Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Blogtailors.br: Resumo da semana

12.06.15

 

Após contestação de editores, lei das biografias cai

Até ontem, qualquer biografia editada no Brasil exigia autorização prévia. Vários foram os editores que se uniram contra esta lei evocando a inconstitucionalidade da mesma, uma vez que era incompatível com a liberdade de expressão e informação presentes na constituição brasileira. O Supremo Tribunal Federal votou e deu razão aos editores.

 

Mercado editorial recuou nos últimos 10 anos

O mesmo estudo que deu conta de uma queda de 5,2 % no mercado editorial nos primeiros meses de 2015 revela agora que nos últimos 10 anos o crescimento foi apenas de 5,8 %, num acentuado contraste com o crescimento do PIB, que se fixou nos 39,5 %. As vendas no setor privado estagnaram, com um crescimento de 1,2 % nos últimos 10 anos.

 

Rio de Janeiro com escassez de livrarias

A notícia do encerramento da Livraria Leonardo Da Vinci, umas das mais antigas do Rio de Janeiro, apanhou os amantes dos livros de surpresa. Pouco depois a Saraiva, uma das maiores cadeias de retalho de livros e produtos eletrónicos, anunciou o encerramento da sua megastore no Rio. A cidade está a ficar sem livrarias, muito atrás de São Paulo ou Buenos Aires.

 

Brasil homenageado no festival literário Cartas de Outros Lugares, na Provença

Depois do Salão do Livro de Paris, o Brasil volta a ser país convidado de um evento literário em França. O festival literário Cartas de Outros Lugares decorrerá em setembro, e os autores Ana Maria Machado e Sérgio Rodrigues têm já presença confirmada.

 

Paulo Coelho oferece livros

Paulo Coelho disponibilizou a versão digital de duas das suas obras na internet. Embora disponibilizadas a custo zero, o autor convida  os leitores que gostaram dos livros a pagar pelos mesmos. A versão portuguesa de Brida e a edição em inglês de O Manual do Guerreiro da Luz foram os livros escolhidos. Paulo Coelho prometeu disponibilizar mais livros e quer «mostrar à indústria editorial que essa ideia não compromete os negócios».