Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Custos da Feira do Livro do Porto inferiores ao apoio pedido pela APEL

12.03.14

 

«O presidente da Câmara do Porto revelou hoje que os custos da organização da Feira do Livro serão "seguramente" inferiores ao apoio financeiro reclamado pela Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), que acusou de atitude "intolerável".

 

"Custará seguramente menos do que os 300 mil euros que nos vinham a ser reclamados em função de quatro anos de atividade. Mas, acima de tudo, não tomamos esta medida por uma razão economicista", assegurou Rui Moreira, em declarações aos jornalistas no fim da reunião privada do executivo.» Ler no Diário de Notícias e no iOnline.

 

«Pelo segundo ano consecutivo, o Porto não vai ter uma feira do livro organizada pela Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL). A autarquia da Invicta acusa a entidade de faltar à palavra dada, e vai avançar sozinha para a organização do evento, pela primeira vez.» Ler na RTP.

 

«Rui Moreira afirma que a autarquia decidiu avançar com a realização sem o apoio da APEL depois de esta ter colocado as negociações em causa "18 dias depois de o acordo ter sido firmado". A feira vai então realizar-se entre 5 e 21 de setembro, nos jardins do Palácio de Cristal.» Ler no Correio da Manhã.

 

«A Associação Portuguesa de Editores e Livreiros disse esta terça-feira ter-se disponibilizado junto da Câmara do Porto para organizar a Feira do Livro em 2014 "por sua conta e risco", com a contrapartida de apoio em 2015.

 

Num comunicado em que lamenta a decisão da autarquia liderada por Rui Moreira de organizar a Feira do Livro este ano sem a associação, a APEL referiu ter sido "sempre sensível às dificuldades apresentadas pela Câmara Municipal do Porto".» Ler no Jornal de Notícias.