Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogtailors - o blogue da edição

Quino, o criador de Mafalda, vence Prémio Príncipe das Astúrias

22.05.14

 

«Mafalda nasceu por duas vezes – a primeira a 15 de Março de 1962 para uma campanha publicitária que acabou por não sair à rua, a segunda (a oficial) dois anos depois, a 29 de Setembro de 1964, quando foi publicada a sua primeira tira no semanário Primera Plana, em Buenos Aires. Desde então, Quino, o autor, abandonou a sua mais conhecida personagem – deixou-a passados dez anos, em 1973. Já a personagem, como sabemos todos, é tenaz, e insiste em não o abandonar a ele: tornou-o esta quarta-feira vencedor do Prémio Príncipe das Astúrias na categoria de Comunicação e Humanidades.» Ler no Público.

 

«O desenhador gráfico argentino Quino, criador da personagem Mafalda, foi distinguido hoje [ontem] com o Prémio Príncipe das Astúrias de Comunicação e Humanidades, anunciou a organização em Oviedo, Espanha.

 

Quino, nascido Joaquín Lavado, há 81 anos em Mendoza, recebe este galardão, no valor de 50.000 euros, no ano em que a personagem Mafalda, protagonista de centenas de tiras de banda desenhada, celebra cinquenta anos de existência.» Ler no Diário Digital.

 

«Apesar de ter desenhado e publicado vários livros de desenho gráfico para um público mais adulto, nos quais predomina um humor corrosivo e negro sobre a realidade social e política, Quino fica célebre por uma personagem que se tornou numa das mais improváveis comentadoras políticas da actualidade.» Ler no Diário de Notícias.

 

«O júri, presidido pelo director do Instituto Cervantes, Victor Garcia, revelou que Quino era favorito para ganhar o prémio. Entre os 22 candidatos estavam Jacobo Zabludovsky, escritor mexicano, os fundadores do Skype, e o filósofo espanhol Emílio Lledó.» Ler no Correio da Manhã e no Jornal de Notícias.

 

Ver na RTP.