Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Manuscrito roubado do Marquês de Sade retorna a França

04.04.14

«São doze metros de folhas coladas umas às outras que têm escrita dos dois lados uma obra inovadora do século XVIII. O rolo com o manuscrito de Os cento e vinte Dias de Sodoma , do escritor francês Marquês de Sade, voltou a França, onde foi escrito, depois de uma história de roubos, disputas, vendas e revendas.

O manuscrito foi agora comprado por 7 milhões de euros por Gérard Lhéritier, presidente fundador do Museu de Cartas e Manuscritos, uma instituição privada, e está segurado em 12 milhões de euros pela Lloyds, revelou esta quinta-feira a AFP. "Este manuscrito excepcional, roubado em 1982, assinalado pela Interpol e disputado por duas famílias, está finalmente de volta a França depois de uma história rocambolesca. Foram três anos de duras negociações", disse à agência de notícias o novo proprietário, que vai mostrar a peça ao grande público em Setembro, no Instituto das Cartas e Manuscritos, em Paris.» Ler no Público.