Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Arquitectura à letra

20.05.09
Ciclo de 3 debates sobre escrita e livros.

Quartas-feiras, dias 20 (hoje) e 27 de Maio, 3 de Junho, às 18h15
Fnac Santa Catarina - PORTO

Segundo várias opiniões, os arquitectos não gostam de ler.

Preferem ver. Será verdade? A história da arquitectura é assinalada por momentos literários inigualáveis. Se os Quattro Libri de Andrea Palladio são um magnífico catálogo de modelos (onde os desenhos dispensam a leitura), o tratado de Alberti é uma peça literária que ensina a construir sem gastar uma imagem. Rem Koolhaas e Aldo Rossi, cada um à sua maneira entre a Autobiografia Científica e a Nova Iorque Delirante, construíram peças literárias cuja qualidade da escrita se prolongou no alcance disciplinar e efeito cultural das propostas arquitectónicas subjacentes.

Independentemente dos gostos, que há muitos, o livro de arquitectura é um instrumento basilar da cultura contemporânea. Será para servir com mais ou com menos letras? Será necessário forçar os arquitectos a lerem livros de arquitectura? E se não lêem, como será possível editar?

A Dafne Editora organiza este ciclo de debates para procurar estabelecer um balanço possível sobre a relação entre os arquitectos e as letras que habitam os livros.

20 Maio : Escrita
Como se pode criar um argumento a partir da arquitectura?
Como é que um arquitecto se transforma em escritor?
Até que ponto essa construção de sentido pode ser partilhada?
Debate com Manuel Mendes, Pedro Bismarck, Pedro Baía.
Seguido de lançamento do livro Biaggio Rossetti, Urbanismo renascentista de Domingos Tavares.

27 Maio : Edição
Como se desenha a forma de um livro?
Como se articulam os conteúdos que os caracterizam?
Como se constroem as ficções que os alimentam?
Debate com Rui Silva, Susana Lourenço Marques, Pedro Gadanho.
Seguido do lançamento do 1.º volume do bookazine Beyond, Short Stories on the Post-Contemporary.

3 Junho : Uso
Como se pode ler um livro?
Que estratégias para provocar a leitura?
Porque não há crítica da literatura arquitectónica em Portugal?
Debate com Nuno Brandão Costa, Godofredo Pereira, Jorge Figueira.

Os debates, seguidos por um beberete, serão moderados por André Tavares.