Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Matilde Rosa Araújo (1921-2010): Reacções

06.07.10
«Várias figuras do mundo da cultura, em reacção à morte de Matilde Rosa Araújo, destacaram hoje a importância da escritora, em especial no campo da literatura para crianças.» Ler no Público.

«Ana Maria Magalhães, autora de livros infanto-juvenis, revelou-se “tristíssima” pelo falecimento da Matilde Rosa Araújo, que deixa como legado de “belíssimos livros para crianças, belíssimos poemas e um rasto muito singular de doçura e simpatia”.» Ler no jornal i e no Diário Digital.

«A ministra da Educação, Isabel Alçada, considera que Matilde Rosa Araújo "teve um efeito extremamente importante na sensibilidade dos professores e na forma como os livros são lidos na sala de aula".» Ler no jornal i.

«O Ministério da Cultura exprimiu hoje "profunda consternação" pela morte de Matilde Rosa Araújo, salientando que a escritora "revolucionou a literatura infanto-juvenil através de uma escrita singular".» Ler no Diário Digital.

«O Comité Português para a Unicef homenageou hoje a escritora Matilde Rosa Araújo, recordando-a como “sua sócia fundadora e incansável defensora dos direitos da criança”.» Ler no Público.

«Matilde Rosa Araújo teve uma presença assídua nos jornais escolares. As recensões aos seus livros ou as idas a estabelecimentos de ensino para conversar com alunos e professores justificavam abundantes textos. No dia 7 de Março de 2007, esteve no Agrupamento de Escolas do Bairro Padre Cruz, em Lisboa, tendo a visita inspirado diversos textos de alunos, publicados no jornal Inforescolas.» Ler no Público.

«Numa mensagem divulgada no sítio online da Presidência da República, Cavaco Silva apresenta, em seu nome, da mulher, e do povo português, "sentidas condolências à família" da escritora que faleceu na madrugada de hoje, terça-feira, em casa da irmã, em Lisboa.» Ler no Jornal de Notícias.

«O comissário do Plano Nacional de Leitura (PNL), Fernando Pinto do Amaral, considerou Matilde Rosa Araújo "uma figura de referência da literatura para crianças" e uma escritora de "enorme talento, imaginação e sensibilidade".» Ler no Diário de Notícias.

«A escritora Matilde Rosa Araújo, hoje falecida aos 89 anos, "era a medida padrão para a literatura infanto-juvenil", disse o escritor António Torrado.» Ler no Diário de Notícias.