Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Literatura e identidades

26.03.15

 

«Ao longo dos últimos quinze anos, Gonçalo [M. Tavares] vem criando um universo muito próprio, que não está assente numa geografia concreta, particular, mas na grande literatura universal. É o caso mais extremo de uma tendência que vem ganhando expressão na literatura portuguesa — uma surpreendente desnacionalização.

Pedro Rosa Mendes, Afonso Cruz, João Tordo, Francisco José Viegas, Miguel Gullander, ou Walter Hugo Mãe, para citar alguns dos nomes mais jovens e mais interessantes da literatura portuguesa, vêm todos eles publicando livros cuja ação acontece para além das fronteiras portuguesas. Em alguns desses livros nem sequer há personagens portuguesas.» A opinião de José Eduardo Agualusa no jornal O Globo.