha de Honra e Mérito Grau Ouro, numa cerimónia que conta com a presença de Jorge Barreto Xavier, Secretário de Estado da Cultura, Rui Moreira, Presidente da Câmara Municipal do Porto, e Paulo Cunha e Silva, Vereador do Pelouro da Cultura da mesma autarquia». Ler no Local.pt.

 

«Escritor vai receber o grau de sócio honorário e a medalha de Honra e Mérito Grau Ouro». Ler no Expresso.


«A atribuição da medalha e do assento foi feita pelas câmaras municipais de Lisboa e Paredes, durante uma sessão de reconhecimento ao poeta e romancista mais lido e traduzido de Moçambique». Ler no Diário de Notícias.


por Booktailors às 11:00 | comentar | partilhar

Seg, 18/Nov/13
Seg, 18/Nov/13

 

«Leituras, debates e lançamentos assinalam, esta segunda-feira, a preceito o 70.º aniversário de Manuel António Pina. Da Livraria Lello ao Café Piolho, no Porto, a celebração percorre o itinerário afetivo do escritor e jornalista». Ler no Jornal de Notícias.

 

«A Livraria Lello, no Porto, que Manuel António Pina frequentava, foi um dos locais que acolheu hoje a leitura de poemas do escritor, no decorrer de uma iniciativa de homenagem no dia em que faria 70 anos.

 

Receber estas leituras "sensibiliza-me, fico honrado, fico feliz e é um dia em que lembro ainda mais Manuel António Pina, o seu gato, as suas crónicas, a sua forma de estar, o seu sorriso e olhar acutilante", referiu o proprietário da Livraria Lello, Antero Braga, à agência Lusa». Ler no Diário de Notícias.


por Booktailors às 12:30 | comentar | partilhar

Sex, 15/Nov/13
Sex, 15/Nov/13

«A Biblioteca Almeida Garrett, no Porto, recebe na segunda-feira a apresentação do Clube dos Amigos à Espera do Pina, fundado por dez amigos do escritor como forma de preservar a sua memória e promover a sua literatura, no dia em que faria 70 anos». Ler no Diário Digital.

«O anúncio é feito quando passam, na segunda-feira [18], 70 anos do nascimento do escritor, falecido no ano passado, uma data que será assinalada com diversas iniciativas que incluem leitura de poemas em cafés e locais que Pina frequentava, no Porto». Ler no iOnline.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 12:00 | comentar | partilhar

Sex, 15/Nov/13

 

José Saramago faria amanhã, dia 16, 91 anos. Para assinalar esta data, a fundação com o nome do escritor celebra, pela segunda vez, o Dia do Desassossego, com atividades que terão início hoje.

 

Este ano, a fundação preparou uma programação que contempla eventos nas ruas de Lisboa e na Casa dos Bicos. Assim, a título de exemplo, será possível ouvir leituras de excertos de Saramago nas entradas do metropolitano de Lisboa. Outros eventos, como o lançamento de uma edição que reproduz o primeiro original datilografado de Clarabóia e da nova edição de A Maior Flor do Mundo (amanhã, às 18.00, na Casa dos Bicos) estão contemplados na programação. Retirado daqui.

 

«O Dia do Desassossego vai celebrar hoje a data do nascimento de José Saramago, há 91 anos, com leituras de obras do Nobel da Literatura e de outros autores portugueses, em Lisboa, promovidas pela fundação com o nome do escritor». Ler no iOnline e na Renascença.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 11:00 | comentar | partilhar

Qui, 14/Nov/13
Qui, 14/Nov/13

 

«O Dia do Desassossego vai celebrar o nascimento de José Saramago, que se assinala no sábado, com leituras de obras do Nobel da Literatura e de outros autores portugueses, em Lisboa, promovidas pela fundação com o nome do escritor.

 

A Fundação José Saramago, instalada na Casa dos Bicos, em Lisboa, assinala a data em que o escritor faria 91 anos - 16 de novembro - com uma programação de leituras, ao longo de sexta-feira e de sábado, nas estações do Metro de Lisboa». Ler no iOnline.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 15:30 | comentar | partilhar

Ter, 3/Set/13
Ter, 3/Set/13

«O município de Viseu vai na próxima semana homenagear o escritor Aquilino Ribeiro com a colocação de uma escultura na Rua Formosa, no dia do aniversário do seu nascimento. [...] O local escolhido para a colocar é "simbólico, em frente do antigo mercado", explicou [Fernando Ruas, presidente da Câmara Municipal de Viseu], acrescentando que era na Rua Formosa que Aquilino Ribeiro tinha o seu alfaiate e frequentava o café onde conversava com os amigos». Ler na TSF.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 16:30 | comentar | partilhar

Ter, 3/Set/13

«Se Natália Correia fosse viva, completaria 90 anos no próximo dia 13. Para lembrar esta mulher ímpar nas letras portuguesas - e sobretudo para homenagear o seu espírito indómito e a sua coragem -, o Teatro Rápido (TR) acaba de estrear, no Chiado, Lisboa, Natália, evocação da escritora na voz e no corpo de Teresa Côrte-Real». Ler no Correio da Manhã.

Etiquetas:

por Booktailors às 10:45 | comentar | partilhar

Seg, 2/Set/13
Seg, 2/Set/13

O criador de O Senhor dos Anéis morreu no dia 2 de setembro de 1973. Veja a fotogaleria dedicada ao escritor e à sua obra na Sábado.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 17:00 | comentar | partilhar

Seg, 2/Set/13

«O Instituto Cultural Romeno, em Lisboa, homenageia o escritor José Saramago, com a realização, em setembro, de duas exposições, uma delas do pintor Laurentiu Midvichi, e uma conferência de Mioara Caragea, tradutora de obras do Nobel português». Ler no Diário de Notícias.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 16:00 | comentar | partilhar

Qui, 4/Jul/13
Qui, 4/Jul/13

«Mais de 90 editoras, distribuidoras e livrarias, num total de 28 pavilhões, vão marcar presença na 31.ª Feira do Livro de Barcelos, que decorrerá de 5 a 14 de julho e que homenageará Fernando Pessoa, anunciou a Câmara.» Leia mais no Notícias ao Minuto.


por Booktailors às 14:30 | comentar | partilhar

Seg, 24/Jun/13
Seg, 24/Jun/13

A Fundação Eugénio de Almeida organiza amanhã, pelas 18.00, no Salão Nobre do Palácio de São Sebastião da Pedreira, em Lisboa, a conferência José Maria Eugénio de Almeida: Vida, Fortuna e Legado. A iniciativa, integrada no programa comemorativo do cinquentenário da instituição e do centésimo aniversário do fundador, propõe uma viagem pelo percurso pessoal e profissional de Eugénio de Almeida (1811-1872).

 

José Maria Eugénio de Almeida teve, no século XIX, em Portugal, uma relevante intervenção pública como deputado, par do reino, conselheiro de Estado e provedor da Casa Pia de Lisboa, onde operou uma profunda reforma do programa de estudos. 

 

A conferência será proferida por José Miguel Sardica, doutor em Ciências Históricas pela Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa, especialista em História Contemporânea e autor da biografia de José Maria Eugénio de Almeida.


por Booktailors às 12:00 | comentar | partilhar

Seg, 24/Jun/13

Leia mais aqui e aqui.

Etiquetas: ,

por Booktailors às 10:00 | comentar | partilhar

Ter, 18/Jun/13
Ter, 18/Jun/13

 

Lembram-se hoje os três anos da morte de José Saramago. Para marcar a efeméride, a Fundação José Saramago e a Fundação Lapa do Lobo juntaram-se para organizar uma exibição simultânea em todo o país do documentário biográfico de Miguel Gonçalves Mendes José e Pilar.

 

Na Fundação José Saramago, na Casa dos Bicos, será mesmo apresentada a montagem do realizador, de cinco horas. A versão comercial será exibida em mais de duas dezenas de cineclubes por todo o país.

 

Veja a lista completa dos sítios de exibição na página do evento no Facebook, aqui, no Público e no Sol.

-

Nova campanha de descontos. Novidades 2013: [Porto] Novo Acordo Ortográfico.

Etiquetas:

por Booktailors às 09:00 | comentar | partilhar


Subscreva a nossa newsletter

* indicates required
Publicações Booktailors
Carlos da Veiga Ferreira: Os editores não se abatem, Sara Figueiredo Costa



PVP: 12 €. Oferta de portes (válido para território nacional).

Fernando Guedes: O decano dos editores portugueses, Sara Figueiredo Costa



PVP: 10,80 €. Preço com 10% de desconto e oferta de portes (válido para território nacional).

A Edição de Livros e a Gestão Estratégica, José Afonso Furtado



PVP: 16,99 €. 10% de desconto e oferta de portes.

Livreiros, ler aqui.

PROMOÇÃO BLOGTAILORS



Aproveite a oferta especial de dois livros Booktailors por 20 €.

Compre os livros Fernando Guedes: O decano dos editores portugueses, de Sara Figueiredo Costa e A Edição de Livros e a Gestão Estratégica, de José Afonso Furtado por 20 €. Portes incluídos (válido para território nacional).

Encomendas através do e-mail: encomendas@booktailors.com.

Clique nas imagens para saber mais.
Leitores
Acumulado (desde Setembro 2007):

3 000 000 visitas


Site Meter
arquivo

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Etiquetas

acordo ortográfico

adaptação

agenda do livro

amazon

apel

associativismo

autores

bd | ilustração

bertrand

bibliotecas

blogosfera

blogtailors

blogtailorsbr

bookoffice

booktailors

booktrailers

byblos

coleção protagonistas da edição

correntes d'escritas 2009

correntes d'escritas 2010

correntes d'escritas 2011

correntes d'escritas 2012

design editorial

dia do livro

direitos de autor

distribuição

divulgação

e-book

e-books

edição

editoras

editores

emprego

ensaio geral na ferin

entrevista

entrevistas booktailors

estado | política cultural

estatísticas e números

eventos

feira do livro de bolonha 2010

feira do livro de frankfurt 2008

feira do livro de frankfurt 2009

feira do livro de frankfurt 2010

feira do livro de frankfurt 2011

feira do livro de frankfurt 2013

feira do livro de lisboa

feira do livro de lisboa 2009

feira do livro de lisboa 2010

feira do livro do porto

feira do livro do porto 2009

feiras do livro

feiras internacionais

festivais

filbo 2013

fnac

formação

formação booktailors

fotografia | imagem

fusões e aquisições

google

homenagem

humor

ilustração | bd

imagens

imprensa

internacional

kindle

lev

leya

língua portuguesa

literatura

livrarias

livro escolar

livro infantil

livros

livros (audiolivro)

livros booktailors

london book fair

marketing do livro

mercado do livro

notícias

o livro e a era digital

óbito

opinião

opinião no blogtailors

os meus livros

poesia

polémicas

porto editora

prémios

prémios de edição ler booktailors

profissionais

promoção à leitura

revista ler

sítio web

sociologia e hábitos da leitura

tecnologia

top livros

twitter

vídeo

todas as tags