Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Diário da Feira do Livro de Lisboa. Homenagem a Rogério Mendes de Moura

02.05.09
Decorreu ontem no auditório da Feira a homenagem a Rogério Mendes de Mouro. Reproduzimos aqui o press release (ler mais aqui):

«No segundo dia de abertura ao público da 79ª Feira do Livro de Lisboa foi prestada homenagem a Rogério de Moura, figura destacada na história da actividade editorial em Portugal. O tributo realizou-se pelas 18h30 no Auditório da Feira do Livro e contou com a presença de muitos editores, familiares e amigos.

“Ao longo de mais de cinco décadas, Rogério de Moura demonstrou sempre a enorme paixão pelo Livro que o caracterizava, tanto nas centenas de obras que publicou, como também na dedicação e empenho com que liderou a APEL, da qual foi o seu primeiro Presidente. Pela sua rara sensibilidade humana e inquestionáveis qualidades intelectuais, constitui-se como uma figura de referência no panorama do livro e da leitura no nosso país.”, afirmou Rui Beja, Presidente da APEL. “A nova Feira do Livro de Lisboa corresponderia à concretização de uma das mais fortes aspirações de Rogério de Moura pelo que dedicamos à sua memória o espírito de renovação e de aposta no futuro, patentes num certame modernizado e que se realiza num ambiente de grande festa de divulgação do livro e do fomento dos hábitos de leitura.”

O elogio foi feito pelo Professor Doutor José-Augusto França, que destacou a “a perfeita consciência de Rogério Moura em tudo o que estava fazendo”. Nas palavras do historiador, “um editor tem que saber assumir riscos. Nunca Rogério Moura pensou se os títulos eram rentáveis; arriscou em sectores em que nenhum outro editor se atreveu, sabendo o que era necessário à cultura portuguesa”.

Cláudia Moura, filha do editor, destacou, por seu turno, “a mais genuína paixão [de Rogério Moura] pelos saberes e a admiração pelos seus autores”, assim como a história dos feitos artísticos e culturais da última metade do séc. XX, de que Rogério Moura foi, “sem qualquer dúvida, testemunha entusiasta e ajudou a construir”.

A homenagem a Rogério de Moura relembrou o importante contributo desta destacada figura para o enriquecimento cultural do país através da publicação de dezenas de obras fundamentais em áreas tão diversas como a Pedagogia, a História, a História da Arte, a Economia, as Ciências Sociais e a Literatura Infantil.»