Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Os censores perdem sempre

28.04.14

«A Austrália, que vive em democracia há mais de cem anos, ainda tem um livro proibido oficialmente. Já teve centenas, sobretudo entre os anos 1950 e 1970. Sobrou um. O que resta é o Psicopata Americano, de Bret Easton Ellis, publicado em 1991. Em toda a Austrália o livro só pode ser vendido selado e a maiores de 18 anos. Mas no estado de Queensland, que tem quatro milhões de habitantes, não pode mesmo ser vendido. Como em relação às bebidas alcoólicas nos dry counties norte-americanos, quem quiser o livro tem de atravessar a "fronteira" ou comprá-lo clandestinamente. Tento imaginar becos escuros em Brisbane, mas as imagens são tão feias que desisto.» Leia o texto de Bárbara Reis no Público.