Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Pela primeira vez, há quatro americanos na long list do Man Booker

23.07.14

 

«No primeiro ano em que o prémio Man Booker está aberto a ficcionistas de qualquer nacionalidade, desde que escrevam em inglês e estejam publicados no Reino Unido, a long list de 13 autores tem seis britânicos e quatro americanos no seu rol. Na lista divulgada esta quarta-feira, estão Howard Jacobson, o vencedor em 2010, e Ali Smith e David Mitchell, que estiveram em short lists de edições anteriores. Joshua Ferris, Karen Joy Fowler, Siri Hustvedt e Richard Powers são os primeiros norte-americanos considerados para o Booker.

 

Em 46 anos de Man Booker Prize de ficção, este é o primeiro em que as regras permitem a entrada da literatura norte-americana, que se faz representar com quatro autores: Joshua Ferris, pelo livro To Rise Again at a Decent Hour,  Karen Joy Fowler, que escreveu We Are All Completely Beside Ourselves, Siri Hustvedt, com The Blazing World e Richard Powers, autor de Orfeo. Para além dos três britânicos repetentes nesta lista – Howard Jacobson está nomeado pelo seu J, Ali Smith por causa de How to be Both e David Mitchell porThe Bone Clocks – há os estreantes Paul Kingsnorth e Neel Mukherjee – os únicos de toda a lista que não estão editados em Portugal – com o romance The Wake e The Lives of Others.» Ler no Público.