Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

A rentrée da Porto Editora

04.09.09
A grande rentrée viria a pertencer a Isabel Coutinho, que chegou quando os mais de 30 jornalistas e bloggers já se encontravam sentados, sendo notada e anunciada aos microfones por Manuel Alberto Valente, na mesa.

As novidades apresentadas por Claúdia Gomes, Paulo Gonçalves e Manuel Alberto Valente (MAV) são, a esta hora, já amplamente conhecidas, seja pela via dos canais tradicionais, como o Diário Digital, seja via blogosfera (a Porto Editora leva a sério a interacção com a blogosfera e convida os responsáveis por alguns blogues para estarem presentes). Mais a mais, porque, à semelhança do que já fizera antes, Ricardo Costa, do departamento de comunicação da Porto Editora, relatava o que se ia passando na mesa para todos os seguidores do twitter e Facebook. Na Blogosfera, a presença, ou ausência, mais notada foi mesmo a do Senhor Palomar, que continua a causar dores de cabeça a uma parte da edição portuguesa. Afinal, quem é o Senhor Palomar? Sara Belo Luís, que já foi confundida com este blogger, coloca no seu facebook uma foto que parece indicar tratar-se também de um vinho.


Relativamente à apresentação e ao que foi dito, algumas notas:
- Manuel Alberto Valente fez notar que, apesar de a Porto Editora ter publicado recentemente "A Sombra da Águia", de Perez-Reverte, não é líquida que as novas obras do autor transitem para a Porto Editora.

- MAV prometou revelações bombásticas e bastante polémica. António Lobo Antunes não se coibiu de falar de vivos e mortos a João Céu e Silva, que realizou mais uma longa viagem;

- "A Cabana", nas palavras de Cláudia Gomes, «é uma viagem muito especial que nos fará questionar e ser questionados». 66 semanas no top do N.Y.Times, 35 países, 1 milhão de livros vendidos no Brasil, 75 milhões no mundo inteiro, levaram Cláudia Gomes a afirmar que esta é «sem dúvida, a grande aposta da Porto Editora».

- MAV congratulou-se com a publicação de Mar em Casablanca. Francisco José Viegas foi o primeiro autor que publicou nas Edições Asa e não deixou de "pessoalizar" a sua intervenção, ao deixar claro que nunca poderia deixar FJV publicar o novo romance numa estrutura a que pertence (Bertrand).

- A Porto Editora, à semelhança dos Contos Policiais (colectânea do género que reuniu diversos autores portugueses), volta à carga com o mesmo registo e, desta feita, Pedro Sena-Lino convidou uma série de autores para falar de vampiros. Num registo mais infantil, foram desafiados Ana Luísa Amaral, Gonçalo M. Tavares, entre outros, para dissertar sobre "Príncipes, princesas, fadas e piratas com problemas"

- Dois destaques:
a) Vocabulário da Língua Portuguesa, coordenado por João Malaca Casteleiro, que apresenta «uma extensa listagem de palavras da língua portuguesa segundo a nova norma ortográfica, da sua grafia, classificação gramatical, indicação de pronúncia, formas irregulares do feminino e outras informações úteis.».

b) Poemas Portugueses – Antologia de Poemas Portugueses do Séc. XIII ao Séc. XXI, coordenado por Jorge Reis-Sá e Rui Lage, que compilaram 8 séculos de poesia portuguesa. Uma obra mostruosa de 2000 páginas que, como apontou Manuel Alberto Valente, apresenta uma releitura do nosso património poético, pelos olhos de dois poetas com menos de 40 anos.

Ler mais em Bibliotecário de Babel e Cadeirão Voltaire. De seguida, e em parceria com Pedro Vieira, o Blogtailors publica uma versão lateral do que foi o encontro de ontem. Através dos livros, claro.