Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Manuel Jorge Marmelo vence prémio literário Casino da Póvoa

20.02.14

 

Manuel Jorge Marmelo é o vencedor do prémio literário Casino da Póvoa em 2014, com a obra Uma Mentira Mil Vezes Repetida (2011, Quetzal).

 

Manuel Jorge Marmelo nasceu em 1971, no Porto. Estreou-se na literatura em 1996 e publicou desde aí mais de vinte títulos, entre os quais se contam os romances Uma Mentira Mil Vezes RepetidaSomos Todos Um Bocado CiganosAonde o Vento Me LevarOs Fantasmas de Pessoa e As Sereias do Mindelo. Em 2005 conquistou o Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco com o livro O Silêncio de Um Homem Só. Em 2013 lançou uma nova coletânea de contos, Zero à Esquerda, bem como Crónicas do Autocarro, uma recolha de crónicas.

 

A obra sai vencedora de um lote de 15 finalistas, de um total de 180 obras concorrentes. O júri do prémio foi constituído por Isabel Pires de Lima, Carlos Quiroga, Patrícia Reis, Pedro Teixeira Neves e Sara Figueiredo Costa.

 

«Uma Mentira Mil Vezes Repetida, de Manuel Jorge Marmelo, é a obra vencedora do Prémio Correntes d'Escritas 2014, anunciou esta quinta-feira a organização do encontro literário. A obra é elogiada pelo júri como "uma singular parábola sobre a literatura e o seu poder redentor" que confirma "a maturidade do autor no domínio da narrativa".» Ler no Público. Ler no P3.

 

«O livro, publicado em 2011 pela Quetzal, foi escolhido pelo júri constituído por Isabel Pires de Lima, Carlos Quiroga, Patrícia Reis, Pedro Teixeira Neves e Sara Figueiredo Costa. O prémio será entregue no próximo sábado, dia 22, na sessão de encerramento da 15.ª edição do festival literário Correntes d'Escritas.» Ler no Diário de Notícias e no Expresso.

 

«O escritor Manuel Jorge Marmelo, que hoje venceu o prémio literário Correntes d'Escritas/Casino da Póvoa com a obra Uma mentira mil vezes repetida, descreveu a distinção como "um suplemento de ânimo", por estar desempregado.

 

O escritor portuense, de 42 anos, que há cerca de um ano ficou sem o emprego como jornalista, lembrou a sua condição de desempregado para frisar "a importância da distinção", o principal galardão do festival Correntes d’Escritas.» Ler no iOnline.

 

«O escritor Manuel Jorge Marmelo venceu o Prémio Literário Casino da Póvoa, o principal galardão do festival Correntes d' Escritas, no valor de 20 mil euros, com o romance Uma Mentira Mil Vezes Repetida, foi anunciado esta quinta-feira.» Ler no Jornal de Notícias.

 

«O ex-jornalista e cronista do jornal Público é presença assídua do Festival Correntes d'Escritas. Esta sexta-feira irá participar numa mesa de debate marcada para as 22 horas no Salão de Congressos do Hotel Axis Vermar. O debate dedicado ao tema "Cada livro é a antologia corrente da existência", Manuel Jorge Marmelo terá a seu lado os escritores Carlos Quiroga, Joana Bértholo, Manuel da Silva Ramos, Miguel Sousa Tavares, o Prémio Saramago 2013 Ondjaki e Rui Zink. 

 

Entre os finalistas ao prémio Literário Casino da Póvoa, atribuído no âmbito da décima quinta edição das Correntes d'Escritas estavam também obras de Juan Marsé, Caligrafia dos sonhos; Rui Zink, A instalação do medo; António Cabrita, A maldição de Ondina entre outros.» Ler na Renascença.

 

«A atribuição deste prémio a Manuel Jorge Marmelo "é extremamente importante porque ele é uma nova voz do Norte na literatura portuguesa", disse ao Expresso o escritor e crítico literário Miguel Real.» Ler no Expresso.

 

«"Este prémio vem numa altura em que estou a atravessar a fase mais complicada da minha vida. Como várias centenas de milhares de portugueses, estou desempregado", começou por dizer o autor, quando subiu ao palco para receber a distinção.» Ler no Sol.

 

Ouvir na RTP.

 

«A turma 4.º 1 da escola EB1 de Sever do Vouga foi hoje distinguida com o prémio Conto Infantil Ilustrado Correntes d'Escritas Porto Editora, na Póvoa de Varzim, pelo conto "O Guarda-Chuva da Mariana".

 

Em comunicado, a Porto Editora anunciou que em segundo lugar ficou "O Circo do Lago", da turma L4A, da escola EB1 do Luso, na Mealhada, seguindo-se a turma 4.º Q da escola EB1 de Penafiel com o conto "Problemas no Castelo".» Ler no Porto Canal.