Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Livros escapam à quebra do mercado de entretenimento

19.05.14

«A venda de livros em Portugal (excluíndo os manuais escolares) teve uma ligeira queda de 1 % ao longo do ano passado, fechando 2013, segundo dados da analista GfK, com uma facturação de 147 milhões de euros. Feitas as contas também às descidas na música, filmes e videojogos, este foi o sector que menos se ressentiu.»

«Os números mostram também que os livros conseguiram ganhar terreno nos gastos dos consumidores. O sector livreiro acabou o ano passado a representar uma fatia de 55 % da facturação total daquelas quatro áreas de entretenimento. Em 2012, os livros já representavam mais de metade do mercado: tinham então uma parcela de 52 % do total, uma subida face aos 47 % de 2011. Este sector tem sido também marcado por um decréscimo do número de livros editados (foram 30 por dia em 2013, contra 57 em 2010) e das editoras (4000 no ano passado, menos 1200 do que em 2010). Os hiper e supermercados têm vindo a ganhar importância nas vendas de livros, embora paulatinamente. No ano passado, foi nestas superfícies que se fizeram  31 % vendas. Há quatro anos, este valor era de 27 %.» Ler no Público.