Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Morreu o poeta argentino Juan Gelman

15.01.14

 

«Deixa uma obra marcada pelo amor, a dor e a morte. Lutou contra a ditadura militar responsável pelo assassinato do seu filho e foi forçado ao exílio em 1976. Nunca deixou de se bater pelos direitos humanos, contra qualquer forma de poder absoluto.» Ler no Público, também aqui.

 

«O escritor argentino residente no México Juan Gelman, de 83 anos, faleceu na terça-feira, informaram fontes familiares e oficiais.» Ler no Diário de Notícias.

 

«Prémio Cervantes 2007 e Prémio Rainha Sofia de Poesia Ibero-americana em 2005, Juan Gelman viveu exilado desde o golpe de Estado de 1976 na Argentina. O poeta viveu em Itália, França e México, onde residia há mais de 20 anos.» Ler no Diário Digital e no Jornal de Notícias.

 

«"Morreu tranquilo, na sua casa, rodeado da sua família de uma doença que se chama síndrome mielodisplásica" (disfunção da medula óssea), disse uma fonte da família citada pela agência Efe.» Ler no Correio da Manhã e na RTP.

 

«Juan Gelman, um dos maiores poetas vivos da língua castelhana, esperou 13 anos para enterrar o filho, vítima da ditadura argentina. E reencontrou a neta, nascida em cativeiro, 23 anos depois.» Ler no Expresso.

 

Ler o perfil no El País.