Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

O espaço LeYa

17.10.08
O espaço LeYa encontra-se situado na fila do pavilhão 4. Aliás, é no pavilhão 4 que podemos encontrar as várias editoras portuguesas (Grupo LeYa, editoras junto ao stand da APEL), Quidnovi, Gradiva e Paulus e Paulinas.

Com um espaço com 80 m2, o espaço LeYa salta à vista pela decoração que faz uso sobretudo do branco e do vermelho – as cores-mãe da marca. O exterior do stand está decorado com as caras dos autores que representam, tentando assim posicionar-se a marca pelo catálogo, pelo património autorial. No interior, existem várias mesas e cadeiras para que quem passa possa entrar e sentar-se. Num dos cantos do espaço, temos duas salas, com três mesas para reuniões mais reservadas. Podemos assim, entre as cadeiras e mesas do espaço, passear por entre os expositores com livros das várias editoras, incluindo as editoras africanas Nzila (Angola) e Ndjira (Moçambique).

O Grupo LeYa trouxe ainda para esta feira diversos materiais promocionais, casos da saca vermelha que usa como frase “A minha pátria á língua portuguesa”, traduzida para diversas línguas. A par desta saca, existem ainda cadernos de apontamentos, de formato a6, com as capas dos manuais escolares. Existem ainda diversas monofolhas, edição bilingue – português e inglês, que apresentam a LeYa.

O Espaço LeYa é um excelente cartão de visita da edição portuguesa, pois ombreia com as dos grandes grupos internacionais. Bonito, confortável e acolhedor, tem sido morada e passagem permanente de diversos pares portugueses.