Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blogtailors - o blogue da edição

Revista Os meus livros apresenta reformulação gráfica e editorial

31.12.07
Apesar da capa não o indiciar, a revista Os meus Livros de Janeiro de 2008 apresenta um novo conceito gráfico . João Morales diz-nos que «A revista que vai ler está diferente», defendendo que a publicação apresenta «um design mais adequado a uma leitura que se pretende mais fácil».

A secção “Este mês” passou a estar disponível apenas no site da revista, ficando reservado à edição impressa «um artigo de síntese». João Morales fala ainda de uma nova rubrica, «”carta de…”, onde mensalmente teremos uma crónica enviada de uma cidade diferente.». Segundo o editorial, a revista optou ainda por aumentar o espaço reservado aos livros infantis.

Parece-nos que, apesar da evidente mudança no conceito gráfico do miolo (para bem melhor, diga-se!), a revista não mudou assim tanto. Estratégia ou não, as secções âncora e, sobretudo, o ritmo da revista, continuam a ser os mesmos.

Sempre olhei para a revista Os meus Livros como uma publicação eminentemente direccionada para os editores e profissionais do sector. Para esta apreciação, contribuíam grandemente três factores: a) a secção de entrevistas com os editores; b) a secção “este mês”, onde só um público mais especializado (profissional ou bibliómano) poderia descodificar a falta de informação em algumas entrada (nem sempre nome do livro e autor apareciam de forma completa); c) todas as pessoas que conheço que lêem a revista são editores ou profissionais do sector. Leitores-leitores foram poucos.

Certa vez, em conversa, o João Morales teve o cuidado de me explicar que a revista era mais B2C que B2B. Sem negar que a revista tem de facto uma componente B2C, continua a parecer-me que será preciso bem mais do que ter a Maya como convidada (figura que indiscutivelmente gera empatia com muitos dos leitores portugueses) para que a revista seja, de facto, vista como para o público-leitor.

Daqui mandamos um abraço para toda a redacção, esperando que continuem o trabalho até aqui desenvolvido. Revistas sobre livros fazem falta. E é por isso que a Os Meus Livros tem de continuar o seu trabalho.
[pf]

PS: Nesta edição, poderemos encontrar uma entrevista com Sandra Silva, da 101 noites.

2 comentários

Comentar post