Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Entrevista a Gonçalo M. Tavares

26.10.10

«Os seus livros nunca se parecem uns com os outros. Aborrece-se facilmente?

É uma hipótese. Se nós usarmos uma estrutura fixa, como a epopeia, essa estrutura impõe uma forma de escrita. Sei que vou dizer com ela coisas que não posso dizer de outra maneira. E sei também que ela me vai limitar muito. Se for escrever um conto, por outro lado, sei que vai sair algo diferente de um romance. O tipo de texto leva-nos sempre a sítios diferentes.» Ler na íntegra no iOnline.