Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blogtailors - o blogue da edição

Feira do Livro - Comunicado

23.05.08
Deixamos aqui o comunicado da LeYa, relativo à Feira do Livro, no qual o grupo apresenta a sua presença (passe a expressão).


«EDITORAS DA LEYA NA FEIRA DO LIVRO DE LISBOA 2008
Sexta-feira, 23 de Maio de 2008
Asa, Booket, Caderno, Caminho, Dom Quixote, Gailivro, Livros d'Hoje, Lua de Papel, Nova Gaia, Oceanos, Texto e Universal terão os seus espaços na Feira do Livro de Lisboa. Conceito dos novos pavilhões aposta na proximidade entre os autores e os seus leitores e na facilidade de contacto com todos os livros em exposição.

As editoras integradas na Leya terão, a partir de amanhã, os seus pavilhões na Feira do Livro de Lisboa, no topo direito do espaço do Parque Eduardo VII destinado ao evento.

A implantação dos quinze pavilhões das editoras integradas no grupo Leya respeita a tradição da Feira do Livro de Lisboa, salvaguardando o prestígio e importância do evento. Neste sentido foram mantidos os tradicionais corredores longitudinais contínuos, com largura semelhante aos corredores existentes nos restantes espaços da Feira.

O conjunto dos pavilhões foi implantado em forma de praça. Os stands são construídos em alumínio, madeira e tela impermeável, no exterior, e equipados com mobiliário em madeira onde estão dispostos os livros, no interior.

Os stands das editoras da Leya diferem dos stands convencionais da feira, resultando de um conceito de espaço habitável coberto, equipado no seu interior com áreas de exposição para livros, facilmente acessíveis ao visitante. Pretendeu-se desenvolver stands com desenho inovador, pensado para ser habitável temporariamente, proporcionando ao visitante a possibilidade de ficar abrigado no seu interior e, por conseguinte, melhorar as condições de passagem ou estadia oferecidas pelas bancas convencionais.

A Leya aposta assim no contacto do visitante com os livros e na facilidade de procura do livro.

Ao mesmo tempo, os espaços destinados aos autores, situados no centro da “praça” formada pelos pavilhões, foram pensados para promover uma maior proximidade entre os autores e os seus leitores, durante as tradicionais sessões de autógrafos.

Como funcionará a compra de livros?
Todos os pavilhões das editoras da Leya na Feira do Livro são abertos e permitem que os visitantes entrem e folheiem todos os livros em exposição.

A zona – ou “praça” - estará equipada, ao centro, com um balcão de pagamento com seis caixas onde, depois de visitados os pavilhões e recolhidos os livros desejados, os visitantes se poderão dirigir para efectuar o pagamento.

Programação no Leya
Para além de uma vasta programação de sessões de autógrafos - o espaço Leya será um ponto de encontro de um significativo conjunto de autores portugueses -, a zona dos pavilhões das editoras da Leya terá animação contínua, para todas as idades.

A programação de sessões de autógrafos do espaço poderá ser consultada na própria Feira e através do site www.leya.com

1 comentário

Comentar post