Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Wook lança aplicação para leitura de e-books multiplataforma

10.07.12

Foi com grande expetativa que Rui Aragão, da Divisão de Comércio Eletrónico da Porto Editora, apresentou hoje a nova aplicação da Wook para leitura de livros digitais em linha e em vários dispositivos de leitura, que permitirá aos seus consumidores uma leitura mais flexível e segura.

 

Esta solução partiu do ensaio realizado pela própria Wook durante o último ano, que se revelou um fracasso (o e-book representa apenas 0,5 % das vendas da livraria digital). Contudo, o inquérito que foi feito aos utilizadores nesse período permitiu aferir que a maioria dos leitores, mesmo que não tenham ainda adquirido livros digitais até hoje, pretendem fazê-lo a curto e a médio prazo. Além disso, os dados de leitura que são divulgados no estrangeiro indicam o progressivo desaparecimento de dispositivos vocacionados exclusivamente para a leitura (e-readers) e a adoção plena de tablets e smartphones.

 

Como tal, a Wook desenvolveu uma web app, isto é, uma aplicação em linha, que permite construir uma biblioteca pessoal mediante aquisição de livros, com variadíssimas funcionalidades: marcar páginas, registar anotações, leitura noturna, entre outras. (Prometido ficou já, até ao final de 2012, uma versão 2.0 da app com possibilidade de pesquisa de texto e compatibilidade com o formato ePub 3.)

 

Esta web app responde às necessidades dos leitores e às tendências do mercado: é de fácil utilização e é flexível, pois permite que um mesmo consumidor leia o mesmo livro em várias plataformas distintas (com um limite de 5 dispositivos). Responde igualmente às preocupações manifestadas pelos editores: trata-de de uma solução segura, pois os ficheiros, ao ficarem armazenados na cloud (que não apresenta limite de capacidade), não podem ser pirateados. Ainda assim, podem ser emprestados a outro utilizador, por um período máximo de 15 dias.

 

O objetivo principal desta estratégia é facilitar a entrada de todas as editoras nacionais no mercado de distribuição do e-book, encontrando-se envolvidos, nesta primeira fase, os universos editoriais do Grupo Porto Editora e Bertrand Círculo, LeYa, assim como as editoras Presença, Gradiva, Centro Atlântico, Lidel/FCA, Principia e Planeta.

 

«A Wook, a maior livraria virtual portuguesa, revelou a criação de um leitor próprio que permite a leitura de livros digitais independentemente do dispositivo e do sistema operativo, assente numa aplicação desenvolvida pelo Departamento de Investigação e Tecnologia do Grupo Porto Editora.» Ler no Diário Digital.