Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Negócios d(n)a China

09.01.08
Os livros que registam maior número de vendas na China são os livros estrangeiros, sobretudo «best-sellers» e clássicos. No entanto, «os segredos para ganhar dinheiro e as visões modernas da cultura chinesa são os temas preferidos dos leitores chineses». Estas conclusões foram avançadas pela Joyo Amazon, a maior livraria chinesa online.

Entre as listas dos 10 mais vendidos encontram-se: «Harry Potter e os Talismãs da Morte», J.K.Rowling, «Cães de Babel», de Carolyn Parkhurst, «A Mulher do Viajante no Tempo», de Audrey Niffenegger, e «O Guardião de Memórias», de Kim Edward.

Entre os clássicos, destaque para «Jane Eyre», de Charlotte Bronte, «Orgulho e Preconceito», de Jane Austen, «Mulherzinhas», de Louise May Alcott, e «O Principezinho», de Saint-Exupéry.

Qiu Hengming, crítico literário avança que «Milhares de chineses têm ajudado a promover o entusiasmo entre as editoras para o lançamento de todo o género de leituras acerca da vida prática: finanças pessoais, investimento na bolsa, saúde e culinária, bem como de muitos títulos que popularizam a cultura tradicional, a arte e a filosofia chinesas».

Os quatro grandes clássicos chineses - «Sonho do Quarto Vermelho», «Foragidos dos Pântanos», «Viagem ao Oeste», «O romance dos três reinos» - venderam pelo menos 3 milhões cópias só em 2006.

Mais desenvolvimentos aqui.