Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

1.º Festival Literário da Gardunha recebe escritores este fim de semana

26.09.14

 

«Referimo-nos ao I Festival Literário da Gardunha, que arrancou na segunda-feira com residências literárias, artísticas e workshops, mas que atingirá o auge este fim-de-semana, desbravando caminho para receber uma grande "transumância" de escritores, ensaístas, fotógrafos e jornalistas para falarem sobre travessias. Citando o escritor brasileiro Amyr Klink: "Pior que não terminar uma viagem é nunca partir."» Ler no Diário Digital.

 

«A Serra da Gardunha, no concelho do Fundão (distrito de Castelo Branco), é também conhecida por Guardunha, palavra árabe que significa "refúgio". Refúgio para os de Idanha e refúgio para os que subirem ao Fundão para ouvir falar de literatura de viagem no Festival Literário da Gardunha, primeira edição, que ali decorre durante este fim de semana.

 

Hélia Correia, Teolinda Gersão, Luandino Vieira, Miguel Real, Carlos Vaz Marques, Fernando Alvim, José Mário Silva, Pedro Mexia são alguns dos nomes confirmados para este festival. Vão falar sobre as suas viagens literárias. Primeiro no Auditório da Moagem (cidade do Fundão), e depois em Alpedrinha e depois em Castelo Novo, lugares que a literatura entretanto imortalizou (Saramago um dia escreveu: "Castelo Novo é uma das mais comovedoras lembranças do viajante"), num movimento que faz jus ao tema do festival, e tem como cenário a Serra da Gardunha.» Ler no Expresso.

 

«Naquele que é o 1º Festival Literário da Gardunha, sob o mote A Viagem Começa Aqui, vai falar-se de viagens com mapa, viagens imóveis, com ficção ou com história, poéticas ou não, entre o Oriente e o Ocidente, ou com bilhete apenas de ida.

 

E vai também viajar-se um pouco, entre o Fundão, Alpedrinha e Castelo Novo, por um território "com grande potencial a nível turístico, cultural, geográfico, e, além disso, com tradição literária porque sobre ele escreveram Virgílio Ferreira, José Saramago, Albano Martins, Miguel Torga, Eugénio de Andrade", explica Margarida Gil dos Reis, da editora A23, que é a responsável pelo programa do festival – uma organização da Câmara Municipal do Fundão, da A23 e da Grande Turismo.» Ler no Público.

 

«A preceder o final desta epopeia está agendado para a noite de sábado um concerto com Cristina Branco e o pianista João Paulo Esteves da Silva, que, década e meia depois de um primeiro encontro e de um percurso tecido por muitas músicas e aventuras, voltam agora a encontrar-se no Auditório da Moagem.» Ler no Diário Digital.