Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

iLEIO, uma plataforma portuguesa em torno do livro digital

22.11.13

 

Foi lançado ontem o portal iLEIO, uma plataforma que agrega num único sítio em linha livros, livrarias e biliotecas digitais. A plataforma, «totalmente desenvolvida em Portugal», é de «utilização fácil e intuitiva».

 

Segundo divulgado em comunicado, entre as funcionalidades do iLEIO estão, por exemplo, a leitura com e sem acesso à internet, a independência do dispositivo de leitura e a possibilidade de criação de bibliotecas pessoais, com livros digitais adquiridos em livrarias ou requisitados em bibliotecas, de formato ePUB, em versões 1 e 2, com possibilidade de inclusão, até ao fim de 2013, da versão 3. A plataforma pode também ser usada em smartphone ou tablet, desde que o leitor tenha instalado um browser.

 

O serviço pode ser testado sem quaisquer custos, e a sua utilização não requer qualquer tipo de instalação. Pode visitar o iLEIO em www.ileio.pt.

 

Leia, em baixo, uma pequena entrevista à equipa da iLEIO.

 

Que equipa esteve por detrás da criação do iLEIO? Quanto tempo demorou o portal a ser desenvolvido?

A equipa de desenvolvimento da MARKA já conta com a experiência de cerca de seis anos na venda de ebooks (www.myebooks.pt ), gestão de bibliotecas digitais institucionais (www.iacervo.com/fep, por exemplo) e de prestação de serviços a editores, bibliotecas e autores (www.euebooks.com). A plataforma demorou cerca de dois anos a ser desenvolvida.

 

Como é feito o acesso aos conteúdos, tendo em conta os muitos leitores de livros digitais existentes no mercado?

O acesso aos ebooks é feito pela (i) compra nas livrarias presentes na plataforma iLEIO e nas livrarias online dos editores aderentes; (ii) empréstimo nas bibliotecas presentes na plataforma iLEIO e nas bibliotecas online (municipais, institucionais, académicas) aderentes. O utente terá de estar credenciado nas bibliotecas caso elas assim o exijam.

 

Portugal ainda é um país onde, por exemplo, o empréstimo de livros digitais é pouco expressivo. Existe um público-alvo do iLEIO?

Concordamos, mas esta é a nossa contribuição para alterar o cenário. Acreditamos que, com a flexibilidade e mobilidade do iLEIO, oferecemos uma nova forma de aquisição, requisição e leitura de ebooks tanto para os leitores de lazer como para os utilizadores profissionais e estudantes de todos os níveis de ensino.

 

Quais os próximos passos deste projeto?

Aumentar a oferta de ebooks portugueses. De momento a grande maioria dos ebooks que vamos disponibilizar são em inglês.

-

Nova campanha de descontos. Novidades 2013: [Lisboa] Escrevi um livro. E agora?.