Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Parceria com a FFMS, presença de Moçambique e novas infraestruturas nas novidades da Feira do Livro de Lisboa

21.05.14

 

A parceria entre a Feira do Livro de Lisboa (FLL) e a Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS), bem como a representação de Moçambique no evento, são duas das mais significativas novidades da 84.ª edição da FLL, que decorre entre 29 de maio e 15 de junho no Parque Eduardo VII, em Lisboa.

 

Durante a feira, a FFMS lança um ciclo de debates sobre Portugal e quatro novas obras, com a apresentação, a 7 de junho, de uma nova coleção no auditório renovado da feira. Graças à parceria com a feira, a FFMS pretende, num «espaço privilegiado», «colocar todos os conteúdos que a fundação tem criado junto da sociedade civil», declara Mariana Lopes, da FFMS.

 

Na conferência de imprensa desta tarde, anunciou-se ainda a existência de um espaço dedicado à literatura moçambicana, a primeira representação internacional de um país na FLL e «um primeiro passo de aproximação» entre os dois países na área do livro, sugere Eduardo Boavida, da comissão organizadora da feira.

 

As infraestruturas apresentam também alterações na edição que se aproxima. João Alvim, presidente da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), entidade organizadora da feira, anunciou um «novo design, um pouco mais moderno» para os stands das editoras: cada estrutura terá cerca de mais meio metro de profundidade, o que disponibilizará mais espaço para arrumação interior e melhor manuseamento por parte dos visitantes, num investimento em que a APEL procurou adquirir materiais de «maior durabilidade». O presidente da APEL garante, no entanto, que esta reestruturação não implicou acréscimo no custo de inscrição das editoras.

 

O número de pavilhões, 250, mantém-se semelhante ao da edição de 2013; aumenta, no entanto, o número de editoras na feira, com a participação de 537 editoras e chancelas nesta edição. Mantém-se ainda a happy hour, com preços reduzidos nos stands aderentes. Anuncia-se igualmente a escolha, entre 100 candidaturas recebidas, de 30 voluntários, contra os 80 do ano anterior.

 

Em 2014, a FLL terá também ao dispor do público maior quantidade de espaços de restauração: mais de 30. Na 84.ª edição, será possível encontrar vários tipos de zonas, como espaços gourmet ou zonas de bebidas.

 

Alguns pormenores da programação

No dia 6 de junho, termina a votação da Livraria Preferida de Portugal, que será anunciada e premiada no dia 11, num espaço da feira a anunciar. Outras atividades foram ainda divulgadas, como um Pic Nic Literário a 10 de junho e um encontro para um blind book, que implicará trocas de livros com outros participantes na atividade. No dia 7 de junho, a FLL associa-se à Noite de Literatura Europeia, recebendo as atividades promovidas pelo evento.

 

O apoio da Câmara Municipal de Lisboa continua a ser «semelhante» ao dos anos anteriores, contando-se a habitual parceria com a Rede BLX, que terá stand próprio e vai promover diversas atividades para crianças e adultos.

 

A participação dos clubes de leitura é outra das apostas dinamizadoras da feira: pelo menos 10 clubes da zona de Lisboa marcam presença e dinamizam espaços com conversas sobre livros e autores; Lídia Jorge, Afonso Cruz, Bruno Vieira Amaral e Dulce Maria Cardoso contam-se entre os escritores convidados.

 

Um balanço da edição de 2013

Eduardo Boavida salientou que, relativamente ao ano anterior, as atividades na FLL cresceram 30 %, com mais de 100 ações a decorrer no período da feira. Com a presença de mais chancelas nesta edição, Boavida prevê «alcançar um número mais expressivo» em 2014, visto que a atividade cultural da feira assenta essencialmente «nos parceiros e editoras». A organização espera assim superar os 500 mil visitantes de 2013.

 

O novo sítio da FLL pode ser consultado em feiradolivrodelisboa.pt. Em 2014, o sítio renovado adapta-se já à leitura em tablet e smartphone, com toda a programação da feira a ser disponibilizada em linha a 29 de maio.

 

Ler mais na TVI24, no Local.pt, no Público., no iOnline,  no Diário de Notícias, no Diário Digital, no Sol, no Jornal de Notícias e no Correio da Manhã.