Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Morreu Maya Angelou

28.05.14

 

«A poetisa e activista dos direitos dos afro-americanosa Maya Angelou morreu esta quarta-feira aos 86 anos, na sua casa em Winston-Salem, nos Estados Unidos.» Ler no Sol e aqui.

 

«Angelou  foi uma das escritoras negras mais lidas nos Estados Unidos e foi convidada a ler poemas em duas tomadas de posse presidenciais – em 1993, com Bill Clinton, e de novo em 2009, com Barack Obama.

 

Entre as suas obras mais conhecidas estão I Know Why the Caged Bird Sings, de 1969, e Carta à minha filha: um legado inspirador para todas as mulheres que amam, sofrem e lutam pela vida – dedicado à filha que nunca tive, de 2008 mas editado em Portugal em 2009.» Ler no Público.

 

«Poeta, escritora, dramaturga e atriz, Maya Angelou foi também uma figura de primeiro plano na luta pelos direitos cívicos da população negra nos Estados Unidos e próxima de Martim Luther King.» Ler no Diário Digital e no Correio da Manhã.

 

«Nasceu Marguerite Ann Johnson a 4 de Abril de 1928, em St. Louis. Porque as letras lhe roubaram quase todo o espaço que tinha reservado para possíveis paixões, foi naturalmente cedo que decidiu contar a sua história, a que lhe moldou o resto da vida, num livro que haveria de se tornar um sucesso de crítica e de vendas. I Know Why The Caged Bird Sings (1969) é o título da autobiografia, focada nos primeiros anos da vida de Maya e que a acompanha desde frágil criança até mulher feita de determinação. E este foi apenas o primeiro de uma série de sete volumes que relatam toda a vida da escritora.» Ler no iOnline, aqui e aqui.

 

«Um dos seus poemas mais conhecidos, intitulado On the Pulse of Morning, foi recitado durante a tomada de posse presidencial de Bill Clinton, em 1993. Em 2006, voltou a ser convidada para a posse presidencial de Barack Obama.» Ler no Expresso.

 

«Além de escritora, foi bailarina, autora de peças de teatro, atriz e a primeira realizadora negra de cinema de Hollywood.» Ler no Jornal de Notícias.